quarta-feira, 26 de abril de 2017

Palpites da Loteca - Concurso 747


Amigos e amigas, seguem abaixo os porcentuais estimados de apostas nas 14 partidas que compõem o concurso número 747 da Loteca. Em cada jogo, o primeiro porcentual refere-se à vitória do time mandante, o segundo porcentual refere-se ao empate, e o terceiro porcentual refere-se à vitória do time visitante:
1) Fluminense x Flamengo (30% 45% 25%)
2) Cruzeiro x Atlético Mineiro (50% 35% 15%)
3) Internacional x Novo Hamburgo (55% 30% 15%)
4) Paysandu x Remo (55% 35% 10%)
5) Bahia x Vitória (30% 40% 30%)
6) Londrina x Cianorte (70% 20% 10%)
7) Avaí x Chapecoense (25% 35% 40%)
8) CRB x CSA (60% 35% 5%)
9) Treze x Botafogo PB (30% 35% 35%)
10) São Raimundo PA x Independente PA (70% 20% 10%)
11) Ceilândia x Brasiliense (35% 30% 35%)
12) Atlético Paranaense x Coritiba (55% 25% 20%)
13) Sport Recife x Santa Cruz (75% 15% 10%)
14) Ponte Preta x Corinthians (55% 30% 15%)

As apostas neste concurso podem ser registradas até as 14:00 de Brasília do sábado 29. A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos no concurso 747 da Loteca é de R$ 300.000,00 (trezentos reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa Econômica Federal em seu site, na tarde da terça-feira, dia 2 de maio.

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos! Apostem com moderação!

PCFilho

PS: estou terminando de escrever o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

História - Peñarol x Times Brasileiros


O Peñarol, um dos clubes mais tradicionais do futebol sul-americano, tem um longo histórico de duelos contra times do Brasil. Foram até hoje 219 jogos contra equipes brasileiras: Internacional (29), Palmeiras (22), Santos (22), Grêmio (20), Vasco (17), Flamengo (13), São Paulo (13), Fluminense (9), Botafogo (8), Corinthians (7), Cruzeiro (6), America (6), Atlético Mineiro (5), Avaí (4), São Caetano (4), Brasil de Pelotas (3), Bangu (3), Goiás (2), Atlético Paranaense (2), Paysandu (2), Cruzeiro de Porto Alegre (2), Bagé (2), Pelotas (2), São Luiz de Ijuí (1), Novo Hamburgo (1), Ferroviário de Curitiba (1), Náutico (1), Santa Cruz (1), Ceará (1), Remo (1), Comercial de Ribeirão Preto (1), Portuguesa Santista (1), Portuguesa (1), São Cristóvão (1), além de Seleções Estaduais (4) e da Seleção Brasileira (1).

Abaixo, estão detalhados os históricos de confrontos do Peñarol contra cada equipe brasileira.

Peñarol x Internacional:
29 jogos, 8 vitórias do Peñarol, 10 empates e 11 vitórias do Internacional:
09/04/1950 - Internacional 1 x 3 Peñarol - Eucaliptos (Porto Alegre)
15/04/1950 - Internacional 4 x 6 Peñarol - Eucaliptos (Porto Alegre)
30/09/1953 - Peñarol 1 x 2 Internacional - Centenário (Montevideo)
28/03/1954 - Peñarol 2 x 2 Internacional - Centenário (Montevideo)
04/04/1954 - Internacional 2 x 2 Peñarol - Eucaliptos (Porto Alegre)
18/05/1955 - Peñarol 3 x 3 Internacional - Centenário (Montevideo)
04/12/1955 - Internacional 0 x 2 Peñarol - Eucaliptos (Porto Alegre)
19/06/1959 - Peñarol 0 x 0 Internacional - Centenário (Montevideo)
25-26/08/1959 - Internacional * x * Peñarol -  Eucaliptos (Porto Alegre)*
07/03/1964 - Peñarol 2 x 3 Internacional - Centenário (Montevideo)
11/03/1964 - Internacional 2 x 1 Peñarol - Eucaliptos (Porto Alegre)
16/06/1968 - Internacional 1 x 0 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
13/04/1969 - Internacional 4 x 0 Peñarol - Beira-Rio (Porto Alegre)
19/03/1972 - Peñarol 1 x 0 Internacional - Centenário (Montevideo)**
23/03/1972 - Internacional 1 x 0 Peñarol - Beira-Rio (Porto Alegre)
13/08/1973 - Internacional 0 x 1 Peñarol - Karaiskakis (Pireu, Grécia)
16/02/1982 - Peñarol 1 x 1 Internacional [PK 3 x 1] - Centenário (Montevideo)
02/05/1982 - Internacional 1 x 1 Peñarol - Beira-Rio (Porto Alegre)
17/08/1983 - Internacional 1 x 1 Peñarol - Mestalla (Valencia, Espanha)
05/04/1989 - Internacional 6 x 2 Peñarol - Beira-Rio (Porto Alegre)
11/04/1989 - Peñarol 1 x 2 Internacional - Centenário (Montevideo)
21/04/1994 - Internacional 2 x 0 Peñarol - Beira-Rio (Porto Alegre)
14/07/1998 - Peñarol 2 x 2 Internacional - Atilio Paiva Olivera (Rivera)
04/07/2010 - Peñarol 0 x 0 Internacional [PK 1 x 2] - Atilio Paiva Olivera (Rivera)
28/04/2011 - Peñarol 1 x 1 Internacional - Centenário (Montevideo)
04/05/2011 - Internacional 1 x 2 Peñarol - Beira-Rio (Porto Alegre)
06/04/2014 - Internacional 2 x 1 Peñarol - Beira-Rio (Porto Alegre)
* Estava programado um duelo entre Internacional e Peñarol para o dia 25 de agosto de 1959, para a disputa da Copa Governador Leonel Brizola. Devido ao mau tempo em Porto Alegre, o jogo foi adiado para o dia seguinte. Como as fortes chuvas persistiram, o prélio foi cancelado.
** O jogo de 19 de março de 1972 estava 1 a 0 para o Internacional, quando o árbitro expulsou todos os jogadores colorados, registrando na súmula vitória do Peñarol por insuficiência numérica.

Peñarol x Palmeiras:
22 jogos, 3 vitórias do Peñarol, 9 empates e 10 vitórias do Palmeiras:
Lista de resultados no post História - Palmeiras x Peñarol.

Peñarol x Santos:
22 jogos, 6 vitórias do Peñarol, 6 empates e 10 vitórias do Santos:
Lista de resultados no post História - Santos x Peñarol.

Peñarol x Grêmio:
20 jogos, 6 vitórias do Peñarol, 6 empates e 8 vitórias do Grêmio:
12/04/1950 - Grêmio 2 x 3 Peñarol - Baixada (Porto Alegre)
13/03/1963 - Peñarol 5 x 4 Grêmio - Centenário (Montevideo)
09/06/1968 - Peñarol 0 x 1 Grêmio - Centenário (Montevideo)
29/01/1973 - Grêmio 0 x 1 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
04/02/1975 - Grêmio 2 x 1 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
27/08/1982 - Peñarol 1 x 0 Grêmio - Centenário (Montevideo)
17/09/1982 - Grêmio 3 x 1 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
22/07/1983 - Peñarol 1 x 1 Grêmio - Centenário (Montevideo)
10/06/1984 - Grêmio 0 x 0 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
07/10/1993 - Peñarol 1 x 0 Grêmio - Centenário (Montevideo)
14/10/1993 - Grêmio 2 x 0 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)*
23/04/1994 - Grêmio 2 x 2 Peñarol [PK 4 x 5] - Beira-Rio (Porto Alegre)
27/08/1997 - Grêmio 1 x 1 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
15/10/1997 - Peñarol 3 x 2 Grêmio - Centenário (Montevideo)
16/07/1998 - Peñarol 2 x 2 Grêmio - Atilio Paiva Olivera (Rivera)
19/07/1998 - Grêmio 2 x 1 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
17/07/2001 - Grêmio 4 x 1 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
18/02/2003 - Peñarol 2 x 2 Grêmio - Centenário (Montevideo)
02/04/2003 - Grêmio 4 x 1 Peñarol - Olímpico (Porto Alegre)
* A partida de 14 de outubro de 1993, pelas oitavas-de-final da Supercopa da Libertadores, foi uma das mais violentas da história do futebol sul-americano, a ponto de ter oito jogadores expulsos, quatro de cada time: Pingo, Carlos Miguel, Jamir e Fabinho (do Grêmio), e Lima, Gutiérrez, Perdomo e Gerardo Rabajda (do Peñarol). Ao fim do jogo, inconformados com a eliminação, os atletas uruguaios cercaram o árbitro colombiano J. J. Torres, e começou uma pancadaria generalizada, entre os jogadores e a Brigada Militar gaúcha. O Peñarol pediu à Conmebol a anulação da partida, sem sucesso.

Peñarol x Vasco:
17 jogos, 4 vitórias do Peñarol, 4 empates e 9 vitórias do Vasco:
04/02/1947 - Peñarol 0 x 0 Vasco - Centenário (Montevideo)
08/04/1951 - Peñarol 0 x 3 Vasco - Centenário (Montevideo)
22/04/1951 - Vasco 2 x 0 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
16/01/1958 - Peñarol 1 x 3 Vasco - Centenário (Montevideo)
09/04/1963 - Vasco 3 x 2 Peñarol - Nacional (Santiago, Chile)
04/03/1967 - Vasco 2 x 1 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
03/09/1967 - Peñarol 3 x 1 Vasco - Ramón de Carranza (Cádiz, Espanha)
20/02/1982 - Peñarol 0 x 1 Vasco - Centenário (Montevideo)*
15/02/1983 - Peñarol 2 x 1 Vasco - Guillermo Soto Rosa (Mérida, Venezuela)
20/06/1997 - Vasco 3 x 1 Peñarol - São Januário (Rio de Janeiro)
11/07/1997 - Peñarol 1 x 1 Vasco - Centenário (Montevideo)
29/07/1999 - Peñarol 2 x 1 Vasco - Centenário (Montevideo)
31/08/1999 - Vasco 1 x 1 Peñarol - São Januário (Rio de Janeiro)
01/08/2000 - Peñarol 4 x 3 Vasco - Centenário (Montevideo)
07/09/2000 - Vasco 1 x 1 Peñarol - São Januário (Rio de Janeiro)
05/04/2001 - Vasco 2 x 1 Peñarol - São Januário (Rio de Janeiro)
02/05/2001 - Peñarol 1 x 3 Vasco - Centenário (Montevideo)
* No jogo de 20 de fevereiro de 1982, decisão do Torneio Quadrangular de Montevideo, houve empate em 0 a 0 no tempo regulamentar, e vitória do Vasco por 1 a 0 na prorrogação. Está sendo contabilizado o resultado da soma de tempo normal e tempo extra: Vasco 1 a 0.

Peñarol x Flamengo:
13 jogos, 5 vitórias do Peñarol, 2 empates e 6 vitórias do Flamengo:
02/04/1933 - Peñarol 2 x 3 Flamengo - Centenário (Montevideo)
09/04/1933 - Peñarol 1 x 1 Flamengo - Centenário (Montevideo)
19/04/1955 - Peñarol 2 x 3 Flamengo - Centenário (Montevideo)
10/07/1955 - Flamengo 2 x 1 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
23/01/1959 - Flamengo 0 x 2 Peñarol - Nacional (Lima, Peru)
01/03/1970 - Flamengo 0 x 0 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
26/02/1981 - Peñarol 0 x 3 Flamengo - Domingo Burgueño Miguel (Maldonado)
19/10/1982 - Peñarol 1 x 0 Flamengo - Centenário (Montevideo)
16/11/1982 - Flamengo 0 x 1 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
30/06/1983 - Flamengo 2 x 0 Peñarol - San Siro (Milano, Itália)
25/11/1999 - Flamengo 3 x 0 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
09/12/1999 - Peñarol 3 x 2 Flamengo - Centenário (Montevideo)
08/02/2006 - Peñarol 2 x 1 Flamengo - Centenário (Montevideo)

Peñarol x São Paulo:
13 jogos, 4 vitórias do Peñarol, 2 empates e 7 vitórias do São Paulo:
24/12/1944 - Peñarol 5 x 0 São Paulo - Centenário (Montevideo)
29/01/1963 - Peñarol 3 x 5 São Paulo - Centenário (Montevideo)
13/06/1970 - São Paulo 2 x 0 Peñarol - Morumbi (São Paulo)
25/11/1970 - Peñarol 0 x 2 São Paulo - Centenário (Montevideo)
01/02/1975 - São Paulo 2 x 0 Peñarol - Morumbi (São Paulo)
25/01/1978 - São Paulo 5 x 1 Peñarol - Morumbi (São Paulo)
20/08/1982 - Peñarol 1 x 0 São Paulo - Centenário (Montevideo)
14/09/1982 - São Paulo 0 x 1 Peñarol - Morumbi (São Paulo)
13/08/1992 - São Paulo 2 x 2 Peñarol [PK 5 x 4] - Riazor (La Coruña, Espanha)
14/12/1994 - São Paulo 6 x 1 Peñarol - Morumbi (São Paulo)
21/12/1994 - Peñarol 3 x 0 São Paulo - Centenário (Montevideo)
25/07/2001 - São Paulo 3 x 0 Peñarol - Morumbi (São Paulo)
12/09/2001 - Peñarol 1 x 1 São Paulo - Centenário (Montevideo)

Peñarol x Fluminense:
9 jogos, 6 vitórias do Peñarol, 1 empate e 2 vitórias do Fluminense:
21/12/1944 - Peñarol 4 x 1 Fluminense - Centenário (Montevideo)
29/05/1949 - Peñarol 1 x 1 Fluminense - Centenário (Montevideo)
31/01/1953 - Peñarol 2 x 0 Fluminense - Centenário (Montevideo)
29/07/1953 - Fluminense 0 x 1 Peñarol - Laranjeiras (Rio de Janeiro)
21/02/1954 - Peñarol 3 x 0 Fluminense - Centenário (Montevideo)
29/06/1958 - Peñarol 2 x 3 Fluminense - Centenário (Montevideo)
22/01/1964 - Peñarol 1 x 0 Fluminense - Centenário (Montevideo)
09/07/1965 - Fluminense 1 x 3 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
* A partida do dia 20 de julho de 1952 foi válida pela fase de grupos do Mundial de Clubes. Diante de 63.536 pessoas no Maracanã, o Fluminense venceu por 3 a 0, gols de Marinho (2) e Orlando Pingo de Ouro. A partida foi realizada na véspera do 50º aniversário do Fluminense, e o Peñarol gentilmente presenteou o clube tricolor com uma placa de homenagem ao cinqüentenário - que está até hoje exposta na sede do clube, em Laranjeiras.

Peñarol x Botafogo:
8 jogos, 2 vitórias do Peñarol, 4 empates e 2 vitórias do Botafogo:
23/01/1953 - Peñarol 0 x 1 Botafogo - Centenário (Montevideo)*
12/01/1963 - Peñarol 2 x 1 Botafogo - Centenário (Montevideo)
09/02/1963 - Peñarol 1 x 0 Botafogo - Centenário (Montevideo)
28/01/1967 - Botafogo 0 x 0 Peñarol - Olímpico (Caracas, Venezuela)
01/03/1973 - Botafogo 4 x 1 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
14/03/1973 - Peñarol 2 x 2 Botafogo - Centenário (Montevideo)
22/09/1993 - Peñarol 1 x 1 Botafogo - Centenário (Montevideo)**
30/09/1993 - Botafogo 2 x 2 Peñarol [PK 3 x 1] - Maracanã (Rio de Janeiro)**
* O jogo de 23 de janeiro de 1953, pela Copa Montevideo, foi interrompido aos 10 minutos do segundo tempo, após uma grande confusão no gramado, quando o placar apontava 1 a 0 para o Botafogo. Os 35 minutos restantes foram agendados para o dia 14 de fevereiro, após a última rodada da competição, com portões fechados. Porém, o Botafogo não compareceu. Considerei a vitória do Botafogo por 1 a 0 como placar do jogo.
** As partidas de 22 e 30 de setembro de 1993 foram pela decisão da Copa Conmebol. Após dois empates, o Botafogo sagrou-se campeão ao vencer na definição por pênaltis.

Peñarol x Corinthians:
7 jogos, 1 vitória do Peñarol, 3 empates e 3 vitórias do Corinthians:
24/07/1952 - Corinthians 2 x 1 Peñarol - Pacaembu (São Paulo)*
03/07/1955 - Corinthians 2 x 2 Peñarol - Pacaembu (São Paulo)
29/01/1970 - Peñarol 0 x 0 Corinthians - Centenário (Montevideo)
29/06/1972 - Corinthians 3 x 1 Peñarol - Municipal Vivero (Badajoz, Espanha)
05/10/1982 - Peñarol 3 x 2 Corinthians - Centenário (Montevideo)
01/09/1998 - Corinthians 1 x 1 Peñarol - Pacaembu (São Paulo)
14/10/1998 - Peñarol 0 x 2 Corinthians - Centenário (Montevideo)
* O jogo mais importante (e violento) deste duelo foi a vitória do Corinthians por 2 a 1, em 24 de julho de 1952, pela semifinal do Mundial de Clubes. Quando o uruguaio Romero Rodríguez agrediu Carbone e foi expulso, ainda no primeiro tempo, começou uma confusão generalizada no gramado, só contida após intervenção da polícia. No fim do jogo, houve mais sururu. Estava prevista a disputa de um segundo jogo no dia 27, mas o Peñarol não quis disputá-lo, após a batalha campal do dia 24 - além disso, os uruguaios queriam que a partida fosse realizada no Maracanã, em vez do Pacaembu, como mandava a tabela.

Peñarol x Cruzeiro:
6 jogos, 2 vitórias do Peñarol, 2 empates e 2 vitórias do Cruzeiro:
18/06/1967 - Cruzeiro 1 x 0 Peñarol - Mineirão (Belo Horizonte)
05/07/1967 - Peñarol 3 x 2 Cruzeiro - Centenário (Montevideo)
20/01/1971 - Peñarol 1 x 0 Cruzeiro - Centenário (Montevideo)*
17/04/1971 - Cruzeiro 2 x 2 Peñarol - Revolución (Cidade do Panamá)
10/08/1975 - Cruzeiro 3 x 3 Peñarol [PK 1 x 2] - Riazor (La Coruña, Espanha)**
06/08/1993 - Cruzeiro 3 x 0 Peñarol - Estádio das Antas (Porto, Portugal)
* O jogo de 20 de janeiro de 1971 não chegou ao fim, porque o árbitro uruguaio Ramón Barreto expulsou todo o time do Cruzeiro, na confusão formada após o Peñarol abrir o placar, com um gol de Castronovo aos 39 minutos do primeiro tempo. Os cruzeirenses reclamaram de impedimento no lance. O primeiro expulso foi Vanderlei, por ofensas morais; logo depois, também Brito foi expulso, pelo mesmo motivo. Como o Cruzeiro se recusava a reiniciar o jogo, Barreto expulsou os nove jogadores restantes do time e deu a partida por encerrada.
** O jogo de 10 de agosto de 1975 foi a decisão do Troféu Teresa Herrera. Após empate em 2 a 2 no tempo normal, houve prorrogação, que terminou empatada em 1 a 1. Na definição por pênaltis, o Peñarol venceu por 2 a 1, e ficou com a taça.

Peñarol x America:
6 jogos, 3 vitórias do Peñarol, 1 empate e 2 vitórias do America:
10/03/1929 - Peñarol 1 x 1 America - Pocitos (Montevideo)*
18/07/1951 - Peñarol 1 x 3 America - Centenário (Montevideo)
27/04/1952 - Peñarol 1 x 0 America - Centenário (Montevideo)
19/04/1953 - Peñarol * x * America - Centenário (Montevideo)**
09/02/1954 - Peñarol 4 x 0 America - Centenário (Montevideo)
29/06/1955 - America 4 x 1 Peñarol - São Januário (Rio de Janeiro)
05/01/1959 - Peñarol 4 x 2 America - Centenário (Montevideo)***
* O America, campeão carioca de 1928, recebeu convite da Associação de Futebol da Argentina para realizar seis partidas na Argentina e no Uruguai. De acordo com "Campos Sales, 118 - A História do America", o clube carioca teve sete reforços de outros quadros brasileiros para a excursão: Feitiço, Siriri, Camarão e Evangelista (do Santos), Grané (do Corinthians), Espanhol (do Vasco) e Nilo (do Botafogo). No empate com o Peñarol, o America jogou com Joel; Grané e Espanhol; Hermógenes, Floriano e Walter; Nilo, Mineiro (Oswaldinho), Feitiço, Siriri e Celso. O gol que empatou o jogo para o America foi marcado por Grané, cobrando pênalti, nos minutos finais. O público da partida foi estimado em 12.000 pessoas.
** America e Peñarol chegaram a acertar a realização de um amistoso para o domingo, 19 de abril de 1953. No entanto, o duelo foi cancelado, porque o Peñarol pediu um adiamento e o America não pôde atender.
*** Nos primeiros dias de 1959, o America deu incrível demonstração de força nos países vizinhos: no dia 4 de janeiro, venceu o River Plate por 2 a 0 em Buenos Aires; menos de 24 horas depois, perdeu por 4 a 2 para o Peñarol em Montevideo, mas manteve o 0 a 0 no primeiro tempo, tendo cedido ao cansaço na etapa complementar; no dia 7, derrotou o Nacional por 2 a 1 no Centenário.

Peñarol x Atlético Mineiro:
5 jogos, 3 empates e 2 vitórias do Atlético Mineiro:
26/03/1972 - Atlético Mineiro 1 x 1 Peñarol - Mineirão (Belo Horizonte)
23/08/2000 - Atlético Mineiro 2 x 1 Peñarol - Mineirão (Belo Horizonte)
27/09/2000 - Peñarol 2 x 2 Atlético Mineiro - Centenário (Montevideo)
26/03/2008 - Atlético Mineiro 1 x 1 Peñarol - Mineirão (Belo Horizonte)
21/01/2009 - Peñarol 1 x 4 Atlético Mineiro - Centenário (Montevideo)

Peñarol x Avaí:
4 jogos, 1 vitória do Peñarol, 1 empate e 2 vitórias do Avaí:
01/02/1973 - Avaí 0 x 2 Peñarol - Adolfo Konder (Florianópolis)
03/02/1973 - Avaí 1 x 0 Peñarol - Hercílio Luz (Itajaí)
21/02/1973 - Peñarol 3 x 3 Avaí - Centenário (Montevideo)*
15/01/1974 - Avaí 1 x 0 Peñarol - Adolfo Konder (Florianópolis)
* A partida de 21 de fevereiro de 1973 estava marcada para a véspera, mas foi adiada em função das fortes chuvas na capital do Uruguai.

Peñarol x São Caetano:
4 jogos, 1 vitória do Peñarol, 2 empates e 1 vitória do São Caetano:
09/05/2002 - Peñarol 1 x 0 São Caetano - Centenário (Montevideo)
14/05/2002 - São Caetano 2 x 1 Peñarol [PK 3 x 1] - Anacleto Campanella (São Caetano do Sul)
02/03/2004 - Peñarol 1 x 1 São Caetano - Centenário (Montevideo)
08/04/2004 - São Caetano 1 x 1 Peñarol - Anacleto Campanella (São Caetano do Sul)

Peñarol x Brasil de Pelotas:
3 jogos, 1 vitória do Peñarol e 2 vitórias do Brasil de Pelotas:
21/03/1950 - Peñarol 7 x 1 Brasil de Pelotas - Centenário (Montevideo)
19/10/1977 - Brasil de Pelotas 1 x 0 Peñarol - Bento Freitas (Pelotas)
31/07/2005 - Brasil de Pelotas 1 x 0 Peñarol - Bento Freitas (Pelotas)

Peñarol x Bangu:
3 jogos, 2 vitórias do Peñarol e 1 empate:
01/07/1951 - Peñarol 2 x 2 Bangu - Centenário (Montevideo)
08/07/1951 - Peñarol 2 x 0 Bangu - Centenário (Montevideo)
29/01/1964 - Peñarol 2 x 0 Bangu - Centenário (Montevideo)

Peñarol x Goiás:
2 jogos, 1 vitória do Peñarol e 1 vitória do Goiás:
13/10/2010 - Goiás 1 x 0 Peñarol - Serra Dourada (Goiânia)
20/10/2010 - Peñarol 3 x 2 Goiás - Centenário (Montevideo)

Peñarol x Atlético Paranaense:
2 jogos, 1 vitória do Peñarol e 1 empate:
25/01/1973 - Atlético Paranaense 1 x 2 Peñarol - Belfort Duarte (Curitiba)*
25/01/2017 - Atlético Paranaense 0 x 0 Peñarol - Arena da Baixada (Curitiba)
* O Estádio Couto Pereira se chamava Belfort Duarte em 1973. A partida de 25 de janeiro de 1973, pelo Torneio Atlântico-Sul, terminou em pancadaria generalizada no gramado.

Peñarol x Paysandu:
2 jogos, 2 vitórias do Paysandu:
18/07/1965 - Paysandu 3 x 0 Peñarol - Curuzu (Belém)*
27/07/1992 - Paysandu 4 x 0 Peñarol - Mangueirão (Belém)
* O jogo de 18 de julho de 1965 foi uma impressionante vitória do Paysandu sobre o Peñarol, então vice-campeão da Copa Libertadores. Os gols do triunfo do Papão da Curuzu foram marcados por Hércio, Mílton Dias e Pau Preto. O goleiro do Paysandu neste jogo foi o lendário Carlos Castilho, mito do Fluminense e da Seleção Brasileira. A vitória é citada no hino popular do Paysandu: "até o Peñarol veio aqui pra padecer". A atuação de Mílton Dias foi tão boa que ele foi comprado pelo clube uruguaio, na maior transação do futebol do norte do Brasil até então.

Peñarol x Cruzeiro de Porto Alegre:
2 jogos, 1 vitória do Peñarol e 1 empate:
13/04/1950 - Cruzeiro PoA 2 x 2 Peñarol - Montanha (Porto Alegre) 
23/07/2015 - Peñarol 3 x 1 Cruzeiro PoA  - Atílio Paiva Olivera (Rivera)
Obs.: o Cruzeiro PoA jogou contra um combinado de Peñarol e Nacional no dia 25/08/1953 - Combinado Peñarol-Nacional 2 x 0 Cruzeiro PoA - Centenário (Montevideo).

Peñarol x Bagé:
2 jogos, 1 vitória do Peñarol e 1 empate:
28/09/1954 - Peñarol 3 x 2 Bagé - Centenário (Montevideo)*
20/06/1981 - Bagé 1 x 1 Peñarol - Pedra Moura (Bagé)**
* O jogo de 28 de setembro de 1954 foi um amistoso comemorativo do 63º aniversário do Peñarol. No primeiro tempo, o Bagé atuou com a tradicional camisa aurinegra do Peñarol, enquanto o Peñarol jogou com o uniforme original do CURCC, precursor do clube de Montevideo.
** No amistoso de 20 de junho de 1981, o árbitro Orion Sather de Melo suspendeu a partida quando faltavam dois minutos para o término, devido à confusão envolvendo atletas das duas equipes.

Peñarol x Pelotas:
2 jogos, 2 vitórias do Pelotas:
25/08/1940 - Pelotas 1 x 0 Peñarol - Boca do Lobo (Pelotas)*
13/12/2000 - Peñarol 0 x 4 Pelotas - Arquitecto Antonio Ubilla (Ciudad de Melo)
* Segundo relatos, após o gol do Pelotas, o Peñarol teria se retirado do campo em protesto.

Peñarol x São Luiz de Ijuí:
1 jogo, 1 vitória do São Luiz de Ijuí:
19/10/1973 - São Luiz de Ijuí 1 x 0 Peñarol - Estádio 19 de Outubro (Ijuí)

Peñarol x Novo Hamburgo:
1 jogo, 1 vitória do Peñarol:
19/06/1964 - Peñarol 3 x 0 Floriano - (Montevideo)*
* O Novo Hamburgo chamou-se Floriano entre 1942 e 1967.

Peñarol x Ferroviário de Curitiba:
1 jogo, 1 empate:
24/04/1960 - Ferroviário PR 2 x 2 Peñarol - Durival Britto (Curitiba)*
* O Ferroviário de Curitiba bancou a vinda do Peñarol à cidade, e obteve um ótimo resultado na Vila Capanema, diante do bom público de 7.690 pessoas: empate em 2 a 2 com o time que seria o primeiro campeão da Copa Libertadores, nos meses seguintes.

Peñarol x Náutico:
1 jogo, 1 vitória do Peñarol:
16/04/1955 - Peñarol 6 x 0 Náutico - Centenário (Montevideo)

Peñarol x Santa Cruz:
1 jogo, 1 vitória do Peñarol:
15/06/1995 - Santa Cruz 0 x 1 Peñarol - Arruda (Recife)

Peñarol x Ceará:
1 jogo, 1 vitória do Peñarol:
18/07/1996 - Ceará 1 x 2 Peñarol - (Fortaleza)

Peñarol x Remo:
1 jogo, 1 vitória do Peñarol:
16/07/1996 - Remo 0 x 1 Peñarol - Baenão (Belém)

Peñarol x Comercial de Ribeirão Preto:
1 jogo, 1 empate:
14/07/1965 - Comercial SP 1 x 1 Peñarol - Palma Travassos (Ribeirão Preto)

Peñarol x Portuguesa Santista:
1 jogo, 1 vitória do Peñarol:
09/03/1967 - Portuguesa Santista 3 x 5 Peñarol - Ulrico Mursa (Santos)

Peñarol x Portuguesa:
1 jogo, 1 vitória da Portuguesa:
05/06/1970 - Portuguesa 2 x 0 Peñarol - Palestra Itália (São Paulo)

Peñarol x São Cristóvão:
1 jogo, 1 vitória do Peñarol:
11/09/1937 - Peñarol 4 x 2 São Cristóvão - Centenário (Montevideo)

Peñarol x Seleções Estaduais:
4 jogos, 2 vitórias do Peñarol, 1 empate e 1 vitória das seleções estaduais:
21/07/1965 - Combinado Paysandu-Tuna Luso 1 x 1 Peñarol - Curuzu (Belém)
25/07/1965 - Seleção Cearense 0 x 2 Peñarol - Presidente Vargas (Fortaleza)
01/08/1965 - Seleção Pernambucana 1 x 2 Peñarol - Ilha do Retiro (Recife)
18/01/1974 - Seleção Gaúcha do Interior 2 x 1 Peñarol - Paulo Coutinho (Carazinho)
Obs.: algumas fontes erram ao apontar jogos do Peñarol contra a Seleção Paulista, em 23 e 25 de agosto de 1955. Os jogos aconteceram, mas não foram do Peñarol, e sim de um combinado Peñarol-Nacional. Valeram a Copa Artigas:
23/08/1955 - Combinado Peñarol-Nacional 0 x 1 Seleção Paulista - Centenário (Montevideo)
25/08/1955 - Combinado Peñarol-Nacional 0 x 1 Seleção Paulista - Centenário (Montevideo)

Peñarol x Seleção Brasileira:
1 jogo, 1 vitória da Seleção Brasileira:
08/12/1932 - Peñarol 0 x 1 Seleção Brasileira - Centenário (Montevideo)*
* Após conquistar a Copa Rio Branco com vitória de 2 a 1 sobre a Seleção do Uruguai, a Seleção Brasileira disputou amistosos com Peñarol e Nacional, e venceu ambos (por 1 a 0 e 2 a 1, respectivamente). A vitória sobre o Peñarol veio com um gol de Jarbas, faltando dois minutos para o término do jogo.

****

Observação I: o Peñarol também já enfrentou clubes de outros países em solo brasileiro:
12/07/1952 - Peñarol 1 x 0 Grasshopper-Club - Maracanã (Rio de Janeiro)
16/07/1952 - Peñarol 3 x 1 Sporting Lisboa - Maracanã (Rio de Janeiro)
26/06/1955 - Benfica 2 x 0 Peñarol - Maracanã (Rio de Janeiro)
02/02/1975 - Peñarol 4 x 1 San Lorenzo - Morumbi (São Paulo)

****

Observação II: um grupo de jogadores uruguaios excursionou pelo Brasil em 1928, apresentando-se como "Peñarol Universitário". Quando os dirigentes do Peñarol souberam do uso indevido do nome do clube, enviaram uma carta à CBD esclarecendo que aqueles atletas nada tinham a ver com o tradicional quadro de Montevideo. Os jogos do "Peñarol Universitário", naturalmente, não aparecem nas listas acima. Os sites flamenguistas precisam corrigir suas listas, pois o jogo de 07/09/1928 - Flamengo 2 x 1 Peñarol, na Rua Paysandu - foi contra esse "Peñarol pirata".

****

Observação III: há relatos de um empate entre Peñarol e Guarany de Bagé, no Estádio Centenário, em Montevideo. Porém, não encontrei nem a data, nem o placar do suposto duelo.

PCFilho

Fichas Técnicas: Grêmio x Novo Hamburgo (semifinal do Campeonato Gaúcho)

Wesley Santos (Agência PressDigital).

16/04/2017 - Grêmio 1 x 1 Novo Hamburgo - Arena do Grêmio (Porto Alegre)
Motivo: Campeonato Gaúcho 2017, semifinal, jogo de ida.
Público: 17.905 presentes (15.978 pagantes).
Renda: R$ 645.873,00.
Árbitro: Diego Almeida Real (RS).
Auxiliares: Élio Nepomuceno Júnior (RS) e Leirson Peng Martins (RS).
Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Ramiro, Maicon e Leonardo Moura (Lucas Barrios); Luan, Miller Bolaños (Lincoln) e Pedro Rocha (Éverton). Técnico: Renato Gaúcho.
Novo Hamburgo: Matheus Cavichioli; Léo (Renan Ribeiro), Júlio Santos, Pablo e Assis; Amaral, Jardel, Preto (Tiago Ott) e Juninho Silva; Branquinho (Lucas Santos) e João Paulo. Técnico: Beto Campos.
Gols:
1-0: Ramiro, aos 2 do 2º tempo;
1-1: Juninho Silva, aos 11 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Leonardo Moura e Kannemann (Grêmio); Amaral, Assis, Jardel, Lucas Santos, João Paulo, Léo e Pablo (Novo Hamburgo).

****

23/04/2017 - Novo Hamburgo 1 x 1 Grêmio [PK 7 x 6] - Estádio do Vale (Novo Hamburgo)
Motivo: Campeonato Gaúcho 2017, semifinal, jogo de volta.
Público: 2.350 presentes (2.150 pagantes).
Renda: R$ 118.860,00.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).
Auxiliares: José Eduardo Calza (RS) e Alexandre Kleiniche (RS).
Novo Hamburgo: Matheus Cavichioli; Léo, Júlio Santos, Pablo e Assis; Amaral, Renan Ribeiro, Preto e Juninho Silva; Branquinho (Lucas Santos) e João Paulo. Técnico: Beto Campos.
Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson (Lucas Barrios), Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Ramiro e Leonardo Moura (Lincoln); Luan, Miller Bolaños (Arthur) e Pedro Rocha. Técnico: Renato Gaúcho.
Gols:
0-1: Lucas Barrios, aos 20 do 2º tempo;
1-1: Júlio Santos, aos 28 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Júlio Santos, Renan Ribeiro, Pablo e Preto (Novo Hamburgo); Ramiro, Edílson e Leonardo Moura (Grêmio).
Definição por pênaltis:
1ª: Maicon cobrou e converteu para o Grêmio (0-1);
2ª: João Paulo cobrou e converteu para o Novo Hamburgo (1-1);
3ª: Lucas Barrios cobrou e converteu para o Grêmio (1-2);
4ª: Preto cobrou na trave (1-2);
5ª: Lincoln cobrou para fora (1-2);
6ª: Assis cobrou e Marcelo Grohe defendeu (1-2);
7ª: Pedro Rocha cobrou e Matheus Cavichioli defendeu (1-2);
8ª: Léo cobrou e converteu para o Novo Hamburgo (2-2);
9ª: Luan cobrou e converteu para o Grêmio (2-3);
10ª: Pablo cobrou e converteu para o Novo Hamburgo (3-3);
11ª: Marcelo Oliveira cobrou e converteu para o Grêmio (3-4);
12ª: Júlio Santos cobrou e converteu para o Novo Hamburgo (4-4);
13ª: Ramiro cobrou e converteu para o Grêmio (4-5);
14ª: Juninho Silva cobrou e converteu para o Novo Hamburgo (5-5);
15ª: Arthur cobrou e converteu para o Grêmio (5-6);
16ª: Renan Ribeiro cobrou e converteu para o Novo Hamburgo (6-6);
17ª: Kannemann cobrou e Matheus Cavichioli defendeu (6-6);
18ª: Amaral converteu para o Novo Hamburgo (7-6, placar final).

****

Com os dois empates com bola rolando e a vitória na disputa de pênaltis, o Novo Hamburgo está classificado para a decisão do Campeonato Gaúcho de 2017, em que enfrentará o Internacional de Porto Alegre.

****

Abaixo, os resultados dos últimos 15 duelos entre Grêmio e Novo Hamburgo pelo Campeonato Gaúcho:
09/02/2008 - Grêmio 2 x 0 Novo Hamburgo
09/03/2008 - Novo Hamburgo 0 x 1 Grêmio
01/02/2009 - Novo Hamburgo 1 x 5 Grêmio
28/02/2010 - Grêmio 1 x 0 Novo Hamburgo
25/03/2010 - Grêmio 2 x 1 Novo Hamburgo
13/02/2011 - Novo Hamburgo 2 x 0 Grêmio
11/03/2012 - Grêmio 5 x 0 Novo Hamburgo
14/04/2013 - Novo Hamburgo 0 x 0 Grêmio
22/02/2014 - Grêmio 3 x 0 Novo Hamburgo
25/03/2015 - Novo Hamburgo 0 x 1 Grêmio
09/04/2015 - Grêmio 1 x 1 Novo Hamburgo [PK 6 x 5]
21/02/2016 - Grêmio 1 x 0 Novo Hamburgo
16/04/2017 - Grêmio 1 x 1 Novo Hamburgo
23/04/2017 - Novo Hamburgo 1 x 1 Grêmio [PK 7 x 6]

PCFilho

Fichas Técnicas: Atlético Mineiro x URT (semifinal do Campeonato Mineiro)

Foto: Agência I7 / Mineirão.

16/04/2017 - URT 1 x 1 Atlético Mineiro - Mineirão (Belo Horizonte)
Motivo: Campeonato Mineiro 2017, semifinal, jogo de ida.
Público: 20.547 pagantes.
Renda: R$ 430.050,00.
Árbitro: Jerferson Antônio da Costa (MG).
Auxiliares: Marconi Helbert Vieira (MG) e Magno Arantes Lira (MG).
URT: Juninho; Dick, Diego Borges, Rodolfo e Fábio Alves; Joedson, Allan Dias (Rafael Oller) e Cascata (Carlinhos); Edmar (Diogo Oliveira), Thiago Brito e Marques. Técnico: Rodrigo Santana.
Atlético Mineiro: Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias e Juan Cazares (Flávio); Robinho (Marlone), Rafael Moura e Rómulo Otero. Técnico: Roger Machado.
Gols:
0-1: Rafael Moura, aos 21 do 1º tempo;
1-1: Marques, aos 4 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Rafael Oller e Fábio Alves (URT); Rafael Carioca (Atlético Mineiro).

****

23/04/2017 - Atlético Mineiro 3 x 0 URT - Independência (Belo Horizonte)
Motivo: Campeonato Mineiro 2017, semifinal, jogo de volta.
Público: 14.198 pagantes.
Renda: R$ 255.805,00.
Árbitro: Igor Júnio Benevenuto (MG).
Auxiliares: Pedro Augusto Dias Cotta (MG) e Renato Cardoso da Conceição (MG).
Atlético Mineiro: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel (Felipe Santana) e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias e Marlone; Robinho (Juan Cazares), Rafael Moura e Maicosuel (Rómulo Otero). Técnico: Roger Machado.
URT: Juninho; Dick, Diego Borges, Rodolfo e Leonardo; Joedson, Diogo Oliveira (Carlinhos), Cascata (Jordã) e Allan Dias; Thiago Brito e Marques (Rafael Oller). Técnico: Rodrigo Santana.
Gols:
1-0: Rafael Moura, aos 35 do 1º tempo;
2-0: Robinho, de pênalti, aos 12 do 2º tempo;
3-0: Rómulo Otero, aos 45 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Marlone, Leonardo Silva e Rafael Moura (Atlético Mineiro); Diogo Oliveira, Dick, Thiago Brito e Leonardo (URT).

****

Com os resultados, o Atlético Mineiro se classificou para a final do Campeonato Mineiro de 2017, em que enfrentará o seu eterno rival Cruzeiro, em duas partidas, nos próximos domingos.

****

Resultados dos últimos duelos entre Atlético Mineiro e URT pelo Campeonato Mineiro:
19/02/2014 - URT 0 x 5 Atlético Mineiro
15/03/2015 - Atlético Mineiro 4 x 0 URT
27/02/2016 - URT 1 x 0 Atlético Mineiro
17/04/2016 - URT 2 x 2 Atlético Mineiro
23/04/2016 - Atlético Mineiro 2 x 0 URT
26/03/2017 - Atlético Mineiro 2 x 0 URT
16/04/2017 - URT 1 x 1 Atlético Mineiro
23/04/2017 - Atlético Mineiro 3 x 0 URT

PCFilho

terça-feira, 25 de abril de 2017

Cartola FC - Dicas da 1ª rodada - 2017


Amigos e amigas, no sábado 13, no domingo 14 (Dia das Mães) e na segunda-feira 15 de maio, teremos a rodada inaugural do Campeonato Brasileiro de 2017 e, claro, junto se iniciará o seu popular fantasy game Cartola FC. Seguem abaixo as minhas tradicionais dicas para a montagem do time desta 1ª rodada, que terá os seguintes dez jogos (no horário de Brasília):
13/05/2017 - Flamengo x Atlético Mineiro - Maracanã (Rio de Janeiro)
13/05/2017 - Corinthians x Chapecoense - Itaquerão (São Paulo)
14/05/2017 - Fluminense x Santos - Maracanã (Rio de Janeiro)
14/05/2017 - Palmeiras x Vasco - Allianz Parque (São Paulo)
14/05/2017 - Cruzeiro x São Paulo - Mineirão (Belo Horizonte)
14/05/2017 - Bahia x Atlético Paranaense - Fonte Nova (Salvador)
14/05/2017 - Ponte Preta x Sport Recife - Moisés Lucarelli (Campinas)
14/05/2017 - Avaí x Vitória - Ressacada (Florianópolis)
14/05/2017 - Grêmio x Botafogo - Arena do Grêmio (Porto Alegre)
15/05/2017 - Coritiba x Atlético Goianiense - Couto Pereira (Curitiba)

Internacional? Inter? Cadê você?

O mercado do Cartola FC nesta rodada inicial do Brasileirão permanecerá aberto até as 14:00 de Brasília do sábado, dia 13 de maio. Caso você já monte sua escalação com antecedência, lembre-se de, na véspera ou no dia do fechamento do mercado, verificar se os jogadores de fato participarão dos respectivos jogos.

Antes de mais nada, peço aos amigos que entrem novamente na nossa Liga Jornalheiros, que tem sido um grande sucesso nos últimos anos. Como de costume, os líderes da Liga serão destacados aqui no blog, assim como os melhores pontuadores de cada rodada.

Alerto a todos vocês para a importância de acumular cartoletas nas primeiras rodadas do Cartola FC. Para atingir tal objetivo, invistam em jogadores baratos dos times que vocês consideram favoritos na rodada. Não comprem nenhum atleta que custe mais do que C$ 15,00. Jogadores mais caros se valorizarão pouco, mesmo que joguem bem. Já os jogadores mais baratos podem se valorizar bastante. Para saber mais sobre como aumentar o seu patrimônio, confiram o meu post antigo Cartola FC - Dicas para ganhar cartoletas.

A minha escalação para a primeira rodada de 2017 inicialmente será a seguinte, no esquema tático 4-3-3:
- Goleiro: Fernando Prass (Palmeiras, C$ 8,00);
- Laterais: Lucas (Fluminense, C$ 8,00) e Nino Paraíba (Ponte Preta, C$ 7,00);
- Zagueiros: Balbuena (Corinthians, C$ 8,00) e Edu Dracena (Palmeiras, C$ 8,00);
- Meias: Fernando Bob (Ponte Preta, C$ 9,00), Arrascaeta (Cruzeiro, C$ 5,00) e Sornoza (Fluminense, C$ 15,00);
- Atacantes: Richarlison (Fluminense, C$ 9,00), Pedro Rocha (Grêmio, C$ 8,00) e Rafael Sobis (Cruzeiro, C$ 13,00);
- Técnico: Pachequinho (Coritiba, C$ 2,00).

O time sugerido acima custa ao todo C$ 100,00, e tem a seguinte distribuição por clubes: Fluminense (3), Cruzeiro (2), Palmeiras (2), Ponte Preta (2), Corinthians (1), Grêmio (1) e Coritiba (1). Naturalmente, minha escalação poderá ser modificada até o dia do fechamento do mercado, já que as escalações prováveis dos times deverão sofrer alterações ao longo dos próximos dias. Relatarei todas as mudanças aqui no blog.

E vocês, amigos e amigas? Como escalarão os seus preciosos times para esta 1ª rodada do Cartola FC 2017? Têm alguma sugestão para o blog esse ano? O Jornalheiros é um espaço democrático: os comentários de todos são bem-vindos, lembrando sempre: respeito em primeiro lugar! Sigam as regras do blog, grafem os nomes dos clubes da maneira correta, e tratem bem todos os que interagirem aqui. Boa sorte a todos, e obrigado pelo prestígio ao Jornalheiros!

PCFilho

PS: para os que também curtem a Loteca, estou terminando de escrever o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Interessados, por favor entrem em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com. Ainda há tempo de adquirir o e-book com desconto.

Fichas Técnicas: Cruzeiro x América MG (semifinal do Campeonato Mineiro)

Foto: Washington Alves.

16/04/2017 - América MG 1 x 1 Cruzeiro - Independência (Belo Horizonte)
Motivo: Campeonato Mineiro 2017, semifinal, jogo de ida.
Público: 4.429 presentes.
Renda: R$ 76.955,00.
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG).
Auxiliares: Pedro Araújo Dias Cotta (MG) e Ricardo Junio de Sousa (MG).
América MG: João Ricardo; Auro, Messias, Rafael Lima e Ernandes; Gustavo Blanco, Juninho, Gerson Magrão (Mike) e Renan Oliveira (Ruy); Hugo Almeida e Felipe Amorim (Alex Silva). Técnico: Enderson Moreira.
Cruzeiro: Rafael; Mayke (Henrique), Léo, Manoel e Diogo Barbosa; Ariel Cabral, Hudson, Arrascaeta (Alisson) e Thiago Neves; Rafinha (Ramón Ábila) e Rafael Sobis. Técnico: Mano Menezes.
Gols:
1-0: Messias, aos 16 do 2º tempo;
1-1: Thiago Neves, aos 22 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Renan Oliveira e Ernandes (América MG).

****

23/04/2017 - Cruzeiro 2 x 0 América MG - Mineirão (Belo Horizonte)
Motivo: Campeonato Mineiro 2017, semifinal, jogo de volta.
Público: 21.569 presentes (18.067 pagantes).
Renda: R$ 399.218,00.
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG).
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Magno Arantes Lira (MG).
Cruzeiro: Rafael; Mayke, Léo, Luis Caicedo e Diogo Barbosa; Hudson, Henrique, Arrascaeta e Thiago Neves (Ramón Ábila); Rafinha (Alisson) e Rafael Sobis (Lucas Silva). Técnico: Mano Menezes.
América MG: João Ricardo; Auro, Messias, Rafael Lima e Pará (Marion); Gustavo Blanco (Mike), Juninho, Gerson Magrão e Renan Oliveira; Ruy (Rubens) e Hugo Almeida. Técnico: Enderson Moreira.
Gols:
1-0: Arrascaeta, aos 21 do 1º tempo (1-0);
2-0: Arrascaeta, aos 46 do 2º tempo (2-0).
Cartões amarelos: Hudson (Cruzeiro); Gustavo Blanco, Rafael Lima e Ruy (América MG).

****

Com os resultados, o Cruzeiro está classificado para a decisão do Campeonato Mineiro de 2017, em que enfrentará o Atlético Mineiro, em dois jogos, nos próximos domingos.

PCFilho

domingo, 23 de abril de 2017

Historia - Internacional x Caxias


Flagrante de um duelo entre Internacional e Caxias em 1999, no Beira-Rio.
Na foto, podemos ver Gonçalves e Dunga pelo Internacional, e Washington pelo Caxias.
Crédito: Agência RBS.

Felipão (do Caxias) e Escurinho (do Internacional), em partida da década de 1970.

Ao longo da história, Internacional e Caxias já se enfrentaram em partidas oficiais 168 vezes, com 96 vitórias do Internacional, 40 empates e 32 vitórias do Caxias, 279 gols do Internacional e 138 gols do Caxias.

Inicialmente, o Caxias se chamou Grêmio Esportivo Flamengo (até 1971). Neste período, foram 54 jogos, com 33 vitórias do Internacional, 13 empates e 8 vitórias do Flamengo, 113 gols do Internacional e 56 gols do Flamengo:
19/06/1948 - Flamengo 2 x 3 Internacional - Quinta dos Pinheiros (Caxias do Sul)
06/03/1949 - Flamengo 1 x 2 Internacional - Chacrinha (Caxias do Sul)
01/05/1951 - Internacional 3 x 2 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
03/06/1951 - Internacional 4 x 3 Flamengo - Tiradentes (Porto Alegre)
26/02/1954 - Internacional 2 x 1 Flamengo - Tiradentes (Porto Alegre)
21/03/1954 - Flamengo 1 x 2 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
01/08/1954 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
28/11/1954 - Internacional 5 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
30/03/1955 - Internacional 3 x 2 Flamengo - Tiradentes (Porto Alegre)
12/06/1955 - Internacional 7 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
11/09/1955 - Flamengo 0 x 4 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
11/03/1956 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
15/07/1956 - Internacional 5 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
04/08/1957 - Internacional 2 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
08/12/1957 - Flamengo 0 x 2 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
27/11/1958 - Internacional 2 x 3 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
05/01/1959 - Internacional 2 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
07/06/1959 - Flamengo 3 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
28/06/1959 - Flamengo 0 x 4 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
15/11/1959 - Internacional 3 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
20/09/1960 - Internacional 4 x 3 Flamengo - Tiradentes (Porto Alegre)
04/03/1961 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
29/03/1961 - Internacional 1 x 1 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
02/07/1961 - Flamengo 0 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
19/11/1961 - Internacional 1 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
03/06/1962 - Internacional 0 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
14/10/1962 - Flamengo 3 x 2 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
21/04/1963 - Flamengo 2 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
22/09/1963 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
13/10/1963 - Internacional 1 x 2 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
01/03/1964 - Flamengo 1 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
29/03/1964 - Flamengo * x * Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul) (****)
12/07/1964 - Flamengo 2 x 3 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
13/09/1964 - Internacional 1 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
04/07/1965 - Internacional 2 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
28/11/1965 - Flamengo 0 x 2 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
27/02/1966 - Flamengo 0 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
04/09/1966 - Internacional 0 x 0 Flamengo - Eucaliptos (Porto Alegre)
08/12/1966 - Flamengo 2 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
25/01/1968 - Flamengo 0 x 5 Internacional - Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)
22/05/1969 - Internacional 1 x 1 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)
08/06/1969 - Flamengo 0 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
15/10/1969 - Internacional 1 x 0 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)
02/08/1970 - Flamengo 0 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
13/09/1970 - Internacional 2 x 0 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)
28/02/1971 - Internacional 0 x 0 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)
11/07/1971 - Flamengo 0 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
21/07/1971 - Internacional 1 x 1 Flamengo - Beira-Rio (Porto Alegre)

(*) Algumas fontes listam o jogo de 08/06/1950 como empate em 1 a 1. Na verdade, de acordo com o relato do jornal "O Momento", o jogo, disputado no feriado de Corpus Christi, terminou com vitória do Internacional por 2 a 1, de virada, gols de Martins para o Flamengo e Huguinho e Herculano para o Internacional.
(**) A vitória do dia 16/08/1953 teria sido o 1000º jogo da história do Internacional, de acordo com publicação do site do clube em 2007.
(***) O jogo de 09/03/1958, vitória de 2 a 0 do Flamengo de Caxias, está apontado erradamente em algumas listas como vitória de 2 a 0 do Internacional. Foi o Flamengo que venceu a partida, com gols de Rodolfo Ghizzoni, de pênalti, aos 40 do 1º tempo, e Danúbio, aos 42 do 1º tempo, conforme noticiado nos jornais gaúchos daquela semana.
(****) Algumas fontes listam erradamente o jogo de 29/03/1964 com o placar de 0 a 0. A partida estava programada, mas não foi realizada, devido ao mau tempo. O Internacional nem chegou a viajar para Caxias do Sul, conforme reportagem do Jornal do Dia.

Em 14 de dezembro de 1971, devido a dificuldades financeiras, o Grêmio Esportivo Flamengo se uniu ao rival Juventude (que também enfrentava problemas). A fusão deu origem à Associação Caxias de Futebol, que durou até 1975. Nesse período, foram 10 jogos entre o Internacional e a Associação Caxias, com 7 vitórias do Internacional e 3 empates, 18 gols do Internacional e 2 gols da Associação Caxias:
29/04/1972 - Internacional 4 x 0 Associação Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
23/07/1972 - Associação Caxias 0 x 1 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
01/05/1973 - Internacional 4 x 0 Associação Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/07/1973 - Associação Caxias 0 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
08/09/1974 - Internacional 1 x 0 Associação Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
24/11/1974 - Associação Caxias 0 x 3 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
08/06/1975 - Associação Caxias 0 x 0 Internacional - Baixada Rubra (Caxias do Sul)
16/07/1975 - Internacional 2 x 0 Associação Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (*)
27/07/1975 - Associação Caxias 0 x 1 Internacional - Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)
03/08/1975 - Associação Caxias 2 x 2 Internacional - Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)

(*) No jogo de 16/07/1975, pela primeira rodada da fase semifinal do Campeonato Gaúcho, o Internacional completou 41 jogos consecutivos invicto no Beira-Rio, com 32 vitórias e 9 empates, 101 gols-pró e 13 gols-contra. Foi também a 20ª vitória consecutiva do Internacional no seu estádio. As sequências terminariam na partida seguinte (23/07/1975 - Internacional 1 x 3 Grêmio).

Em 1975, o Juventude voltou ter um time separado, e uma assembleia votou a troca do nome para Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul e a volta do uniforme nas cores grená, azul e branco. Desde então, Caxias e Internacional já se enfrentaram 104 vezes, com 56 vitórias do Internacional, 24 empates e 24 vitórias do Caxias, 148 gols do Internacional e 80 gols do Caxias:
25/04/1976 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
05/08/1976 - Internacional 4 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/08/1976 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
12/09/1976 - Caxias 2 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (*)
10/11/1976 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (*)
27/02/1977 - Caxias 0 x 1 Internacional - ??? (Caxias do Sul)
22/05/1977 - Internacional 3 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
31/07/1977 - Caxias * x * Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (*******)
09/08/1977 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (*******)
11/09/1977 - Internacional 0 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
13/11/1977 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (*)
11/03/1978 - Caxias 1 x 0 Internacional - ??? (Caxias do Sul)
30/04/1978 - Caxias 2 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (*)
08/10/1978 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
25/10/1978 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
12/11/1978 - Internacional 1 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
10/12/1978 - Caxias 0 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
08/04/1979 - Caxias 1 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
24/06/1979 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/08/1979 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
09/09/1979 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
03/08/1980 - Caxias 2 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
12/10/1980 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
14/06/1981 - Internacional 0 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
04/10/1981 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
18/10/1981 - Internacional 1 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
11/11/1981 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
31/08/1982 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
29/09/1982 - Internacional 1 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
26/07/1983 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
29/09/1983 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
19/09/1984 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
04/11/1984 - Internacional 4 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
21/05/1985 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
01/06/1985 - Caxias 0 x 3 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
02/10/1985 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
23/10/1985 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
02/03/1986 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
16/04/1986 - Internacional 5 x 3 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
05/03/1987 - Caxias 0 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
25/03/1987 - Caxias 2 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
01/04/1987 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
13/05/1987 - Internacional 3 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
18/06/1987 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
08/07/1987 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
03/03/1988 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
01/05/1988 - Internacional 1 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
01/06/1988 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
26/03/1989 - Caxias 1 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
16/04/1989 - Internacional 0 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
21/05/1989 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
11/06/1989 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
15/04/1990 - Caxias 0 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
22/06/1990 - Internacional 1 x 3 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (*****)
11/07/1990 - Caxias 2 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
25/07/1990 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
07/07/1991 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
14/07/1991 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
06/10/1991 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
27/09/1992 - Internacional 3 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
22/11/1992 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
17/12/1992 - Internacional 3 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (****)
13/03/1994 - Caxias 0 x 4 Internacional - Alfredo Jaconi (Caxias do Sul)
12/07/1994 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
18/11/1994 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
20/02/1995 - Internacional 2 x 2 Caxias - ??? (Porto Alegre)
29/04/1995 - Caxias 0 x 1 Internacional - ??? (Caxias do Sul)
06/04/1996 - Caxias 2 x 1 Internacional - Homero Soldatelli (Flores da Cunha)
15/02/1997 - Internacional 1 x 1 Caxias - Antônio Sessim (Cidreira)
04/02/1999 - Internacional 0 x 2 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
18/02/1999 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
16/04/1999 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
24/04/1999 - Caxias 1 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
15/04/2000 - Caxias 2 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
21/05/2000 - Internacional 4 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
07/03/2001 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
14/04/2001 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
25/07/2001 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/02/2003 - Caxias 3 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
24/02/2003 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
28/01/2006 - Internacional 2 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
02/02/2006 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
04/03/2006 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
12/03/2006 - Caxias 0 x 3 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
15/11/2007 - Internacional 0 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (******)
18/11/2007 - Caxias 2 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (******)
13/04/2008 - Caxias 0 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
20/04/2008 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
15/02/2009 - Internacional 5 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
19/04/2009 - Internacional 8 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (**)
20/09/2009 - Caxias 0 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (******)
31/10/2009 - Internacional 0 x 1 Caxias - Suplementar do Beira-Rio (Porto Alegre) (******)
28/03/2010 - Caxias 2 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
13/03/2011 - Caxias 3 x 3 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
12/02/2012 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
06/05/2012 - Caxias 1 x 1 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (***)
13/05/2012 - Internacional 2 x 1 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre) (***)
13/02/2013 - Caxias 0 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
15/02/2014 - Internacional 4 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
26/03/2014 - Internacional 3 x 0 Caxias - Estádio do Vale (Novo Hamburgo)
14/02/2015 - Caxias 1 x 2 Internacional - Centenário (Caxias do Sul)
10/11/2016 - Internacional 3 x 1 Caxias - Morada dos Quero-Queros (Alvorada) (******)
13/11/2016 - Caxias 1 x 0 Internacional - Centenário (Caxias do Sul) (******)
15/04/2017 - Internacional 1 x 0 Caxias - Beira-Rio (Porto Alegre)
23/04/2017 - Caxias x Internacional - Centenário (Caxias do Sul)

(*) Os jogos de 12/09/1976, 10/11/1976, 13/11/1977 e 30/04/1978 foram os únicos confrontos pela 1ª divisão do Campeonato Brasileiro. O jogo de 12 de setembro de 1976 foi a inauguração oficial do Estádio Centenário, que antes da ampliação era chamado de Baixada Rubra, em Caxias do Sul.
(**) O jogo de 19/04/2009 foi a final do 2º turno do Campeonato Gaúcho de 2009. Como já havia conquistado o 1º turno, o Internacional sagrou-se bicampeão estadual. Também é a maior goleada da história do confronto (8 a 1).
(***) Os jogos de 06/05/2012 e 13/05/2012 foram as duas partidas da decisão do Campeonato Gaúcho de 2012. O Internacional sagrou-se bicampeão estadual.
(****) O jogo de 17/12/1992 valeu vaga na decisão do Campeonato Gaúcho. O Caxias tinha a vantagem do empate, mas o Internacional conseguiu a vitória por 3 a 1 e a classificação para a final.
(*****) O jogo de 22/06/1990 teve um momento desesperador: o goleiro Barbirotto, do Caxias, sofreu traumatismo craniano e teve uma parada cardíaca, após um choque com o zagueiro Marques, seu companheiro de equipe. Enquanto ele era atendido pelos médicos, os atletas dos dois clubes choravam no gramado. O jogo, que estava 2 a 0 para o Caxias, prosseguiu até o fim, terminando 3 a 1. Barbirotto foi operado naquela madrugada, e ficou bem: continuou sua carreira até 1992, e depois foi treinador de goleiros de vários clubes, no Brasil e no Japão.
(******) Nos jogos de 15 e 18 de novembro de 2007, pela Copa FGF; de 20 de setembro e 31 de outubro de 2009 pela Copa FGF; e de 10 e 13 de novembro de 2016, pela semifinal da Super Copa Gaúcha, o Internacional atuou com seu time B. Porém, como se trata de competições oficiais sem restrições de escalação, as partidas estão sendo contabilizadas na estatística do confronto.
(*******) O jogo agendado para 31 de julho de 1977 foi adiado devido ao mau tempo, tendo sido realizado em 9 de agosto.

Observações adicionais:

I) Em dezembro de 1947, houve dois duelos pelo Campeonato de Aspirantes, não configurando assim confrontos entre os times profissionais - portanto, não estão sendo contabilizados para a estatística:
13/12/1947 - Internacional 1 x 1 Flamengo - Montanha (Porto Alegre)
21/12/1947 - Flamengo 1 x 5 Internacional - Quinta dos Pinheiros (Caxias do Sul)
Também não está contabilizado o duelo pela Copa São Paulo de Juniores em 1994:
16/01/1994 - Internacional 1 x 0 Caxias - Aldevio Barbosa de Lemos (Campo Limpo Paulista)

II) Não estão sendo contabilizados na estatística os jogos de menor duração, válidos por Torneios Início e similares, listados abaixo: 
18/04/1954 - Internacional 0 x 0 Flamengo [PK 1 x 2] - Montanha (Porto Alegre) (*)
18/05/1958 - Internacional 0 x 0 Flamengo [PK 4 x 5] - Olímpico (Porto Alegre)
(*) Em 18/04/1954, o Internacional atuou no Torneio Início com um time reserva, uma vez que a equipe titular estava disputando um jogo no Rio de Janeiro (Fluminense 2 x 1 Internacional, no Maracanã).

III) De acordo com uma fonte relacionada ao Caxias, houve jogos amistosos nos dias 19/09/1954 (Flamengo 1 x 2 Internacional, em Caxias do Sul) e 30/05/1955 (Internacional 3 x 2 Flamengo, em Porto Alegre). No entanto, estas partidas não aparecem em outras fontes. Além disso, o Internacional jogou partidas em outros lugares, em datas adjacentes. Portanto, não estou considerando estes supostos resultados para a estatística.

IV) De acordo com uma fonte relacionada ao Internacional, teria acontecido um jogo amistoso em 05/04/1959 - Internacional 1 x 0 Flamengo. No entanto, esta partida não aparece em outras fontes. Além disso, no dia seguinte, o Internacional empatou em 1 a 1 com o Fluminense, no Estádio dos Eucaliptos, em Porto Alegre. O Caxias também teria jogado, contra o Hercílio Luz, no próprio dia 5. Portanto, não estou considerando este jogo.

V) O jogo de 17/11/1968 - Internacional 4 x 0 Flamengo, no Olímpico (Porto Alegre) - que aparece em algumas listas na internet, foi contra o Flamengo do Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro, e obviamente não deve ser considerado neste histórico de confronto.

VI) Houve um jogo-treino no CT do Beira-Rio, no dia 17/04/2004, em que os reservas do Internacional venceram o Caxias por 2 a 0. Como não foi uma partida oficial, não está sendo contabilizada na estatística.

VII) O site Zero Hora aponta, até o jogo de 15/04/2017, 164 jogos, com 95 vitórias do Internacional, 38 empates e 31 vitórias do Caxias, 273 gols do Internacional e 136 gols do Caxias. Minha estatística tem 4 jogos, 1 vitória do Internacional, 2 empates, 1 vitória do Caxias, 6 gols do Internacional e 2 gols do Caxias a mais. Não tive como verificar quais são as divergências, porque o Zero Hora publica apenas as estatísticas, sem a lista de jogos.

PCFilho

Históricos de outros confrontos gaúchos:
- História - Caxias x Juventude.
- História - Grêmio x Internacional.