quinta-feira, 26 de abril de 2018

Palpites da Loteca - Concurso 797



Amigos e amigas, seguem abaixo os porcentuais estimados de apostas nas 14 partidas que compõem o concurso número 797 da Loteca. Nos parênteses ao lado de cada jogo, há três porcentuais: o primeiro refere-se às apostas na vitória do time mandante, o segundo refere-se às apostas no empate, e o terceiro refere-se às apostas na vitória do time visitante:
1) Ceará x Flamengo (20% 25% 55%)
2) Internacional x Cruzeiro (50% 25% 25%)
3) Bahia x Atlético Paranaense (35% 25% 40%)
4) Juventude x Avaí (60% 25% 15%)
5) Ponte Preta x Londrina (70% 20% 10%)
6) São Bento x Goiás (50% 20% 30%)
7) Botafogo x Grêmio (25% 30% 45%)
8) América MG x Vitória (SORTEIO)
9) Fluminense x São Paulo (65% 20% 15%)
10) Atlético Mineiro x Corinthians (30% 35% 35%)
11) Paraná x Sport Recife (55% 25% 20%)
12) Vila Nova x Sampaio Corrêa (85% 10% 5%)
13) Joinville x Bragantino (55% 25% 20%)
14) Santa Cruz x ABC (75% 15% 10%)

Os porcentuais são a base do método que explico no e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

As apostas neste concurso 797 da Loteca podem ser registradas até as 14:00 de Brasília do sábado 28, em qualquer casa lotérica do território brasileiro. A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos é de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa em seu site, na tarde da segunda-feira 30.

Vocês concordam com os favoritos mostrados nos porcentuais? Discordam deles? Qual será a grande zebra do concurso 797? Qual é a aposta ideal para abocanhar o prêmio deste concurso da Loteca? Será um prazer receber os seus comentários abaixo!

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos! Apostem com moderação!

PCFilho

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Efemérides tricolores - 25 de abril


1920: no campo da rua Figueira de Melo, o Fluminense empatava em 2 a 2 com o São Cristóvão, quando a forte chuva forçou a interrupção do jogo, válido pelo Campeonato Carioca. Oswaldo Gomes e Zezé marcaram os gols do Fluminense. Os doze minutos finais seriam disputados em 16 de janeiro de 1921, na rua Paysandu: Machado anotaria o gol da vitória tricolor, que garantiria ao clube o vice-campeonato.

1926: em partida válida pelo Campeonato Carioca, disputada no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Sport Club Brasil, gols de Nilo, Fortes e Paulo Cristófaro.

1937: em amistoso disputado diante de grande público em Campos dos Goytacazes, o Fluminense derrotou a Seleção de Campos por 3 a 1. O Fluminense construiu a vitória com três gols do ponta-esquerda Hércules, e os campistas descontaram com Vicente.

1943: em partida válida pelo Torneio Municipal, disputada no campo do America, em Campos Sales, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Madureira, gols de Maracaí, Pedro Amorim e Tim.

1953: no primeiro duelo entre Fluminense e Corinthians após a decisão do Mundial de Clubes de 1952 (vide 2 de agosto), houve empate em 3 a 3, pelo Torneio Rio-São Paulo, diante de 21.576 presentes (15.935 pagantes) no Maracanã. O empate teve gosto de vitória pois, após o Fluminense abrir o placar com Paraguaio, o Corinthians virou para 3 a 1 com Carbone (dois) e Baltazar. Mas tricolor nunca desiste: Simões descontou aos 35 do segundo tempo, e Quincas empatou aos 44 - ambos completando jogadas do genial meia-atacante Didi. O Corinthians seria o campeão da competição.

1960: em sua primeira partida na Inglaterra, o Fluminense perdeu por 5 a 4 para o West Ham United, da primeira divisão inglesa, com assistência estimada em 25.000 pessoas no Boleyn Ground, em Londres. Os gols tricolores no jogo foram de Edmílson (dois), Jair Francisco e Brown (contra). O Fluminense disputaria mais duas partidas em território inglês, e obteria duas vitórias (vide 27 de abril e 2 de maio).
O encarte oficial do amistoso entre West Ham United e Fluminense.

1971: na sequência do primeiro turno da fase final do Campeonato Carioca, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Vasco, no Maracanã. O gol tricolor foi do centroavante Flávio. Com campanha acumulada de quatro vitórias, cinco empates e uma derrota, o Fluminense perseguia à distância o líder Botafogo, que tinha sete vitórias e dois empates. A perseguição continuaria até os 43 minutos do segundo tempo da rodada final, quando Lula marcaria o gol do título tricolor (vide 27 de junho).

1973: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense venceu a Portuguesa da Ilha do Governador por 2 a 0, gols de Dionísio e Manfrini. Com quatro vitórias, três empates e duas derrotas, o Fluminense iniciava a campanha de mais um título, que seria conquistado em decisão contra o Flamengo (vide 22 de agosto).

1979: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense ganhou por 4 a 3 do Americano de Campos, graças aos gols de Carlos Alberto Pintinho e Nunes (três).

1984: na última rodada da terceira fase do Campeonato Brasileiro, o Fluminense, já classificado, empatou em 1 a 1 com o Santo André, no Estádio Bruno José Daniel, na cidade paulista. Deley marcou o gol tricolor. Com quatro vitórias e dois empates, o Fluminense terminou em primeiro lugar em sua chave, que também teve a classificação da Portuguesa de São Paulo. Nas quartas-de-final, o Fluminense enfrentaria o Coritiba (vide 29 de abril e 6 de maio). Seria a arrancada final para o segundo Campeonato Brasileiro da história tricolor.

1985: em amistoso no Mineirão, em Belo Horizonte, a Seleção Brasileira ganhou por 2 a 1 da Colômbia, com gols de Alemão e Casagrande. Dois atletas do Fluminense jogaram pelo escrete tupiniquim: o goleiro Paulo Victor e o lateral-esquerdo Branco (que iniciava neste dia sua gloriosa trajetória com a amarelinha).

2007: na partida de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil, diante de 47.074 pagantes na Fonte Nova, em Salvador, o Fluminense empatou em 2 a 2 com o Bahia, classificando-se no critério dos gols fora de casa. Cícero e Soares marcaram os gols tricolores. Nas quartas-de-final, o Fluminense enfrentaria o Atlético Paranaense (vide 2 e 9 de maio) - mais uma etapa a ser superada para a conquista do título, na decisão contra o Figueirense (vide 6 de junho).

2012: no jogo de ida das oitavas-de-final da Copa Libertadores, diante de 32.268 presentes (28.152 pagantes) no Beira-Rio, em Porto Alegre, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Internacional. O herói da partida foi o goleiro tricolor Diego Cavalieri, que defendeu espetacularmente uma cobrança de pênalti do meia Dátolo. O Fluminense se classificaria com uma vitória no jogo de volta, no Engenhão (vide 10 de maio).
Diego Cavalieri defende o pênalti no Beira-Rio.

****

Aniversariantes do dia:

Dorival Silvestre Júnior, o Dorival Júnior (1962), treinador paulista, natural de Araraquara, com uma curta passagem no comando técnico do Fluminense, no final da temporada de 2013. Em cinco partidas, obteve três vitórias, um empate e uma derrota, e conseguiu livrar o time do rebaixamento à Série B. Apesar do bom desempenho, não teve seu contrato renovado.
Dorival em treino do Fluminense (foto: Fernando Cazaes).

Roger Machado Marques, o Roger Machado (1975), zagueiro e lateral-esquerdo gaúcho, natural de Porto Alegre, com 10 gols marcados em 123 jogos pelo Fluminense, entre 2006 e 2008. Foi o autor do gol do título da Copa do Brasil de 2007, na decisão contra o Figueirense (vide 6 de junho). Participou também da campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores de 2008.
Roger Machado, no lance do gol do título, em 2007.

Roger Machado e este escriba, em Laranjeiras (foto de maio de 2008).

Thiago Pimentel Gosling, o Thiago Gosling (1979), zagueiro mineiro, natural de Belo Horizonte, com 19 atuações pelo Fluminense, na temporada de 2006.

PCFilho

Xadrez - Mate em 2! (Karol Khuebach)

Karol Khuebach, Pravda, 29/04/1967.
Código FEN: 3R1b1K/6p1/2p1B2Q/r2bk2N/p3P3/2PP4/6Pq/4n1N1 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 2 lances!

(White to play and give checkmate in 2 moves!)

PCFilho

terça-feira, 24 de abril de 2018

Efemérides tricolores - 24 de abril


1927: o Fluminense sagrou-se campeão do Torneio Início do Rio de Janeiro, disputado no Estádio de Laranjeiras: no primeiro jogo, venceu o Sport Club Brasil por 2 a 0, gols de Milton e Drolhe; na semifinal, derrotou o Botafogo por 1 a 0, gol de Alfredinho; na decisão, ganhou por 2 a 0 do São Cristóvão, com dois gols de Milton. Dias depois, numa impressionante demonstração de grandeza, o Fluminense avisaria à AMEA que descumprira o regulamento, ao incluir dois reservas na semifinal: "Exmo. Sr. Presidente da Associação Metropolitana de Esportes Atléticos. Apresso-me a fazer a V. Excia. ciente de que, por ocasião da segunda partida disputada pelo Fluminense Football Club no recente Torneio Initium, foram incluídos, por inadvertência, em nosso quadro dois substitutos, o que contraria a letra do art. 11 do regulamento especial do citado torneio. Pondo V. Excia. ao corrente dessa irregularidade, cumpre-me relevar que faço com ânimo de facilitar a fiscalização das respectivas súmulas". Em face do nobre gesto do Tricolor, a AMEA anularia o resultado da competição.

1938: em sua segunda partida no Torneio Municipal, o Fluminense conseguiu sua segunda vitória: 5 a 3 sobre o Botafogo, em São Januário. Celeste (dois), Brant e Sandro (dois) marcaram os gols tricolores no jogo. Naquela temporada, o Fluminense conquistaria tanto o Torneio Municipal quanto o tricampeonato Carioca.

1948: em sua estreia no Torneio Municipal, o Fluminense ganhou por 4 a 2 do São Cristóvão, na Gávea, graças aos gols de Pinhegas (dois), Rodrigues Tatu e Careca. Era o início da campanha que terminaria com a conquista do título, numa memorável decisão contra o Vasco (vide 30 de junho).

1949: em jogo do Campeonato Sul-Americano (atual Copa América), em São Januário, a Seleção Brasileira ganhou por 7 a 1 do Peru, graças aos gols de Arce (contra), Augusto, Jair Rosa Pinto (dois), Simão, Ademir Menezes e Orlando Pingo de Ouro. Em sua segunda partida com a camisa da Seleção, o meia-atacante tricolor Orlando Pingo de Ouro marcou seu segundo gol pelo escrete.

1955: em partida válida pelo Torneio Rio-São Paulo, o Fluminense derrotou o Corinthians por 2 a 1, diante de 31.519 presentes (24.859 pagantes) no Estádio do Maracanã. Os gols da vitória tricolor foram anotados por Didi e João Carlos.

1957: o Fluminense estreou no Torneio Rio-São Paulo com vitória: 1 a 0 sobre o America, gol do centroavante Waldo, de cabeça. A partida levou 9.549 presentes (6.989 pagantes) ao Maracanã. Era o início da campanha que culminaria na conquista do troféu pelo Fluminense, de maneira invicta (seriam 7 vitórias e 2 empates).

1962: em jogo válido pela Taça Oswaldo Cruz, no Pacaembu, em São Paulo, a Seleção Brasileira ganhou por 4 a 0 do Paraguai, gols de Pepe, Pelé (dois) e Vavá. Dois atletas do Fluminense foram titulares do escrete nacional nesta partida: o goleiro Castilho e o lateral-esquerdo Altair.

1966: em jogo amistoso, disputado no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Flamengo do Piauí, com gol do atacante Amoroso.

1976: o Fluminense aplicou a maior goleada de sua história no Estádio do Maracanã: 9 a 0 sobre o Goytacaz, gols de Totonho (contra), Doval (três), Gil (três), Dirceu e Paulo Cezar Caju. Com campanha de sete vitórias, dois empates e uma derrota, a Máquina Tricolor seguia a pleno vapor, rumo à conquista do bicampeonato Carioca.

1977: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Goytacaz, no Estádio Godofredo Cruz, em Campos, com dois gols (e uma expulsão) de César Maluco (foram os únicos gols dele com a camisa tricolor).

1988: em partida válida pelo Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Bangu, no Maracanã, gol de Jorginho, de cabeça.

1996: em jogo disputado no Estádio de Laranjeiras, válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do Barreira (atual Boavista), com dois gols de Renato Gaúcho, um de pênalti e um de cabeça.

2005: em partida da primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense venceu o São Paulo por 2 a 1, com dois gols do centroavante Tuta. Com 27.217 presentes (13.719 pagantes), este foi o último jogo disputado no Maracanã com a famosa geral, seu setor mais popular, excluído da arquitetura do estádio pelas reformas subsequentes.

2011: na semifinal da Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca), perante 23.915 presentes (20.466 pagantes) no Engenhão, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Flamengo, e foi eliminado na definição por pênaltis (5 a 4). Rafael Moura marcou o gol tricolor no jogo. O Fluminense terminou o Campeonato Carioca como vice-campeão.

2016: na semifinal do Campeonato Carioca, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Fluminense perdeu por 1 a 0 para o Botafogo, terminando assim em terceiro lugar na competição.

****

Aniversariantes do dia:

Aymoré Moreira (1912), goleiro que atuou somente duas vezes com a camisa do Fluminense, em dezembro de 1941, emprestado pelo Botafogo para uma viagem a São Paulo. Aymoré foi o treinador da Seleção Brasileira campeã da Copa do Mundo de 1962, e era irmão mais novo de Zezé Moreira, o homem que mais vezes comandou o time principal do Fluminense na história.
Aymoré Moreira.

Alexandre Magno Barreto Berwanger (1963), torcedor apaixonado do Fluminense, respeitado pesquisador da história do Fluminense e do futebol carioca, e importante colaborador deste blog (em especial desta seção das efemérides).
Alexandre Magno, o goleiro Adalberto e eu, em Laranjeiras
(foto de julho de 2017).

Neuri Carlos Testa, o Chiquinho (1966), volante e lateral-direito gaúcho, natural de Aratiba, com 3 gols em 47 jogos pelo Fluminense, na temporada de 1993.


Ian Carlos Gonçalves de Matos (1989), atleta de saltos ornamentais paraense, natural de Muaná, um dos representantes do Fluminense nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.
Ian Matos, atleta de saltos ornamentais.

Peterson Silvino da Cruz, o Peu (1993), atacante catarinense, natural de Itajaí, que atuou no Fluminense na temporada de 2017, tendo participado de 12 partidas com a camisa tricolor.
Peu, no Maracanã.

Lucas Fernandes (1994), meia-atacante alagoano, natural de União dos Palmares, que disputou 16 jogos pelo Fluminense, entre os anos de 2017 e 2018.
Lucas Fernandes.

PCFilho

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Brasileirão 2018 - Classificação após a 2ª rodada



Legenda:
J: jogos disputados;
PG: pontos ganhos;
V: vitórias;
E: empates;
D: derrotas;
GP: gols-pró;
GC: gols-contra;
SG: saldo de gols.

Resultados da 2ª rodada:
21/04/2018 - Bahia 1 x 0 Santos - Fonte Nova (Salvador)
21/04/2018 - Flamengo 2 x 0 América MG - Maracanã (Rio de Janeiro)
22/04/2018 - Paraná 0 x 4 Corinthians - Durival Britto (Curitiba)
22/04/2018 - Atlético Mineiro 2 x 1 Vitória - Independência (Belo Horizonte)
22/04/2018 - Chapecoense 1 x 1 Vasco - Arena Condá (Chapecó)
22/04/2018 - Fluminense 1 x 0 Cruzeiro - Maracanã (Rio de Janeiro)
22/04/2018 - Ceará 0 x 0 São Paulo - Castelão (Fortaleza)
22/04/2018 - Palmeiras 1 x 0 Internacional - Pacaembu (São Paulo)
22/04/2018 - Grêmio 0 x 0 Atlético Paranaense - Arena do Grêmio (Porto Alegre)
23/04/2018 - Sport Recife 1 x 1 Botafogo - Ilha do Retiro (Recife)

Jogos da 3ª rodada:
28/04/2018 - Botafogo x Grêmio - Engenhão (Rio de Janeiro)
29/04/2018 - Atlético Mineiro x Corinthians - Independência (Belo Horizonte)
29/04/2018 - Paraná x Sport Recife - Durival Britto (Curitiba)
29/04/2018 - Bahia x Atlético Paranaense - Fonte Nova (Salvador)
29/04/2018 - Fluminense x São Paulo - Maracanã (Rio de Janeiro)
29/04/2018 - Ceará x Flamengo - Castelão (Fortaleza)
29/04/2018 - Palmeiras x Chapecoense - Allianz Parque (São Paulo)
29/04/2018 - Internacional x Cruzeiro - Beira-Rio (Porto Alegre)
30/04/2018 - América MG x Vitória - Independência (Belo Horizonte)
16/07/2018 - Santos x Vasco - Pacaembu (São Paulo) [jogo adiado]

PCFilho

História - Liverpool x Roma

Roma e Liverpool se enfrentaram na decisão da Liga em 1984.

Em 2018, Liverpool e Roma se enfrentam na semifinal da Liga dos Campeões da Europa, reeditando a final da edição de 1984, vencida pelo Liverpool na definição por pênaltis, após empate no tempo normal e na prorrogação.

Ao longo da história, houve 10 duelos entre Liverpool e Roma, com 4 vitórias do clube inglês, 2 empates e 4 vitórias do quadro italiano. Confiram abaixo a lista com todos os resultados:
30/05/1984 - Roma 1 x 1 Liverpool [PK 2 x 4] - Stadio Olimpico (Roma, Itália) [Final da Liga dos Campeões] (*)
15/02/2001 - Roma 0 x 2 Liverpool - Stadio Olimpico (Roma, Itália) [Copa da UEFA, 4ª fase]
22/02/2001 - Liverpool 0 x 1 Roma - Anfield (Liverpool, Inglaterra) [Copa da UEFA, 4ª fase]
05/12/2001 - Roma 0 x 0 Liverpool - Stadio Olimpico (Roma, Itália) [Liga dos Campeões, fase de grupos]
19/03/2002 - Liverpool 2 x 0 Roma - Anfield (Liverpool, Inglaterra) [Liga dos Campeões, fase de grupos]
04/08/2004 - Roma 1 x 2 Liverpool - Giants Stadium (‎East Rutherford, Estados Unidos) [Amistoso]
25/07/2012 - Roma 2 x 1 Liverpool - Fenway Park (Boston, Estados Unidos) [Amistoso]
23/07/2014 - Liverpool 0 x 1 Roma - Fenway Park (Boston, Estados Unidos) [Amistoso]
01/08/2016 - Liverpool 1 x 2 Roma - Busch Stadium (St. Louis, Estados Unidos) [Amistoso]
24/04/2018 - Liverpool 5 x 2 Roma - Anfield (Liverpool, Inglaterra) [Liga dos Campeões, semifinal]
02/05/2018 - Roma x Liverpool - Stadio Olimpico (Roma, Itália) [Liga dos Campeões, semifinal]

(*) No jogo de 30 de maio de 1984, final da Liga dos Campeões, Roma e Liverpool empataram em 1 a 1 no tempo regulamentar; houve prorrogação de trinta minutos, que terminou sem gols; na disputa de pênaltis, o Liverpool venceu por 4 a 2.

Para conhecer a história da outra semifinal da Liga dos Campeões, confiram meu post antigo: História - Bayern München x Real Madrid.

PCFilho

Xadrez - Mate em 2! (Onni Haan)

Onni Haan, Troll, 07/10/2015.
Código FEN: 4R3/1n6/p7/kBp1N3/Nr6/K1Q5/8/8 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 2 lances!

(White to play and give checkmate in 2 moves!)

PCFilho

Efemérides tricolores - 23 de abril


1911: em amistoso disputado no Velódromo, em São Paulo, o Fluminense empatou em 2 a 2 com o Paulistano. O centroavante Alberto Borgerth marcou os dois gols tricolores na partida, que teve assistência estimada em 5.000 pessoas. Este foi o jogo inaugural da temporada, em que o Fluminense conquistaria o Campeonato Carioca de maneira invicta.

1939: em jogo válido pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, o Fluminense derrotou o Vasco por 2 a 0, com dois gols do atacante Fogueira. A partida, disputada no campo do Botafogo, na rua General Severiano, teve o público recorde de 25.436 pagantes.

1941: em partida amistosa, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do America, gols de Juan Carlos e Pedro Amorim. Quatro dias depois, em General Severiano, o Tricolor conquistaria o primeiro troféu da temporada, vencendo o Torneio Início do Rio de Janeiro (vide 27 de abril).

1946: em amistoso disputado diante de 18.894 pagantes no Estádio do Pacaembu, o Fluminense venceu o São Paulo por 2 a 1, graças aos gols de Geraldino e Rodrigues Tatu. Esta partida foi a estreia de Ademir Menezes com a camisa tricolor. A contratação do grande craque do futebol brasileiro fora um pedido do técnico Gentil Cardoso: "deem-me Ademir, e eu lhes darei o Campeonato". A promessa seria cumprida, com o Fluminense conquistando o Campeonato Carioca (vide 22 de dezembro).

1961: em amistoso no Estádio Municipal de João Monlevade, em Minas Gerais, o Fluminense derrotou o seleção local por 4 a 1, com gols de Pinheiro, Oldair e Waldo (dois). Foi a quarta goleada seguida do Fluminense, após as vitórias sobre Portuguesa de São Paulo (7 a 0, vide 9 de abril), Cruzeiro (5 a 0, vide 16 de abril) e America (4 a 0, vide 21 de abril) - nestas quatro partidas, Waldo marcou ao todo onze gols.

1972: na rodada final da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca), o Fluminense perdeu por 5 a 2 para o Flamengo, em jogo com 137.002 pagantes no Maracanã. Jair Pereira e Mickey marcaram os gols do Fluminense, que terminou como vice-campeão do turno, com campanha de 8 vitórias, 2 empates e 1 derrota.

1982: o Fluminense foi um dos 60 grandes clubes homenageados pelo Sevilla Fútbol Club, no espetacular mosaico inaugurado na fachada principal do Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilla, na Espanha. Do Brasil, somente o Fluminense e o Santos têm suas flâmulas na bela obra do artista andaluz Santiago del Campo. Vale ressaltar que o Fluminense foi lembrado apesar de nunca ter sido adversário do Sevilla FC na história.
A flâmula do Fluminense está na coluna do lado esquerdo, no belo mosaico.

1997: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Estádio Godofredo Cruz, em Campos, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Americano, gols de Luís Henrique e Nildo.

2014: no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil, o Fluminense venceu o Tupi por 3 a 0, no Estádio Municipal de Juiz de Fora, classificando-se sem a necessidade da partida de volta. Os gols da vitória tricolor foram anotados por Fred (dois) e Walter.

****

Aniversariantes do dia:

Alfredo da Rocha Vianna Filho, o Pixinguinha (1897), genial músico brasileiro, cuja carreira foi incentivada pelo presidente tricolor Arnaldo Guinle. Em 1921, o Fluminense patrocinou o grupo de Pixinguinha, promovendo o Festival dos Oito Batutas, no Theatro Lyrico (vide 9 de outubro).

Walter Rodrigues Fortes, o Walter Fortes (1914), ponta-direita que integrou o plantel do Fluminense entre as temporadas de 1933 e 1935. Fez parte do primeiro time profissional da história tricolor. Marcou 12 gols em 49 jogos com a camisa tricolor.

Sílvio Alves (1916), folclórico personagem do Fluminense, que trabalhou como roupeiro do clube entre 1937 e 1942 e de 1945 a 1976. Era um tricolor apaixonado, e grande fã de Tim, que para ele havia sido um jogador melhor que Pelé.
Sílvio Alves conversa com o técnico Zezé Moreira, no Estádio de Laranjeiras.

Mário Pedro, o Marinho (1926), centroavante paulista, natural de Sertãozinho, com 44 gols marcados em 91 partidas pelo Fluminense, entre 1952 e 1954. Sua melhor fase com a camisa tricolor foi na campanha da conquista da Copa Rio, o Mundial de Clubes de 1952, competição na qual marcou 5 gols, dentre os quais 2 nas finais contra o Corinthians. Além da Copa Rio foi campeão também do Torneio José de Paula Júnior em 1952. Teve uma grande atuação contra o Vasco em 1953, marcando três gols na vitória por 4 a 1 (vide 23 de maio).
Marinho com a camisa do Genoa, da Itália.

Adalberto Leite Martins, o Adalberto (1931), goleiro que atuou no Fluminense entre as temporadas de 1948 e 1955. Nos times amadores, conquistou o tricampeonato carioca juvenil (de 1948 a 1950) e o tricampeonato carioca de aspirantes (de 1951 a 1953). No time profissional, foi titular na conquista do Torneio Início de 1954 (vide 15 de agosto). Somou 54 atuações no time principal tricolor, mesmo sendo contemporâneo dos craques Castilho e Veludo. Pelo Botafogo, conquistou o Campeonato Carioca de 1957, em decisão contra o próprio Fluminense.
O goleiro Adalberto, com a camisa do Flu.
Alexandre Berwanger, Adalberto e eu
(foto tirada em Laranjeiras, em julho de 2017).

Sérgio Alves de Lima, o Sérgio Alves (1970), atacante pernambucano, natural do Recife, com seis atuações pelo Fluminense, no segundo semestre de 1998.

Eduardo Pincelli, o Eduardo (1983), atacante paulista, natural de São José do Rio Preto, com 14 partidas pelo Fluminense, entre 2002 e 2003. Participou da conquista do Campeonato Carioca de 2002.

PCFilho

domingo, 22 de abril de 2018

Efemérides tricolores - 22 de abril


1917: em amistoso disputado no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense ganhou por 2 a 0 do America, gols de Celso e Moraes. Pela vitória, o Fluminense recebeu a Taça Boqueirão do Passeio. Começava oficialmente neste dia a primeira de três temporadas épicas, que trariam um espetacular tricampeonato para o Fluminense.

1928: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no campo da rua General Severiano, o Fluminense derrotou o Botafogo por 3 a 1, perante numerosa assistência. O Fluminense marcou com Preguinho, Alfredinho e Lagarto, e o Botafogo descontou com Ariza.

1950: na sequência da excursão pela América do Sul, o Fluminense ganhou por 6 a 4 do Barcelona de Guayaquil, no Estádio George Capwell, graças aos gols de Didi (três), Waldir, Carlyle e Tite. Esta foi a primeira de três partidas do Fluminense no Equador.

1956: exatos seis anos após o primeiro duelo contra o Barcelona de Guayaquil, o Fluminense voltou a vencer o adversário equatoriano, novamente no Estádio George Capwell. O placar foi de 5 a 1, com gols de Alecir (dois), Jair Francisco, Clóvis e Waldo.

1971: na sequência do primeiro turno da fase final do Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 3 a 2 do Bangu, no Maracanã. Os gols da vitória tricolor foram de Lula, Flávio e Ivair. Com campanha acumulada de quatro vitórias, quatro empates e uma derrota, o Fluminense perseguia à distância o líder Botafogo, que tinha sete vitórias e um empate. A perseguição continuaria até os 43 minutos do segundo tempo da rodada final, quando Lula marcaria o gol do título tricolor (vide 27 de junho).

1978: em amistoso disputado diante de uma multidão no Estádio Municipal de Lagos, o Fluminense derrotou a Seleção da Nigéria por 3 a 1, graças aos gols de Marinho Chagas (dois) e Gílson Gênio. O craque brasileiro Pelé atuou durante 35 minutos desta partida pela Seleção da Nigéria. Quatro dias depois, em novo jogo na Nigéria, o Rei do Futebol enfim vestiria a camisa que faltava em sua gloriosa carreira (vide 26 de abril).

1979: diante de 138.557 pagantes no Estádio do Maracanã, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Flamengo, em jogo válido pelo Campeonato Carioca. Luiz Fumanchu foi o autor do gol tricolor no clássico. 

1993: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Estádio Jair Bittencourt, em Itaperuna, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Itaperuna, gols de Macalé e Ézio.

1995: na sequência do octogonal final do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Entrerriense por 4 a 1, graças aos gols de Rogerinho, Paulo Paiva, Anderson e Luís Antônio. Agora com três vitórias, um empate e uma derrota, o Fluminense somava 10 pontos, continuando na perseguição aos líderes Botafogo (que perderia para o Vasco e continuaria com 13) e Flamengo (que empataria com o Volta Redonda e chegaria aos 11). Na rodada seguinte, Fluminense e Flamengo fariam um clássico sensacional (vide 30 de abril). O título tricolor seria conquistado em outro Fla-Flu épico (vide 25 de junho).

2006: na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense conseguiu sua segunda vitória: 1 a 0 sobre o Goiás, no Maracanã, gol do meia sérvio Dejan Petkovic, cobrando pênalti.

2009: na partida de volta da segunda fase da Copa do Brasil, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Águia de Marabá, no Maracanã, graças aos gols de Maicon (dois) e Eduardo Ratinho, todos no segundo tempo. Como o jogo de ida fora uma derrota por 2 a 1, a vitória classificou o Fluminense à etapa seguinte da competição, com o placar agregado de 4 a 2. O adversário seria o Goiás (vide 30 de abril e 7 de maio).

2010: no jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, no Maracanã, o Fluminense derrotou a Portuguesa de São Paulo por 3 a 2, graças a três gols do centroavante Fred, classificando-se assim à etapa seguinte da competição (na partida de ida, o Fluminense também vencera, por 1 a 0 - vide 14 de abril). O próximo adversário tricolor seria o Grêmio.

2017: no jogo único da semifinal do Campeonato Carioca, diante de 23.564 presentes (20.092 pagantes) no Maracanã, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Vasco, gols de Richarlison, Wellington Silva (de letra) e Léo Pelé, classificando-se assim para a decisão da competição.

2018: em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense obteve uma vitória heroica sobre o Cruzeiro, no Estádio do Maracanã. Jogando com um homem a menos a partir dos 15 minutos do primeiro tempo, devido à expulsão de Gilberto, o Fluminense marcou o gol da vitória aos 4 da etapa final, com Pedro, de cabeça. Com uma atuação hercúlea, o time tricolor conseguiu segurar a vitória até o fim - com direito a uma defesa milagrosa do goleiro Júlio César nos minutos derradeiros. Nelson Rodrigues escreveria que "do goleiro ao ponta-esquerda, todos, todos mostraram uma alma, uma paixão, um ímpeto inexcedíveis".

****

Aniversariantes do dia:

Nelson Monteiro de Souza (1904), atleta e diretor de basquete do Fluminense. Foi campeão carioca de basquete em 1926, 1927 e 1931. Integrou a Seleção Brasileira de basquete que competiu nos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936 (em que foi também o médico e o chefe da delegação do Brasil).
O time do Fluminense, campeão carioca de basquete de 1927.
Em pé: Moacir Röhe, Herman, Arno Frank e Nelson Monteiro de Souza.
Agachados: Gerdal Gonzaga de Bôscoli, Silvio Hoffman, Preguinho e José Malta.

Jorge da Silva Pereira, o Jeremias (1949), centroavante natural de Niterói, que atuou no Fluminense entre as temporadas de 1971 e 1973, tendo marcado 6 gols em 35 jogos com a camisa tricolor. Participou das conquistas do Torneio de Verão e do Campeonato Carioca em 1973 (seu apelido foi uma homenagem ao governador do Rio de Janeiro Geremias de Mattos Fontes).
Jeremias.

Wellington Pereira do Nascimento, o Wellington Paulista (1983), centroavante natural de São Paulo, que atuou no Fluminense no segundo semestre de 2015, tendo marcado 1 gol em 17 partidas com a camisa tricolor.
Wellington Paulista.

PCFilho

sábado, 21 de abril de 2018

Efemérides tricolores - 21 de abril


1918: em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Carioca, o Fluminense derrotou o Bangu por 9 a 3, no campo do adversário, na rua Ferrer. Os gols tricolores foram de Zezé (quatro, um de pênalti), Welfare (três), Celso e Mano (de falta). Estava começando a campanha do bicampeonato do Rio de Janeiro.

1929: em jogo disputado no Estádio de Laranjeiras, válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 4 a 1 do Sport Club Brasil, graças aos gols de Alfredinho, Ripper e Preguinho (dois).

1940: o Fluminense estreou no Campeonato Carioca com uma vitória por 4 a 0 sobre o Bonsucesso, gols de Mário Milani (dois, um de pênalti), Russo e Pedro Amorim, em partida disputada no campo do Botafogo, na rua General Severiano. Era o início da campanha que terminaria com a reconquista do Campeonato Carioca pelo Tricolor.

1943: em amistoso interestadual, o Fluminense derrotou o São Paulo por 3 a 1, no Estádio de Laranjeiras. Os gols do Fluminense foram marcados por Tim e Maracaí (dois). Este foi o nono duelo entre Fluminense e São Paulo na história, e a quinta vitória tricolor (houve também um empate e três vitórias paulistas).

1948: em amistoso no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Bangu por 3 a 2 (mesmo placar do duelo de 17 de abril, no campo do adversário). Os gols da vitória do Fluminense foram de Rubinho (dois) e Emílio Ibrahim.

1953: em jogo válido pelo Torneio Rio-São Paulo, perante 21.552 presentes (16.699 pagantes) no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Bangu, graças a dois gols do meia-atacante peruano Villalobos.

1957: em jogo pelas eliminatórias da Copa do Mundo, diante de 91.838 presentes (82.624 pagantes) no Maracanã, a Seleção Brasileira ganhou por 1 a 0 do Peru, sem jogadores tricolores no time titular. O Fluminense, no entanto, deu sua colaboração decisiva: o gol da vitória brasileira foi do meia-atacante Didi - que atuara no Tricolor entre 1949 e 1956, quando se transferira para o Botafogo - numa extraordinária cobrança de falta de "folha-seca", o famoso chute de curva que o craque inventara nos treinamentos em Laranjeiras. O resultado classificou a Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 1958, em que se sagraria campeã pela primeira vez, com o goleiro tricolor Castilho no elenco.
Brasil x Peru, Maracanã, 21 de abril de 1957.

1961: no amistoso comemorativo do primeiro aniversário do Estado da Guanabara, diante de cerca de 50.000 pessoas no Maracanã (com portões abertos), o Fluminense ganhou por 4 a 0 do America, com três gols de Waldo e um de Pinheiro (de pênalti). Foi a terceira goleada seguida do onze tricolor, após as vitórias sobre a Portuguesa de São Paulo (vide 9 de abril) e o Cruzeiro (vide 16 de abril).

1969: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, perante mais de 100.000 presentes (98.006 pagantes) no Maracanã, o Fluminense venceu o Vasco por 2 a 1. O grande nome do jogo foi o centroavante Flávio, autor dos dois gols da vitória tricolor (na súmula, o primeiro gol foi dado como contra do goleiro Valdir Appel). Com cinco vitórias e dois empates, o Fluminense iniciava a campanha que culminaria na conquista do título, no épico Fla-Flu de 15 de junho.

1973: numa autêntica zebra no Maracanã, o Fluminense perdeu por 2 a 0 para o Olaria, em jogo válido pelo Campeonato Carioca. Com três vitórias, três empates e duas derrotas, o Fluminense não começava bem na competição - no entanto, quatro meses depois, conquistaria o título, vencendo o Flamengo na decisão (vide 22 de agosto).

1974: em partida disputada no Maracanã, válida pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do Vasco, graças aos gols de Manfrini e Cafuringa. Foi somente a segunda vitória do Fluminense na competição - o Tricolor cumpria uma campanha ruim, e só se classificaria à segunda fase devido ao bizarro critério de renda. O Vasco terminaria campeão do torneio.

1975: diante de 109.705 pagantes no Maracanã, o Fluminense derrotou o Botafogo por 2 a 1, em partida válida pelo Campeonato Carioca. Os gols da vitória da Máquina Tricolor foram anotados por Rivellino e Manfrini, ambos nos primeiros minutos do jogo. O Fluminense e o America terminaram o primeiro turno empatados, com oito vitórias, dois empates e uma derrota. Seis dias depois, os rivais duelariam no Maracanã, no jogo extra para decidir a Taça Guanabara (vide 27 de abril).

1976: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Vasco, diante de 98.146 pagantes no Maracanã. Com seis vitórias, dois empates e uma derrota, a Máquina Tricolor iniciava a campanha que terminaria com a conquista do bicampeonato do Rio de Janeiro, em decisão contra o Vasco (vide 3 de outubro).

1977: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense goleou o America por 6 a 0, gols de Kléber, Cafuringa e Rivellino (quatro, um de falta).

1983: em amistoso disputado no Estádio Luiz Viana Filho, em Itabuna, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Itabuna, gol de Cristóvão.

1984: na quinta rodada da terceira fase do Campeonato Brasileiro, no Maracanã, o Fluminense venceu a Portuguesa de São Paulo por 4 a 2, graças aos gols de Romerito (dois, um de pênalti), Tato e Wilsinho. Com quatro vitórias e um empate, o Fluminense liderava sua chave, e já garantia sua classificação às quartas-de-final. O Tricolor caminhava para conquistar o segundo Campeonato Brasileiro de sua história (vide 24 e 27 de maio).

1998: em jogo disputado no Estádio de Laranjeiras, válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Friburguense, gol de Yan, cobrando pênalti.

2012: na semifinal do Troféu Luiz Penido, o Fluminense venceu o Macaé por 2 a 1, em Moça Bonita. Os gols tricolores foram de Lanzini e Marcos Júnior (o primeiro dele como profissional). Sete dias depois, o Fluminense venceria o Volta Redonda para levantar o troféu (vide 28 de abril). Nas semanas seguintes, o Tricolor enfrentaria o Botafogo para conquistar o Campeonato Carioca (vide 6 e 13 de maio).

2013: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, em São Januário, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Bangu, gols de Rhayner e Rafael Sobis.

****

Aniversariantes do dia:

Celeste Saspadini, o Celeste (1913), centroavante com 7 gols marcados em 25 jogos pelo Fluminense, entre os anos de 1938 e 1939. Participou das conquistas dos Campeonatos Cariocas de 1937 e 1938, e do Torneio Municipal de 1938.
Celeste, campeão pelo Flu.

Carlos Eduardo Duarte Ribeiro, o Carlinhos (1956), lateral-esquerdo revelado pelo Fluminense, campeão da Copa São Paulo de Juniores de 1973. Natural de São Gonçalo, Carlinhos marcou 2 gols em 122 jogos pelo time profissional tricolor, entre 1973 e 1979. Participou das conquistas dos Campeonatos Cariocas de 1975 e 1976, dos Torneios de Viña del Mar e de Paris em 1976, e das Copas Governador Faria Lima e Vale do Paraíba em 1977. É irmão do meia Kléber, também revelado pelo Fluminense.

Alexandre de Andrade, o Alexandre (1959), zagueiro com 5 gols marcados em 39 jogos pelo Fluminense, entre as temporadas de 1982 e 1983.

Flávio Roberto Severo Albano, o Flávio Roberto (1960), meio-campista gaúcho, natural de Dom Pedrito, com 1 gol marcado em 31 atuações pelo Fluminense, na temporada de 1983. Participou da conquista do Campeonato Carioca de 1983.

Carlos Roberto Cunha (1968), lateral-esquerdo paranaense, que integrou o plantel do Fluminense no segundo semestre de 1997, somando 6 atuações com a camisa tricolor.

Rogério Pinheiro dos Santos, o Rogério Pinheiro (1972), zagueiro natural de Angra dos Reis, com 3 gols marcados em 16 partidas pelo Fluminense, no primeiro semestre de 1996.

PCFilho

Resultados da Loteca - Concurso 796


Amigos e amigas, seguem abaixo os resultados dos jogos do concurso 796 da Loteca, a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Os jogos acontecem neste final de semana (sábado 21 e domingo 22). Os horários estão no fuso de Brasília:
1) Fluminense 1 x 0 Cruzeiro (domingo, 16:00, Maracanã)
2) Ceará 0 x 0 São Paulo (domingo, 16:00, Castelão)
3) Atlético Mineiro 2 x 1 Vitória (domingo, 16:00, Independência)
4) CRB 0 x 1 Vila Nova (sábado, 16:30, Rei Pelé)
5) Guarani 2 x 0 Sampaio Corrêa (sábado, 16:30, Brinco de Ouro)
6) Goiás 0 x 2 Figueirense (sábado, 16:30, Serra Dourada)
7) Grêmio 0 x 0 Atlético Paranaense (domingo, 19:00, Arena do Grêmio)
8) Palmeiras 1 x 0 Internacional (domingo, 16:00, Pacaembu)
9) Bahia 1 x 0 Santos (sábado, 16:00, Fonte Nova)
10) Flamengo 2 x 0 América MG (sábado, 19:00, Maracanã)
11) Criciúma 0 x 1 Ponte Preta (sábado, 19:00, Heriberto Hülse)
12) Avaí 2 x 2 Brasil de Pelotas (sábado, 16:30, Ressacada)
13) Paraná 0 x 4 Corinthians (domingo, 11:00, Durival Britto)
14) Chapecoense 1 x 1 Vasco (domingo, 16:00, Arena Condá)

A estimativa de prêmio para um apostador que acerte sozinho os 14 jogos é de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Os rateios dos prêmios para 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa Econômica Federal em seu site oficial, na tarde da segunda-feira 23.

Para conferir antecipadamente a grade com os 14 jogos do próximo concurso da Loteca, vide meu post Programação da Loteca - Concurso 797.

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos!

PCFilho

PS: estou escrevendo o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

Programação da Loteca - Concurso 797



Amigos e amigas, confiram a seguir a programação com as 14 partidas que compõem o concurso número 797 da Loteca, a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Elas serão disputadas no próximo final de semana (sábado 28, domingo 29 e segunda-feira 30):
1) Ceará x Flamengo (domingo, 16:00)
2) Internacional x Cruzeiro (domingo, 19:00)
3) Bahia x Atlético Paranaense (domingo, 16:00)
4) Juventude x Avaí (sábado, 16:30)
5) Ponte Preta x Londrina (sábado, 19:00)
6) São Bento x Goiás (sábado, 21:00)
7) Botafogo x Grêmio (sábado, 16:00)
8) América MG x Vitória (SORTEIO)
9) Fluminense x São Paulo (domingo, 16:00)
10) Atlético Mineiro x Corinthians (domingo, 16:00)
11) Paraná x Sport Recife (domingo, 16:00)
12) Vila Nova x Sampaio Corrêa (sábado, 16:30)
13) Joinville x Bragantino (domingo, 16:00)
14) Santa Cruz x ABC (sábado, 16:00)

Os bilhetes deste concurso 797 da Loteca poderão ser registrados a partir da manhã da segunda-feira 23, até as 14:00 de Brasília do sábado 28, em qualquer casa lotérica do território brasileiro. Recomendamos que os leitores registrem suas apostas com a máxima antecedência possível, a fim de evitar filas e outros transtornos.

Confiram aqui os porcentuais estimados das apostas para os 14 jogos. Os porcentuais são a base do método de apostas que explico no e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

Em cada um dos 14 jogos, o apostador deve escolher um dos três resultados possíveis: coluna 1 (vitória do mandante), coluna do meio (empate) ou coluna 2 (vitória do visitante). A aposta mínima na Loteca dá direito a um palpite duplo e custa R$ 2,00 (dois reais). Para cada palpite duplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 2. Para cada palpite triplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 3. Abaixo, a tabela com as apostas possíveis e seus respectivos preços:

Abaixo, a seção dos comentários está sempre aberta para que vocês façam suas observações. Qual será a grande zebra deste concurso 797? Qual time não perderá de jeito nenhum? Qual será o seu jogo? Esperamos as suas opiniões! Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros! Apostem com moderação, e boa sorte rumo aos 14 acertos!

PCFilho