sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 22 de setembro


1901: foi disputado o primeiro jogo "oficial" de futebol no estado do Rio de Janeiro, por iniciativa do jovem Oscar Cox. Ele formou o Rio Team, um time de brasileiros sócios do Paysandu Cricket, do Rio de Janeiro, e desafiou os ingleses do Rio Cricket, de Niterói (clube fundado em 1897, por Basil Freeland e pelo seu pai George Emmanuel Cox, fruto de uma dissidência do próprio Paysandu). O jogo foi realizado no campo da rua da Constituição, no bairro de Icaraí, em Niterói, teve dois tempos de 20 minutos cada, e terminou 1 a 1 (o gol carioca foi de Júlio de Moraes). Exatas quinze pessoas assistiram à partida: Mário Rocha, Domingos Moitinho, o pai e a irmã de Victor Etchegaray, e onze tenistas que estavam na sede do Rio Cricket e permaneceram para acompanhar a disputa. A escalação do time carioca foi a seguinte: Clyto Portella; Victor Etchegaray e Walter Schuback; Mário Frias, Oscar Cox e Max Naegely; Horácio da Costa Santos, Eurico de Moraes, Louis da Nóbrega Júnior, Júlio de Moraes e Félix Frias. Todos os onze viriam a ser sócios e jogadores do Fluminense, que seria fundado por Oscar Cox no dia 21 de julho de 1902.

1907: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense perdeu por 4 a 2 para o Botafogo. Os gols foram de Oswaldo Gomes (dois) para o Fluminense, e Flávio Ramos (três) e Gilbert Hime para o Botafogo. Esta foi a primeira (e seria a única) derrota tricolor na competição, em que Fluminense e Botafogo terminariam empatados (no duelo do turno, o Fluminense vencera por 3 a 0, em 2 de junho). Como o Fluminense encerraria o torneio com maior goal-average, se sagraria bicampeão (oitenta e nove anos depois, a Federação do Rio de Janeiro decidiria dividir o título - vide post Sobre o Campeonato Carioca de 1907).

1940: no amistoso de comemoração do 25º aniversário do Mavílis Futebol Clube, o Fluminense derrotou o adversário por 9 a 1, no Retiro Saudoso, com gols de Russo (cinco), Cussati (dois), Carreiro e Brant.

1956: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, em General Severiano, o Fluminense ganhou por 2 a 0 da Portuguesa da Ilha do Governador, graças aos gols de Waldo e Léo Briglia.

1962: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, em São Januário, o Fluminense ganhou por 4 a 0 do Madureira, com gols de Valdir Araújo, Evaldo, Quarentinha e Walter Lino.

1963: em jogo válido pela última rodada do turno do Campeonato Carioca, diante de 67.837 pagantes no Maracanã, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Flamengo. O time tricolor dominou a partida, mas esbarrou na excelente atuação do goleiro rubro-negro Marcial. Bangu e Botafogo terminaram o turno na liderança, com 4 pontos perdidos cada; o Fluminense vinha em terceiro lugar, com 5 pontos perdidos, e o Flamengo em quarto, com 6. Ao longo do returno, Fluminense e Flamengo ultrapassariam os rivais e disputariam o título ponto a ponto, com o Flamengo conseguindo ser campeão por um ponto, após o empate no Fla-Flu final, em 15 de dezembro.

1976: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Botafogo da Paraíba, com gols de Doval (dois) e Carlos Alberto Torres. Foi a terceira vitória consecutiva da Máquina Tricolor na competição.

1985: em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Carioca, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Flamengo, diante de uma multidão de 113.805 pagantes no Maracanã. Em sete partidas na competição, o Fluminense acumulava quatro vitórias e três empates, e seguia na briga pela conquista do primeiro turno (Taça Guanabara), que terminaria conseguindo. O Flamengo estava virtualmente fora da briga pelo turno, mas venceria o returno. No triangular final, em dezembro, Fluminense, Flamengo e Bangu disputariam o Campeonato, e a taça terminaria com o Tricolor.

1991: em clássico no Maracanã, válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense derrotou o Vasco por 1 a 0, com um gol-contra de Sidnei.

1993: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Atlético Mineiro por 2 a 0, graças aos gols de Jerry e Nílson, ambos no segundo tempo.

1996: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Goiás, com um gol de Rogerinho, aos 34 minutos do segundo tempo.

2012: em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Fluminense venceu o Náutico por 2 a 1. O grande nome do jogo foi o meio-campista Deco, que iniciou as jogadas dos dois gols tricolores, ambos no primeiro tempo: aos 40, cobrou o escanteio que resultou no gol de Leandro Euzébio; aos 45, desmontou a defesa com um passe para Thiago Neves, que tocou para Fred marcar o segundo. Na etapa final, o Náutico diminuiu com Kim e pressionou pelo empate, mas o goleiro Diego Cavalieri fez boas defesas e garantiu a vitória. O Fluminense acumulava 56 pontos na tabela de classificação, com 16 vitórias, 8 empates e 2 derrotas, seguindo firme para conquistar o quarto Brasileirão de sua história.

****

Aniversariantes do dia:

Og Moreira (1917), centro-médio natural de Nova Friburgo, que jogou no Fluminense entre 1941 e 1942. Teve importante participação na conquista do título do Torneio Início de 1941, marcando um gol na semifinal contra o Flamengo. No primeiro jogo da campanha vitoriosa do Campeonato Carioca de 1941, Og Moreira fez um gol de falta, nos 5 a 2 sobre o Canto do Rio. Também foi campeão do Torneio Extra de 1941. Em 1942, transferiu-se para o Palmeiras, tornando-se o primeiro atleta negro da história do clube paulista.


Marco Antônio Moraes Wandermurem, o Marquinhos Capixaba (1965), lateral-direito que integrou o elenco do Fluminense na temporada de 1990, quando atuou em 35 partidas. Marcou um gol com a camisa tricolor, em uma partida contra o Americano de Campos.

Thiago Emiliano da Silva, o Thiago Silva (1984), um dos melhores zagueiros do mundo no século XXI. Formado no Fluminense, Thiago Silva foi negociado antes de estrear nos profissionais do clube, passando por Juventude, Porto e Dínamo de Moscou antes de retornar ao Tricolor. Atuou no Fluminense entre 2006 e 2008, totalizando 146 partidas disputadas e 14 gols marcados. Com a camisa tricolor, conquistou a Copa do Brasil de 2007 e foi vice-campeão da Copa Libertadores de 2008. Thiago Silva seguiu sua carreira no Milan e hoje joga no Paris Saint-Germain. Ele coleciona troféus e prêmios coletivos e individuais, tendo sido eleito para a Seleção do Mundo nas temporadas de 2013, 2014 e 2015. Com a Seleção Brasileira, disputou as Copas do Mundo de 2010 e 2014, e conquistou a Copa das Confederações de 2013.


PCFilho

Cartola FC - Dicas da 25ª rodada - 2017


Amigos e amigas, seguem abaixo as minhas dicas para o Cartola FC na 25ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017, que terá os seguintes dez jogos:
23/09/2017 (sábado)
19:00 - Flamengo x Avaí - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro)
21:00 - Santos x Atlético Paranaense - Vila Belmiro (Santos)
24/09/2017 (domingo)
11:00 - São Paulo x Corinthians - Morumbi (São Paulo)
16:00 - Fluminense x Palmeiras - Maracanã (Rio de Janeiro)
16:00 - Coritiba x Botafogo - Couto Pereira (Curitiba)
16:00 - Atlético Goianiense x Cruzeiro - Pedro Ludovico (Goiânia)
16:00 - Chapecoense x Ponte Preta - Arena Condá (Chapecó)
19:00 - Atlético Mineiro x Vitória - Independência (Belo Horizonte)
19:00 - Bahia x Grêmio - Fonte Nova (Salvador)
25/09/2017 (segunda-feira)
20:00 - Sport Recife x Vasco - Ilha do Retiro (Recife)

****

Na última rodada, a escalação sugerida aqui no blog somou 41,31 pontos. Até aqui no Campeonato, as escalações sugeridas acumularam 1155,03 pontos, média de 48,13 pontos por rodada.

Minha sugestão de escalação para esta 25ª rodada, no esquema tático 4-3-3, é a seguinte, com custo total de C$ 153,55:
- Goleiro: Vanderlei (Santos, C$ 22,58);
- Laterais: Mena (Sport Recife, C$ 5,21) e Rodinei (Flamengo, C$ 8,85);
- Zagueiros: Rhodolfo (Flamengo, C$ 8,65) e Lucas Veríssimo (Santos, C$ 7,81);
- Meias: Éverton Ribeiro (Flamengo, C$ 13,90), Hernanes (São Paulo, C$ 17,33) e Gustavo Scarpa (Fluminense, C$ 13,21);
- Atacantes: André (Sport Recife, C$ 10,13), Bruno Henrique (Santos, C$ 14,19) e Henrique Dourado 🔪 (Fluminense, C$ 23,18);
- Técnico: Vanderlei Luxemburgo (Sport Recife, C$ 8,51).

A escalação está sujeita a alterações até o fechamento do mercado. Volte ao blog para acompanhar as mudanças!

****

A nossa Liga Jornalheiros tem 563 participantes! A briga pelas primeiras posições está acirradíssima! O ranking com os 10 maiores pontuadores da Liga até agora está abaixo. Se você quiser participar da Liga, deve solicitar a entrada clicando aqui.

1º. Palmeiras.Campeao.de.novo (Flávio), 1523,91 pts;
2º. Canelas de Aço (Lucy Marinho), 1518,24 pts;
3º. VARGAS fc 2017 (angelo), 1510,44 pts;
4º. Palmeiras Sempre Palmeiras FutebolClube (Gustavo Pim), 1507,93 pts;
5º. Recifee FC (Rafael Botelho), 1507,80 pts;
6º. PHLC Team (Henrique Lemes), 1505,63 pts;
7º. SICHIERI F. C. (FERNANDO), 1505,04 pts;
8º. FC CANI PG (Douglas Cani), 1498,99 pts;
9º. Paulinho_mengão (Paulo Henrique), 1498,79 pts;
10º. Dale juvem (Gabriel Ckim Mitoo), 1495,59 pts.

O mito da Liga Jornalheiros na última rodada foi o time Bottelho Futebol C., do cartoleiro Rafael José, que somou 95,84 pontos! Parabéns!

****

O Jornalheiros é um espaço democrático: os comentários de todos são bem-vindos, lembrando sempre: respeito em primeiro lugar! Sigam as regras do blog, grafem os nomes dos clubes da maneira correta, e tratem bem todos os que interagirem aqui. Boa sorte a todos, e muito obrigado pelo prestígio de sempre ao blog!

PCFilho

PS: para os que também curtem a Loteca, estou terminando de escrever o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Interessados, por favor entrem em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com. Ainda há tempo de adquirir o e-book com desconto.

Ficha Técnica: LDU Quito 2 x 1 Fluminense

Foto: AP.

21/09/2017 - LDU Quito 2 x 1 Fluminense - Casablanca (Quito)
Motivo: Copa Sul-Americana 2017, oitavas-de-final, jogo de volta.
Público: 19.643 presentes.
Renda: US$ 201.210,00.
Árbitro: Fernando Andrés Rapallini (Argentina).
Auxiliares: Gabriel Chade (Argentina) e Ariel Scime (Argentina).
LDU Quito: Leonel Nazareno; John Narváez, Horacio Salaberry, Lucas de Lima Tagliapietra e Aníbal Chalá; Jefferson Intriago, Edison Vega (Álex Bolaños, aos 28 do 2º tempo), Jonathan Betancourt (Sherman Cárdenas, aos 10 do 2º tempo), Anderson Julio e José Cevallos (José Quintero, aos 33 do 2º tempo); Hernán Barcos. Técnico: Pablo Repetto.
Fluminense: Júlio César; Lucas, Ygor Nogueira, Frazan e Léo Pelé; Jefferson Orejuela, Douglas (Marlon Freitas, aos 13 do 2º tempo) e Wendel; Gustavo Scarpa [capitão], Wellington Silva (Robinho, aos 28 do 2º tempo) e Peu (Pedro, no intervalo). Técnico: Abel Braga.
Gols:
1-0: Hernán Barcos, aos 12 do 2º tempo [assistência de José Cevallos];
2-0: José Cevallos, aos 15 do 2º tempo [assistência de Anderson Julio];
2-1: Pedro, aos 41 do 2º tempo [assistência de Gustavo Scarpa].
Cartões amarelos: Jefferson Orejuela, aos 37 do 1º tempo; Horacio Salaberry, aos 42 do 1º tempo; Pedro, aos 42 do 2º tempo.

Como o Fluminense venceu a partida de ida por 1 a 0, o placar agregado ficou empatado em 2 a 2. O Fluminense está classificado pelo critério do saldo qualificado (gol fora de casa). Na fase de quartas-de-final, o Fluminense enfrentará o Flamengo, que eliminou a Chapecoense.

Na história da Copa Sul-Americana, o Fluminense tem 32 jogos, com 15 vitórias, 9 empates e 8 derrotas, 45 gols-pró e 32 gols-contra. As campanhas detalhadas podem ser conferidas no meu post História - Fluminense na Copa Sul-Americana.

Este foi o 8º duelo entre Fluminense e LDU Quito na história. O Fluminense tem vantagem no retrospecto, com 4 vitórias, 1 empate e 3 derrotas. A lista com todos os resultados pode ser conferida no meu post História - Fluminense x LDU Quito.

PCFilho

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 21 de setembro


1930: em jogo válido pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do Andarahy, com gols de Alfredinho e Preguinho.

1941: em partida válida tanto pelo terceiro turno do Campeonato Carioca quanto pelo Torneio Oscar Cox, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou o Vasco por 3 a 1, graças aos gols de Pedro Amorim e Russo (dois, ambos nos minutos finais do jogo). Nas semanas subsequentes, o Tricolor conquistaria tanto o bicampeonato do Carioca quanto o Torneio Extra em homenagem ao fundador do clube Oscar Cox.

1946: em uma tarde inspirada, o Fluminense venceu o Bangu por incríveis 11 a 1, em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras. Os gols do massacre tricolor foram assinalados por Pé-de-Valsa, Rodrigues Tatu (dois, um de pênalti), Ademir Menezes (dois), Pedro Amorim (três), Orlando Pingo de Ouro e Simões (dois). Em doze partidas na competição, o Fluminense acumulava nove vitórias e três derrotas. No Campeonato mais disputado da história, Fluminense, America, Botafogo e Flamengo terminariam empatados em pontos ganhos. No Supercampeonato, em dezembro, o Fluminense sairia vencedor e levantaria a taça.

1947: em um Fla-Flu histórico, no Estádio de Laranjeiras, pelo turno do Campeonato Carioca, o Fluminense conseguiu uma reação espetacular, empatando em 3 a 3 após estar perdendo por 3 a 0. Os rubro-negros fizeram seus três gols ainda no primeiro tempo, com Perácio (2) e Tião. Os gols tricolores foram marcados na etapa final, por Careca (de pênalti), Orlando Pingo de Ouro e Rodrigues Tatu. Por pouco, não aconteceu a virada tricolor, pois Ademir Menezes chegou a chutar duas bolas na trave, a última quando o placar já estava em 3 a 3. Luiz Mendes escreveu: "Como vemos, por pouco o Fluminense não venceu. Elogiável sem dúvida o coração, a flama, o sangue dos rapazes de Álvaro Chaves. Naquele segundo tempo do Fla-Flu, chegamos a ver, pela primeira vez em 47, o super-campeão de 46!", fazendo referência à épica conquista do Campeonato do ano anterior.

1952: o Fluminense derrotou o Vasco por 1 a 0, diante de uma multidão de 123.059 presentes (109.325 pagantes) no Maracanã, em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca. O gol da vitória dos campeões mundiais foi marcado pelo centroavante Marinho, aos 42 minutos do segundo tempo. Esta foi a segunda partida - e a segunda vitória - do Fluminense no Maracanã após a conquista da Copa Rio, o Campeonato Mundial de Clubes. Esta partida quebrou o recorde mundial de maior público da história em jogos de clubes, superando o jogo Vasco 2 x 1 America, em 28/01/1951.

1966: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio do Bangu - Moça Bonita - o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Campo Grande, graças aos gols de Roberto Pinto e Mário Tilico, ambos ainda no primeiro tempo da partida.

1968: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, o Fluminense perdeu para o Santos por 2 a 1. Pelé abriu o placar para o Santos, aos 30 minutos da etapa inicial; Lula empatou para o Fluminense, aos 15 minutos do segundo tempo, de pênalti; e Toninho marcou o gol da vitória santista, aos 30. Esta foi a oitava das onze partidas de Pelé pelo Santos contra o Fluminense, e o gol foi o quinto dele contra o Tricolor.

1977: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Goytacaz, gols de Edinho (de falta), Rivellino e Doval.

1980: o Fluminense venceu o Bangu por 2 a 1, em Moça Bonita, em jogo válido pelo Campeonato Carioca. Os gols tricolores foram de Mário Marques e Gilberto, ambos ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Pedro Rocha descontou para os alvirrubros, cobrando pênalti. Com quatro vitórias e três empates, o Fluminense iniciava a campanha de mais um título estadual.

1986: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, o Fluminense derrotou o Sobradinho por 1 a 0, gol de Alberto, aos 29 minutos do primeiro tempo.

1999: em partida da Série C do Campeonato Brasileiro, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Dom Pedro II, no Mané Garrincha, em Brasília, gols do lateral Paulo César e do meia estreante Arinélson (que também foi expulso). Com quatro vitórias em seis jogos, o Fluminense iniciava a campanha do título e a jornada de retorno à elite do futebol nacional.

2011: em jogo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Engenhão, o Fluminense venceu o Avaí por 3 a 1, graças aos gols de Fred (dois) e Martinuccio. Foi a quinta vitória tricolor em seis jogos no segundo turno - o Fluminense seria o campeão simbólico do returno, mas chegaria em terceiro na tabela do Brasileirão, devido à campanha irregular no primeiro turno.

2016: o Fluminense foi bizarramente roubado no Itaquerão, perdeu por 1 a 0 para o Corinthians, e acabou eliminado da Copa do Brasil. O árbitro Rodolpho Toski Marques deixou de marcar três pênaltis claros para o Fluminense, contribuindo decisivamente para o resultado do confronto. Abaixo, o vídeo do terceiro pênalti não-marcado:

****

Aniversariantes do dia:

Octacílio Leão, o Scila (1919), meia-direita que integrou o elenco do Fluminense entre as temporadas de 1944 e 1946, quando se transferiu para o Bonsucesso. Marcou dois gols com a camisa tricolor, em uma partida contra o Canto do Rio, pelo Campeonato Carioca de 1944.
Octacílio Leão, o Scila.

Djair Kaye de Brito (1971), meio-campista com duas passagens pelo Fluminense (entre 1994 e 1995 e em 2003), nas quais marcou 10 gols em 82 jogos. Djair foi titular do time que conquistou o Campeonato Carioca de 1995, tendo grandes atuações em algumas partidas, dentre as quais a épica decisão contra o Flamengo.
Djair, camisa 10, em ação contra o America, no Caio Martins, em 14/05/1995.
Neste jogo, ele marcou o gol da vitória do Fluminense, por 1 a 0.

PCFilho

Xadrez - Mate em 2! (Ettore Foschini)

Ettore Foschini, Bristol Times and Mirror, 1929.
Código FEN: 8/2p5/2qp4/1Q1Pk1Pn/2R1b1P1/2KR1P2/1N1B4/8 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 2 lances! [Este post é uma homenagem ao 118º aniversário de nascimento de Ettore Foschini.]

(White to play and give checkmate in 2 moves! [This post is a tribute to Ettore Foschini's 118th birthday.])

PCFilho

Informações sobre o árbitro de LDU x Fluminense


Apitará o jogo LDU Quito x Fluminense, nesta quinta-feira 21, pela Copa Sul-Americana, o árbitro argentino Fernando Andrés Rapallini. Ele será auxiliado por seus compatriotas Gabriel Chade e Ariel Scime.

Fernando Andrés Rapallini nasceu em 28 de abril de 1978, em La Plata, na província de Buenos Aires - apita na Primeira Divisão Argentina desde 2011, e é árbitro da FIFA desde 2014. Tem como outra ocupação a profissão de construtor de piscinas.

Rapallini nunca apitou uma partida do Fluminense. Já atuou em quatro partidas de equipes brasileiras, com duas vitórias delas e dois empates:
07/03/2015 - Paraguai 2 x 2 Brasil - Erico Galeano Segovia (Capiatá, Paraguai) [Sul-Americano Sub-17]
24/02/2016 - Atlético Mineiro 1 x 0 Independiente del Valle - Independência (Belo Horizonte) [Copa Libertadores]
19/04/2017 - Santa Fe 0 x 0 Santos - El Campín (Bogotá, Colômbia) [Copa Libertadores]
05/07/2017 - Palestino 2 x 5 Flamengo - San Carlos Apoquindo (Santiago, Chile) [Copa Sul-Americana]

Nestes jogos, ele marcou um pênalti (para o Flamengo, em 05/07/2017), e aplicou dois cartões vermelhos (um para o lateral-direito Kléber, da Seleção Sub-17, por falta violenta, em 07/03/2015; e um para o lateral-esquerdo Jean Mota, do Santos, por retardar o reinício do jogo, em 19/04/2017).

Nas 16 partidas internacionais que ele já apitou, suas estatísticas são as seguintes:
- 12 jogos com mandos de campo (7 vitórias dos times mandantes, 3 empates e 2 vitórias dos times visitantes);
- 4 pênaltis marcados (2 para times mandantes, 1 para times visitantes e 1 em jogos de campo neutro);
- 4 cartões vermelhos (todos para times visitantes);
- 74 cartões amarelos (25 para times mandantes, 34 para times visitantes e 15 em jogos de campo neutro).

Estamos de olho. 👀

PCFilho

História - Fluminense x LDU Quito


Fluminense e LDU Quito já se enfrentaram oito vezes, com quatro vitórias do Fluminense, um empate e três vitórias da LDU Quito, doze gols do Fluminense e doze gols da LDU Quito.

Os dois primeiros duelos foram na fase de grupos da Copa Libertadores de 2008, com um empate em Quito e uma vitória do Fluminense no Rio de Janeiro. Os dois clubes se classificaram, o Fluminense como campeão do grupo, e a LDU Quito como segunda colocada. Os dois jogos seguintes foram na decisão da mesma Libertadores: com uma vitória para cada lado, a LDU Quito venceu o torneio na disputa de pênaltis.

Dezessete meses depois, em 2009, Fluminense e LDU Quito voltaram a se enfrentar em uma decisão, dessa vez na Copa Sul-Americana. Novamente, houve uma vitória para cada lado, e o clube equatoriano levou a taça devido ao maior saldo de gols.

Quis o acaso que, em 2017, Fluminense e LDU Quito de novo cruzassem seus caminhos, então na fase de oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. O Fluminense venceu a partida de ida por 1 a 0, no Maracanã, e perdeu o jogo de volta por 2 a 1, em Quito, classificando-se no critério dos gols fora de casa.

Segue abaixo a lista com todos os resultados (nos jogos sublinhados, clique para ler as crônicas das partidas):
20/02/2008 - LDU Quito 0 x 0 Fluminense - Casablanca (Quito/EQU)
17/04/2008 - Fluminense 1 x 0 LDU Quito - Maracanã (Rio de Janeiro)

Observações:

(*) Na partida de 2 de julho de 2008, decisão da Copa Libertadores, no Maracanã, o Fluminense venceu por 3 a 1 no tempo regulamentar. Como o placar agregado dos dois jogos terminou empatado em 5 a 5, houve prorrogação de trinta minutos, que terminou sem gols. Na definição por pênaltis, a LDU Quito venceu por 3 a 1, e sagrou-se campeã. Para efeito da estatística do confronto, está sendo considerado o resultado dos 120 minutos de bola rolando (vitória do Fluminense por 3 a 1). Este jogo é o maior público da história do confronto, e também o maior público da Copa Libertadores no século XXI: 86.027 presentes (78.918 pagantes).

(**) O jogo de 2 de dezembro de 2009, no Maracanã, foi a decisão da Copa Sul-Americana. Apesar de perder a partida final por 3 a 0, a LDU Quito se sagrou campeã devido ao triunfo por 5 a 4 no placar agregado.

PCFilho

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 20 de setembro


1914: no campo do Gimnasia y Esgrima, em Buenos Aires, a Seleção Brasileira disputou sua primeira partida oficial (isto é, contra outra seleção nacional). No amistoso, a Argentina venceu por 3 a 0. Com quatro representantes, o Fluminense era a base do escrete, que jogou com: Marcos [Fluminense]; Píndaro [Flamengo] e Nery [Flamengo]; Lagreca [São Bento], Otávio Egídio [AA das Palmeiras] e Pernambuco [Fluminense]; Millon [Paulistano], Oswaldo Gomes [Fluminense], Barthô [Fluminense], Friedenreich [Ypiranga] e Arnaldo [Paulistano]. Inicialmente, o jogo valeria a Copa Roca, mas os argentinos decidiram adiar a disputa para uma semana depois, em respeito ao cansaço dos brasileiros, devido à viagem de navio. Assim, neste dia foi disputado somente um amistoso. Na semana seguinte, a Seleção Brasileira venceria, conquistando a primeira Copa Roca (vide 27 de setembro).

1918: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no campo da rua Paysandu, o Fluminense empatou em 2 a 2 com o São Cristóvão. Os gols do Fluminense foram marcados por Welfare e Mano, e os do São Cristóvão por Leão e Cantuária. Com a campanha de dez vitórias, dois empates e uma derrota, o Tricolor seguia firme rumo ao bicampeonato do Rio de Janeiro.

1924: em jogo válido pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense perdeu por 4 a 2 para o Flamengo. Os gols foram de Nilo e Zezé para o Fluminense, e de Nonô (2) e Junqueira (2) para o Flamengo. Esta foi a primeira (e seria a única) derrota tricolor em toda a campanha do título, que seria conquistado definitivamente com as duas vitórias seguintes (vide 28 de setembro e 12 de outubro).

1925: a Seleção Carioca conquistou o Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais, ao derrotar a Seleção Paulista por 3 a 2, diante de uma multidão que lotou o Estádio do Fluminense, em Laranjeiras. A Seleção Carioca tinha apenas jogadores de Fluminense e Flamengo: Haroldo [Flu]; Pennaforte [Fla] e Hélcio [Fla]; Nascimento [Flu], Floriano [Flu] e Fortes [Flu];  Nilton [Fla], Candiota [Fla], Nilo [Flu], Nonô [Fla] e Moderato [Fla]. Por isso, o time foi maldosamente apelidado pela imprensa paulista de "Combinado Fla-Flu". Os gols cariocas foram de Nilo (2) e Moderato, com Mário Andrade e Filó marcando os gols paulistas. O centroavante tricolor Nilo, com seis gols, terminou como artilheiro da competição, e o "Combinado Fla-Flu" se consagrou campeão brasileiro!

1934: em jogo válido pelo Torneio Extra, o Fluminense ganhou por 3 a 1 do São Cristóvão, na rua Figueira de Melo. Os gols tricolores foram de Walter Fortes, Barriloti e Vicentino.

1936: no segundo jogo da decisão do Torneio Aberto da Liga Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense perdeu para o Flamengo por 1 a 0, gol de , ficando assim com o vice-campeonato. A vingança tricolor não tardaria: em dezembro, Fluminense e Flamengo voltariam a se enfrentar em uma decisão, no Campeonato Carioca, e o final seria diferente...

1960: no jogo de volta da segunda fase da Taça Brasil, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense goleou o Cruzeiro por 4 a 1, e se classificou para as quartas-de-final. Os gols da partida foram de Escurinho, Maurinho e Waldo (dois) para o Fluminense, e de Nelsinho para o Cruzeiro. Na fase seguinte, o Fluminense enfrentaria o Grêmio de Porto Alegre. A Taça Brasil era um torneio, criado em 1959, com os campeões estaduais do ano anterior, para definir o clube brasileiro que disputaria a Copa Libertadores do ano seguinte. Em 1960, o Fluminense participava pela primeira vez da Taça Brasil.

1970: em partida válida pela última rodada do Campeonato Carioca, diante de 89.697 pagantes no Maracanã, o Fluminense derrotou o Vasco por 2 a 0, gols de Marco Antônio e Mickey. Como o Vasco já era o campeão e o Fluminense já era o vice-campeão, a vitória tricolor serviu apenas para "colocar água no chopp" da festa dos vascaínos. Na semana seguinte, começaria o maior Campeonato Brasileiro de todos os tempos, com todos os craques da Seleção tricampeã no México - em disputa, a bela Taça de Prata, que ao fim da competição fixaria residência no melhor endereço possível...

1989: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Coritiba, graças aos gols de Edgar e Vânder Luís.

1995: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Sport Recife por 2 a 0, gols de Leonardo (de pênalti) e Anderson. Com campanha de cinco vitórias, dois empates e uma derrota, o Fluminense liderava o Grupo B, se aproximando de garantir uma vaga na fase semifinal da competição.

****

Aniversariantes do dia:

Walmir Coutinho (1948), ponta-direita que integrou o plantel do Fluminense entre as temporadas de 1965 e 1966, ano em que foi campeão do Torneio Pará-Guanabara.

Miguel Ferreira Pereira (1949), zagueiro com 77 atuações pelo Fluminense entre as temporadas de 1976 e 1977. Com a camisa tricolor, conquistou o Torneio de Paris e o Campeonato Carioca em 1976.

PCFilho

Palpites da Loteca - Concurso 768


Amigos e amigas, seguem abaixo os porcentuais estimados de apostas nas 14 partidas que compõem o concurso número 768 da Loteca. Nos parênteses ao lado de cada jogo, há três porcentuais: o primeiro refere-se à vitória do time mandante, o segundo refere-se ao empate, e o terceiro refere-se à vitória do time visitante:
1) São Paulo x Corinthians (40% 35% 25%)
2) Chapecoense x Ponte Preta (75% 15% 10%)
3) Sampaio Corrêa x Volta Redonda (80% 15% 5%)
4) São Bento x Confiança (80% 15% 5%)
5) Goiás x Paysandu (55% 30% 15%)
6) Figueirense x ABC (85% 10% 5%)
7) CRB x Criciúma (50% 30% 20%)
8) Bahia x Grêmio (35% 25% 40%)
9) Ceará x Brasil de Pelotas (80% 10% 10%)
10) Santos x Atlético Paranaense (65% 20% 15%)
11) Coritiba x Botafogo (30% 25% 45%)
12) Atlético Mineiro x Vitória (80% 10% 10%)
13) Fluminense x Palmeiras (30% 35% 35%)
14) Flamengo x Avaí (80% 10% 10%)

As apostas neste concurso 768 da Loteca podem ser registradas até as 14:00 de Brasília do sábado 23, em qualquer casa lotérica do território brasileiro. A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos é de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa Econômica Federal em seu site, na tarde da segunda-feira 25.

Vocês concordam com os porcentuais acima? Discordam deles? Qual será a grande zebra do concurso? Qual é a aposta ideal para abocanhar esse concurso da Loteca? Será um prazer receber os seus comentários abaixo!

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos! Apostem com moderação!

PCFilho

PS: estou terminando de escrever o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

História - Flamengo x Chapecoense

Foto: site oficial do Flamengo.

Ao longo da história, o Flamengo e a Chapecoense já se enfrentaram 8 vezes, com 5 vitórias do Flamengo, 2 empates e 1 vitória da Chapecoense, 17 gols do Flamengo e 6 gols da Chapecoense.

A primeira partida do duelo aconteceu no Campeonato Brasileiro de 2014, ano em que a Chapecoense estreou na primeira divisão nacional: no dia 3 de agosto de 2014, a Chapecoense inaugurou o confronto derrotando o Flamengo por 1 a 0, na Arena Condá, graças a um gol do zagueiro Rafael Lima.

Abaixo, segue a lista com todos os resultados da história do confronto entre o tradicional rubro-negro carioca e o Verdão do Oeste:
03/08/2014 - Chapecoense 1 x 0 Flamengo - Arena Condá (Chapecó) [Brasileirão]
02/11/2014 - Flamengo 3 x 0 Chapecoense - Maracanã (Rio de Janeiro) [Brasileirão]
06/06/2015 - Flamengo 1 x 0 Chapecoense - Maracanã (Rio de Janeiro) [Brasileirão]
13/09/2015 - Chapecoense 1 x 3 Flamengo - Arena Condá (Chapecó) [Brasileirão]
25/05/2016 - Flamengo 2 x 2 Chapecoense - Raulino de Oliveira (Volta Redonda) [Brasileirão]
28/08/2016 - Chapecoense 1 x 3 Flamengo - Arena Condá (Chapecó) [Brasileirão]
22/06/2017 - Flamengo 5 x 1 Chapecoense - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro) [Brasileirão]
13/09/2017 - Chapecoense 0 x 0 Flamengo - Arena Condá (Chapecó) [Copa Sul-Americana]
20/09/2017 - Flamengo x Chapecoense - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro) [Copa Sul-Americana]

PCFilho
(fonte: arquivo pessoal)

História - Santos x Times Equatorianos


Ao longo da história, o Santos já enfrentou equipes equatorianas 18 vezes, com 9 vitórias, 4 empates e 5 derrotas, 43 gols-pró e 26 gols-contra. Os adversários foram LDU Quito (9), Barcelona de Guayaquil (4), Emelec (2), El Nacional (2) e Aucas (1).

Segue abaixo a lista com todos os resultados do Santos contra times do Equador:
11/01/1959 – Emelec 1 x 3 Santos – George Capwell (Guayaquil) [Am]
20/03/1960 – Aucas 2 x 6 Santos – Olímpico Atahualpa (Quito) [Am]
06/01/1962 – Barcelona de Guayaquil 2 x 6 Santos – Modelo (Guayaquil) [Am]
14/01/1962 – LDU Quito 3 x 6 Santos – Olímpico Atahualpa (Quito) [Am]
31/05/1991 – Emelec 1 x 0 Santos – George Capwell (Guayaquil) [TG]
05/08/1998 – LDU Quito 2 x 2 Santos – Casablanca (Quito) [CC]
11/08/1998 – Santos 3 x 0 LDU Quito – Vila Belmiro (Santos) [CC]
12/03/2003 – El Nacional 0 x 0 Santos – Olímpico Atahualpa (Quito) [CL]
16/04/2003 – Santos 1 x 1 El Nacional – Vila Belmiro (Santos) [CL]
03/03/2004 – Barcelona de Guayaquil 1 x 3 Santos – Isidro Romero Carbo (Guayaquil) [CL]
11/03/2004 – Santos 1 x 0 Barcelona de Guayaquil – Vila Belmiro (Santos) [CL]
05/05/2004 – LDU Quito 4 x 2 Santos – Casablanca (Quito) [CL]
11/05/2004 – Santos 2 x 0 LDU Quito [PK 5 x 3] – Vila Belmiro (Santos) [CL]
03/11/2004 – LDU Quito 3 x 2 Santos – Casablanca (Quito) [CS]
10/11/2004 – Santos 1 x 2 LDU Quito – Vila Belmiro (Santos) [CS]
17/03/2005 – LDU Quito 2 x 1 Santos – Casablanca (Quito) [CL]
06/04/2005 – Santos 3 x 1 LDU Quito – Vila Belmiro (Santos) [CL]
13/09/2017 – Barcelona de Guayaquil 1 x 1 Santos – Isidro Romero Carbo (Guayaquil) [CL]
20/09/2017 – Santos x Barcelona de Guayaquil – Vila Belmiro (Santos) [CL]

Legenda:
[Am]: Amistoso.
[TG]: Torneio Quadrangular de Guayaquil.
[CC]: Copa Conmebol.
[CL]: Copa Libertadores.
[CS]: Copa Sul-Americana.

PCFilho
(fontes: arquivo pessoal e edições do Jornal do Brasil e da Tribuna da Imprensa)

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 19 de setembro


1909: no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, o Fluminense goleou o Haddock Lobo por 8 a 1. Os gols foram de Emile Etchegaray, Albert Victor Buchan (3), Armínio Motta (2), Joaquim da Costa Santos e Nestor Macedo para o Fluminense, e de José Cerqueira de Carvalho para o Haddock Lobo. Com seis vitórias e dois empates (fora a vitória anulada contra o Bangu), o Fluminense estava muito perto de garantir o tetracampeonato do Rio de Janeiro - o que aconteceria na partida seguinte, contra o Riachuelo (vide 26 de setembro).

1948: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, perante 25.436 pagantes em São Januário, o Fluminense derrotou o anfitrião Vasco por 2 a 0, graças aos gols de Rodrigues Tatu e Simões. Os vascaínos encararam o jogo como uma revanche da decisão do Torneio Municipal, que o Fluminense vencera por 1 a 0 (vide 30 de junho). Mas, de novo, deu Fluzão!

1954: em partida válida pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, no campo da rua Bariri, o Fluminense ganhou por 4 a 2 do Olaria, graças aos gols de Waldo (dois) e Didi (dois, ambos de pênalti).

1965: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, diante de 38.739 pagantes no Estádio do Maracanã, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Vasco. Os vascaínos abriram o placar com Célio, em lance polêmico (aos 23), e os tricolores empataram com o aniversariante Amoroso, cobrando falta (aos 32). O árbitro Armando Marques teve péssima atuação, prejudicando o Fluminense em três lances cruciais: no gol do Vasco, quando ele apitou uma falta e depois deu a lei da vantagem como se não tivesse paralisado o jogo; na expulsão exagerada do meio-campista tricolor Denílson, que foi agredido e não revidou; e na não-marcação de um pênalti claro do zagueiro Brito - o que fez com que o Fluminense protestasse ao fim do jogo.

1976: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, perante 29.119 pagantes no Estádio Governador Ernani Sátyro, o Amigão, em Campina Grande, o Fluminense venceu o Treze por 2 a 0, graças a dois gols do centroavante argentino Narciso Doval, aos 38 minutos da etapa inicial e aos 40 do segundo tempo. Dois dias antes do jogo, o atacante tricolor Paulo Cezar Caju fora preso após uma confusão em que agrediu um menor de idade - o Fluminense arcou com as despesas médicas do menor agredido, e Paulo Cezar Caju foi solto na manhã seguinte, tendo participado do jogo normalmente.
Flagrante do Amigão lotado, antes da partida Treze 0 x 2 Fluminense.

1981: com dois gols de Cláudio Adão e um de Edinho, o Fluminense venceu o America por 3 a 2, em jogo válido pelo Campeonato Carioca, disputado no Estádio do Maracanã.

1993: em uma partida histórica, diante de 101.670 pagantes no Maracanã, a Seleção Brasileira venceu o Uruguai por 2 a 0, com dois gols de Romário, e garantiu sua classificação para a Copa do Mundo dos Estados Unidos, em que conquistaria o tetracampeonato, sob o comando técnico de Carlos Alberto Parreira. Dois dos onze titulares - o zagueiro Ricardo Gomes e o lateral-esquerdo Branco - foram formados no Fluminense.
A Seleção Brasileira em 19 de setembro de 1993.
Em pé: Taffarel, Ricardo Rocha, Mauro Silva, Jorginho, Ricardo Gomes e Branco.
Agachados: Dunga, Bebeto, Raí, Romário e Zinho.

2010: em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, diante de 18.911 presentes (15.886 pagantes) no Engenhão, o Fluminense empatou em 3 a 3 com o Flamengo. No primeiro tempo, Leandro Euzébio abriu o placar para o Tricolor aos oito, mas o Rubro-Negro virou com Deivid, aos 22, e David, aos 39. Na etapa final, Rodriguinho empatou aos 18, o Flamengo fez mais um com Renato aos 20, e o Fluminense voltou a empatar com Rodriguinho, aos 27. Com 42 pontos ganhos em 23 jogos (12 vitórias, 6 empates e 5 derrotas), o Fluminense perdeu a liderança para o Corinthians. No entanto, aquela boa campanha terminaria com a conquista do título, em dezembro.

****

Aniversariantes do dia:

Mário Pernambuco (1890), centro-médio que jogou no Fluminense entre os anos de 1912 e 1915. Importante na retomada após a cisão que gerou o futebol do Flamengo, Pernambuco era um dos melhores médios do futebol do Rio de Janeiro, sendo frequentemente convocado para a Seleção Carioca. Foi titular nos dois primeiros jogos oficiais da Seleção Brasileira, contra a Argentina, em setembro de 1914, tendo conquistado a Copa Roca.

Pedro Amaro de Paula (1936), lateral-esquerdo que integrou o elenco do Fluminense entre 1954 e 1959.

José Amoroso Filho, o Amoroso (1937), atacante com 71 gols marcados em 133 jogos pelo Fluminense, entre as temporadas de 1964 e 1968. Conquistou o Campeonato Carioca de 1964, o Torneio Pará-Guanabara de 1966 e a Taça Guanabara de 1966.
Amoroso brigando pela bola contra o Botafogo.

Paulo do Nascimento Ribeiro, o Paulo Lumumba (1943), zagueiro com 23 atuações pelo Fluminense, entre 1970 e 1971. Conquistou o Campeonato Brasileiro de 1970, o Campeonato Carioca de 1971 e a Taça Guanabara de 1971.

Luiz Carlos da Matta, o Lulinha (1950), meio-campista com 2 gols marcados em 51 jogos pelo Fluminense, entre 1969 e 1971. Conquistou o Campeonato Carioca de 1969 e a Taça Guanabara de 1969.

Sidnei Pereira Costa, o Dedei (1963), centroavante com 4 gols em 32 jogos pelo Fluminense entre 1989 e 1990.

PCFilho

Probabilidades do Brasileirão 2017 após a 24ª rodada



Legenda:

T: probabilidade de o time ser o Campeão Brasileiro de 2017.
G4: probabilidade de o time terminar a competição nas quatro primeiras posições, garantindo vaga direta na Copa Libertadores.
G6: probabilidade de o time de terminar a competição nas seis primeiras posições, garantindo vaga direta na Libertadores ou vaga na pré-Libertadores.
G7: probabilidade de o time de terminar a competição nas sete primeiras posições, garantindo vaga direta na Libertadores ou vaga na pré-Libertadores, caso um dos 7 primeiros já tenha vaga obtida em outra competição.
SA712: probabilidade de o time terminar a competição entre o 7º e o 12º lugares, garantindo vaga na Copa Sul-Americana.
SA813: probabilidade de o time terminar a competição entre o 8º e o 13º lugares, garantindo vaga na Copa Sul-Americana, em caso de G7.
R: probabilidade de o time terminar a competição nas quatro últimas posições, sendo rebaixado para a Série B.

Os porcentuais obtidos são resultados de milhares de simulações computacionais, que utilizam modelos probabilísticos baseados exclusivamente nos desempenhos de cada clube ao longo da competição. Os cálculos são do engenheiro Ramón Martins.

PCFilho

Brasileirão 2017 - Classificação após a 24ª rodada

Clique na tabela para ampliá-la.
Fonte: site Futbol24.

Resultados da 24ª rodada:
16/09/2017 (sábado)
19:00 - Botafogo 2 x 0 Santos - Engenhão (Rio de Janeiro)
21:00 - Ponte Preta 1 x 3 Atlético Goianiense - Moisés Lucarelli (Campinas)
17/09/2017 (domingo)
11:00 - Avaí 1 x 1 Atlético Mineiro - Ressacada (Florianópolis)
16:00 - Atlético Paranaense 3 x 1 Fluminense - Arena da Baixada (Curitiba)
16:00 - Corinthians 1 x 0 Vasco - Itaquerão (São Paulo)
16:00 - Flamengo 2 x 0 Sport Recife - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro)
16:00 - Grêmio 0 x 1 Chapecoense - Arena do Grêmio (Porto Alegre)
16:00 - Vitória 1 x 2 São Paulo - Barradão (Salvador)
19:00 - Cruzeiro 1 x 0 Bahia - Mineirão (Belo Horizonte)
18/09/2017 (segunda-feira)
20:00 - Palmeiras 1 x 0 Coritiba - Pacaembu (São Paulo)

Jogos da 25ª rodada:
23/09/2017 (sábado)
19:00 - Flamengo x Avaí - Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro)
21:00 - Santos x Atlético Paranaense - Vila Belmiro (Santos)
24/09/2017 (domingo)
11:00 - São Paulo x Corinthians - Morumbi (São Paulo)
16:00 - Fluminense x Palmeiras - Maracanã (Rio de Janeiro)
16:00 - Coritiba x Botafogo - Couto Pereira (Curitiba)
16:00 - Atlético Goianiense x Cruzeiro - Pedro Ludovico (Goiânia)
16:00 - Chapecoense x Ponte Preta - Arena Condá (Chapecó)
19:00 - Atlético Mineiro x Vitória - Independência (Belo Horizonte)
19:00 - Bahia x Grêmio - Fonte Nova (Salvador)
25/09/2017 (segunda-feira)
20:00 - Sport Recife x Vasco - Ilha do Retiro (Recife)

Artilheiros do Campeonato:
1º. Henrique Dourado (Fluminense), 14 gols.
2º. Jô (Corinthians), 13.
3º. Lucca (Ponte Preta), 10.
4º. André (Sport Recife), 9.
4º. Roger Rodrigues (Botafogo), 9.

Henrique Dourado marcou nesta rodada o seu 14º gol no Campeonato.

PCFilho

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 18 de setembro


1910: em amistoso interestadual, no campo da rua Guanabara (atual Estádio de Laranjeiras), o Fluminense venceu o Paulistano por 5 a 1. Os gols tricolores foram de Gilbert Hime (3) e Oswaldo Gomes (2).

1927: em jogo muito movimentado, válido pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou o Vasco por 4 a 3. Os gols tricolores foram de Preguinho, Lagarto, Itália (contra) e Ary.

1932: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do São Cristóvão. Os gols tricolores foram de Preguinho e Amaury.

1938: após vencer o Palestra Itália (vide 14 de setembro), o Fluminense obteve mais uma vitória na viagem a São Paulo: 4 a 1 sobre o Santos, na Vila Belmiro, em Santos. Os gols do triunfo tricolor foram de Hércules e Sandro (3). Com a vitória, o Fluminense recebeu a Taça Desafio Santos-Fluminense. A partir da semana seguinte, o Tricolor retomaria sua campanha no Campeonato Carioca, competição na qual terminaria conquistando o tri.

1943: em jogo válido pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o America por 2 a 1. Os gols tricolores foram assinalados por Russo e Carreiro.

1949: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, no campo da rua Conselheiro Galvão, o Fluminense ganhou por 4 a 1 do Madureira. Os gols tricolores foram de Santo Cristo (2), Godofredo (contra) e Orlando Pingo de Ouro.

1966: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu a Portuguesa da Ilha por 1 a 0, graças ao gol de Amoroso, aos 25 minutos do segundo tempo.

1974: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Bonsucesso, gol do lateral-esquerdo Marco Antônio, aos 13 minutos do segundo tempo.

1977: em jogo válido pelo Campeonato  Carioca, no Estádio Luso-Brasileiro, o Fluminense venceu o Campo Grande por 2 a 0, graças aos gols de Rivellino (de falta) e Luís Carlos.

1980: na sexta rodada do Campeonato Carioca, no Maracanã. o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Volta Redonda. Os dois gols aconteceram no segundo tempo: Edinho abriu o placar para o Voltaço aos 25, e Cláudio Adão empatou para o Tricolor no último minuto, de cabeça, completando cruzamento de Gilberto. Com três vitórias e três empates, o Fluminense iniciava a campanha de mais um título estadual.

1985: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense derrotou o Olaria por 1 a 0, com um gol do lateral-direito Aldo, aos 38 minutos do primeiro tempo. O jogo foi a preliminar de America 0 x 0 Botafogo. Com quatro vitórias e dois empates, o Fluminense iniciava a campanha que culminaria na conquista do tricampeonato, em dezembro.

1991: em jogo disputado no Estádio de Laranjeiras, válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Itaperuna, gols de Sandro, Julinho e Ézio (de pênalti).

1993: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro, o Fluminense derrotou o Santos por 2 a 0, gols de Chiquinho e Nílson.

1999: em jogo da Série C do Campeonato Brasileiro, o Fluminense perdeu para o Goiânia por 4 a 3, no Serra Dourada. Os gols tricolores foram de Roni (2) e Emerson. Em cinco rodadas, o Fluminense acumulava três vitórias e duas derrotas, no início da campanha do título da Série C.

2004: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Criciúma, gols de Roger Flores e Diego Souza.

2013: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Heriberto Hülse, o Fluminense venceu o Criciúma por 2 a 1, graças aos dois gols do lateral-direito Bruno, e à defesa de um pênalti pelo goleiro Diego Cavalieri.

2016: o Fluminense derrotou o Grêmio por 1 a 0, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O gol da vitória tricolor foi marcado por Gustavo Scarpa, aos 40 minutos do primeiro tempo.

****

Aniversariante do dia:

Rubem José de Almeida, o Rubinho Almeida (1929), centro-médio que integrou o elenco do Fluminense entre as temporadas de 1949 e 1950.

PCFilho

Ficha Técnica: Atlético Paranaense 3 x 1 Fluminense


17/09/2017 - Atlético Paranaense 3 x 1 Fluminense - Arena da Baixada (Curitiba)
Motivo: Campeonato Brasileiro 2017, 24ª rodada.
Público: 13.404 presentes (11.321 pagantes).
Renda: R$ 206.493,50.
Árbitro: Raphael Claus (SP e FIFA).
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP e FIFA).
Atlético Paranaense: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Lucho González (Matheus Rossetto), Felipe Gedoz (Sidcley), Pablo (Matheus Anjos) e Nikão; Ribamar. Técnico: Fabiano Soares.
Fluminense: Júlio César; Mateus Norton, Ygor Nogueira, Frazan e Marlon; Marlon Freitas, Wendel, Richard (Renato) e Gustavo Scarpa; Wellington Silva (Peu) e Henrique Dourado (Marcos Júnior). Técnico: Abel Braga.
Gols:
0-1: Henrique Dourado 🔪, de cabeça, aos 46 do 1º tempo [assistência de Gustavo Scarpa];
1-1: Felipe Gedoz, de falta, aos 11 do 2º tempo;
2-1: Ribamar, aos 34 do 2º tempo [assistência de Sidcley];
3-1: Jonathan, aos 45 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Wendel, aos 24 do 1º tempo; Marlon, aos 38 do 1º tempo; Fabrício, aos 40 do 1º tempo; Lucho González, aos 45 do 1º tempo; Thiago Heleno, aos 23 do 2º tempo; Frazan, aos 41 do 2º tempo.

O centroavante Henrique Dourado agora tem 14 gols no Brasileirão (é o artilheiro da competição), 28 gols na temporada (é o artilheiro do país no ano) e 30 gols com a camisa do Fluminense (em 59 jogos).

Henrique Dourado com sua tradicional comemoração da "ceifada".

O treinador Abel Braga completou 277 partidas no comando técnico do Fluminense - é o terceiro da lista histórica, estando a 20 jogos de igualar o uruguaio Ondino Viera, segundo colocado.

Esta partida foi a estreia do meio-campista Richard Cândido Coelho. Natural de Campinas, nasceu em 18 de fevereiro de 1994. Tem 1,91m de altura e pesa 76 kg. Jogou anteriormente no Atlético Sorocaba e no Atibaia, e está no Fluminense por empréstimo, até dezembro de 2017.

O banco do Fluminense nesta partida teve: Diego Cavalieri, Léo Pelé, Renato, Júnior Sornoza, Peu, Pedro, Marcos Júnior, Luquinhas e Reginaldo.

Os desfalques do Fluminense foram: Lucas e Robinho (suspensão); Jefferson Orejuela (dores musculares); Henrique e Renato Chaves (estiramento muscular); Luis Fernando, Marquinho e Marquinhos Calazans (joelho); Pierre e Gum (preparo físico).

Este foi o 49º confronto entre o Fluminense e Atlético Paranaense na história. O retrospecto mostra 18 vitórias do Fluminense, 11 empates e 20 vitórias do Atlético Paranaense, 68 gols do Fluminense e 64 gols do Atlético Paranaense. Para conferir a lista de resultados, vide meu post História - Fluminense x Atlético PR.

PCFilho

domingo, 17 de setembro de 2017

Efemérides tricolores - 17 de setembro


1922: na estreia no Campeonato Sul-Americano, diante de 30.000 pessoas no recém-ampliado Estádio do Fluminense, em Laranjeiras, a Seleção Brasileira empatou em 1 a 1 com o Chile. A Seleção contou com três jogadores do Fluminense. A escalação foi a seguinte: Marcos Carneiro de Mendonça [Fluminense]; Palamone [Botafogo] e Barthô [São Bento]; Laís [Fluminense], Amílcar [Corinthians] e Fortes [Fluminense]; Formiga [Paulistano], Neco [Corinthians], Friedenreich [Paulistano], Tatu [Corinthians] e Rodrigues [Corinthians]. Os gols foram de Tatu para o Brasil e Bravo para o Chile.

1933: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou o Flamengo por 2 a 0, gols de Vicentino e Preguinho (de falta), ambos ainda no primeiro tempo. No primeiro campeonato profissional do Rio de Janeiro, o Bangu terminaria campeão, com o Fluminense vice-campeão, e o Flamengo na sexta e última colocação.

1960: em jogo válido pelo turno do Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 5 a 1 do Madureira. Os gols tricolores foram de Telê (2), Waldo (2) e Maurinho, e Azumir descontou para o clube suburbano.

1964: em partida válida pelo turno do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense venceu o São Cristóvão por 1 a 0, graças ao gol de Ubiraci, aos 28 minutos do segundo tempo. Com nove vitórias, um empate e duas derrotas, o Fluminense liderava a competição. Aquela campanha tricolor terminaria com a conquista de mais um título estadual, em decisão contra o Bangu, em dezembro.

1983: no primeiro jogo do segundo turno do Campeonato Carioca, o Fluminense derrotou o São Cristóvão por 2 a 0, no Maracanã, com gols de Assis e Washington, o eterno "casal 20" tricolor. Por ter sido o campeão do primeiro turno, o Fluminense já estava classificado para a fase final, na qual conquistaria o título, em dezembro.

1988: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Criciúma, com gols no segundo tempo, do lateral-esquerdo Eduardo Souza (aos 13) e do centroavante Washington (aos 44).

2006: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense venceu o Figueirense por 2 a 0, graças aos gols do meia Petkovic e do centroavante Tuta, respectivamente aos 12 e aos 18 minutos do segundo tempo.

****

Aniversariantes do dia:

Américo Alfredo Spinelli (1917), centro-médio argentino que defendeu o Fluminense entre as temporadas de 1939 e 1945. Marcou 6 gols em 167 partidas com a camisa tricolor. Foi bicampeão carioca em 1940 e 1941, e também participou da conquista do Torneio Extra de 1941.
Spinelli.

Joel de Souza Martins (1930), ponta-esquerda que jogou pelo time profissional do Fluminense entre as temporadas de 1948 e 1954. Assinalou 18 gols em 61 jogos com a camisa tricolor. Sete desses gols foram na campanha do título do Campeonato Carioca de 1951, na qual ele foi titular. Também em 1951, marcou o gol inaugural da vitória sobre o Arsenal, da Inglaterra, no Maracanã. Em 1952, fez parte, como reserva, do elenco campeão mundial na Copa Rio. Ainda hoje, Joel permanece ligado ao Fluminense, trabalhando como funcionário do Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, em Xerém.
Joel, na época de jogador.

Joel tietado por este escriba, em Laranjeiras, em 2017.

Bismarck Barreto Faria (1969), meio-campista com 16 atuações pelo Fluminense na temporada de 2002, ano em que fez parte do elenco campeão carioca.

Claudinei Alexandre Pereira Lino, o Nei (1977), goleiro com 6 atuações pelo Fluminense entre 2001 e 2002, ano em que fez parte do elenco campeão carioca.

Eduardo Correia Piller Filho, o Eduardo Ratinho (1987), lateral-direito com 11 atuações pelo Fluminense entre 2008 e 2009. Marcou um gol, na vitória por 3 a 0 contra o Águia de Marabá, pela Copa do Brasil de 2009, no Maracanã (vide 22 de abril).

PCFilho

História - Arsenal x Chelsea


Arsenal e Chelsea fazem o maior clássico de Londres, a capital da Inglaterra, numa rivalidade iniciada em 9 de novembro de 1907, quando o Chelsea derrotou o Woolwich Arsenal por 2 a 1, diante de 65.000 pessoas no Stamford Bridge, o estádio do Chelsea. Desde então, os dois rivais protagonizaram dezenas de batalhas memoráveis, com confrontos atraindo multidões até mesmo durante as duas grandes guerras mundiais.

Até hoje, houve 244 jogos entre Arsenal e Chelsea, com 99 vitórias do Arsenal, 59 empates e 86 vitórias do Chelsea, 363 gols do Arsenal e 351 gols do Chelsea. Estes números abrangem jogos amistosos e partidas de todas as competições (inclusive as realizadas durante a I e a II Guerras Mundiais).

Confiram abaixo a lista com todos os resultados da história do clássico:
09/11/1907 - Chelsea 2 x 1 Woolwich Arsenal - League Division One
07/03/1908 - Woolwich Arsenal 0 x 0 Chelsea - League Division One
28/11/1908 - Chelsea 1 x 2 Woolwich Arsenal - League Division One
07/12/1908 - Chelsea 0 x 1 Woolwich Arsenal - London Professional Charity Cup (Stamford Bridge)
03/04/1909 - Woolwich Arsenal 0 x 0 Chelsea - League Division One
25/09/1909 - Woolwich Arsenal 3 x 2 Chelsea - League Division One
28/03/1910 - Chelsea 0 x 1 Woolwich Arsenal - League Division One
04/09/1911 - Chelsea 2 x 2 Woolwich Arsenal - London Professional Charity Cup (Stamford Bridge)
16/10/1911 - Woolwich Arsenal 2 x 3 Chelsea - London Challenge Cup (Manor Ground)
30/10/1911 - Woolwich Arsenal 1 x 0 Chelsea - London Professional Charity Cup (Manor Ground)
30/09/1912 - Chelsea 1 x 3 Woolwich Arsenal - London Professional Charity Cup (Stamford Bridge)
12/10/1912 - Woolwich Arsenal 0 x 1 Chelsea - League Division One
15/02/1913 - Chelsea 1 x 1 Woolwich Arsenal - League Division One
20/10/1913 - Chelsea 0 x 1 Woolwich Arsenal - London Challenge Cup (Stamford Bridge)
30/01/1915 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
30/10/1915 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
15/01/1916 - Arsenal 0 x 6 Chelsea - War League (Highbury)
21/04/1916 - Chelsea 9 x 0 Arsenal - War League (Stamford Bridge) (**)
24/04/1916 - Arsenal 1 x 3 Chelsea - War League (Highbury)
30/09/1916 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
23/12/1916 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - War League (Highbury)
17/02/1917 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - War League (Highbury)
31/03/1917 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
29/09/1917 - Arsenal 0 x 1 Chelsea - War League (Highbury)
24/11/1917 - Chelsea 4 x 3 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
19/01/1918 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - War League (Highbury)
16/03/1918 - Chelsea 4 x 2 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
19/10/1918 - Chelsea 4 x 1 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
14/12/1918 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - War League (Highbury)
08/02/1919 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - War League (Stamford Bridge)
05/04/1919 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - War League (Highbury)
06/12/1919 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
13/12/1919 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Division One
04/12/1920 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - League Division One
11/12/1920 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
31/12/1921 - Chelsea 0 x 2 Arsenal - League Division One
14/01/1922 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - League Division One
17/02/1923 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
24/02/1923 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - League Division One
29/12/1923 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - League Division One
05/01/1924 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
27/10/1924 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - London Challenge Cup (Highbury)
31/01/1925 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - Amistoso de teste da regra do impedimento (Highbury)
11/01/1930 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - FA Cup (Highbury)
29/11/1930 - Chelsea 1 x 5 Arsenal - League Division One
24/01/1931 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
04/04/1931 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Division One
21/11/1931 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
02/04/1932 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
10/12/1932 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - League Division One
22/04/1933 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - League Division One
13/11/1933 - Arsenal 3 x 2 Chelsea - London Challenge Cup (Highbury)
16/12/1933 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Division One
28/04/1934 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - League Division One
24/11/1934 - Chelsea 2 x 5 Arsenal - League Division One
06/04/1935 - Arsenal 2 x 2 Chelsea - League Division One
12/10/1935 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One (***)
27/04/1936 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
19/12/1936 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - League Division One
24/04/1937 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - League Division One
09/10/1937 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - League Division One
19/02/1938 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
15/10/1938 - Chelsea 4 x 2 Arsenal - League Division One
07/01/1939 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
18/02/1939 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - League Division One
07/10/1939 - Chelsea 0 x 3 Arsenal - Amistoso (Stamford Bridge)
23/03/1940 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - Wartime League South C (Highbury)
17/04/1940 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - Wartime League South C (Stamford Bridge)
10/10/1940 - Chelsea 0 x 3 Arsenal - London Professional Charity Cup (Stamford Bridge)
14/04/1941 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
04/10/1941 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - London War League (Highbury)
10/01/1942 - Chelsea 1 x 5 Arsenal - London War League (Stamford Bridge)
25/12/1942 - Chelsea 5 x 2 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
26/12/1942 - Arsenal 1 x 5 Chelsea - Wartime League South (Highbury)
06/11/1943 - Arsenal 6 x 0 Chelsea - Wartime League South (Highbury)
08/01/1944 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
25/11/1944 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
28/04/1945 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - Wartime League South (Highbury)
09/03/1946 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Wartime League South (Highbury)
16/03/1946 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - Wartime League South (Stamford Bridge)
26/10/1946 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
11/01/1947 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
15/01/1947 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - FA Cup (Highbury)
20/01/1947 - Arsenal 0 x 2 Chelsea - FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane)
01/03/1947 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - League Division One
01/11/1947 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
20/03/1948 - Arsenal 0 x 2 Chelsea - League Division One
25/10/1948 - Chelsea 4 x 1 Arsenal - London Challenge Cup (Stamford Bridge)
30/10/1948 - Chelsea 0 x 1 Arsenal - League Division One
23/04/1949 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - League Division One
24/08/1949 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - League Division One
31/08/1949 - Arsenal 2 x 3 Chelsea - League Division One
18/03/1950 - Arsenal 2 x 2 Chelsea - Semifinal da FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane)
22/03/1950 - Chelsea 0 x 1 Arsenal - Semifinal da FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane) (*)
23/08/1950 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - League Division One
30/08/1950 - Chelsea 0 x 1 Arsenal - League Division One
22/08/1951 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - League Division One
29/08/1951 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Division One
05/04/1952 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - Semifinal da FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane)
07/04/1952 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - Semifinal da FA Cup (Estádio do Tottenham, White Hart Lane)
03/04/1953 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
06/04/1953 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
08/09/1953 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - League Division One
15/09/1953 - Chelsea 0 x 2 Arsenal - League Division One
07/12/1953 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Final da London Challenge Cup (Stamford Bridge)
29/03/1954 - Arsenal 3 x 2 Chelsea - Final da London Challenge Cup (Highbury)
01/11/1954 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - London Challenge Cup (Highbury)
25/12/1954 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - League Division One
27/12/1954 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
27/08/1955 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
24/12/1955 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - League Division One
25/12/1956 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
26/12/1956 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
26/10/1957 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
08/03/1958 - Arsenal 5 x 4 Chelsea - League Division One
22/11/1958 - Chelsea 0 x 3 Arsenal - League Division One
11/04/1959 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
15/10/1959 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - London Challenge Cup (Highbury)
21/11/1959 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - League Division One
09/04/1960 - Arsenal 1 x 4 Chelsea - League Division One
12/11/1960 - Arsenal 1 x 4 Chelsea - League Division One
05/12/1960 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - Final da London Challenge Cup (Stamford Bridge)
15/04/1961 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Division One
04/11/1961 - Arsenal 0 x 3 Chelsea - League Division One
24/03/1962 - Chelsea 2 x 3 Arsenal - League Division One
03/12/1962 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - Final da London Challenge Cup (Highbury)
21/10/1963 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - London Challenge Cup (Stamford Bridge)
16/11/1963 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Division One
14/03/1964 - Arsenal 2 x 4 Chelsea - League Division One
26/09/1964 - Arsenal 1 x 3 Chelsea - League Division One
06/02/1965 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
04/09/1965 - Arsenal 1 x 3 Chelsea - League Division One
19/02/1966 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
24/09/1966 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Division One
04/02/1967 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Division One
26/12/1967 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
30/12/1967 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
23/11/1968 - Arsenal 0 x 1 Chelsea - League Division One
14/04/1969 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
27/09/1969 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - League Division One
17/01/1970 - Arsenal 0 x 3 Chelsea - League Division One
29/08/1970 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
03/04/1971 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
14/08/1971 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - League Division One
16/10/1971 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - League Division One
02/09/1972 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
20/01/1973 - Chelsea 0 x 1 Arsenal - League Division One
17/03/1973 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
20/03/1973 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - FA Cup (Highbury)
17/11/1973 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - League Division One
13/04/1974 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - League Division One
14/09/1974 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
06/11/1974 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Amistoso em homenagem a John Hollins (Stamford Bridge)
26/12/1974 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - League Division One
26/10/1976 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Cup (Highbury)
26/03/1977 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - Amistoso beneficente (Stamford Bridge)
26/12/1977 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - League Division One
27/03/1978 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
16/04/1979 - Arsenal 5 x 2 Chelsea - League Division One
14/05/1979 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
20/08/1982 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - Amistoso de pré-temporada (Stamford Bridge)
01/11/1983 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Amistoso em homenagem a Micky Droy (Stamford Bridge)
25/08/1984 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - League Division One
19/01/1985 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
21/09/1985 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
29/04/1986 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - League Division One
25/10/1986 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - League Division One
07/03/1987 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - League Division One
03/11/1987 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - League Division One
02/04/1988 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
30/09/1989 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - League Division One
17/03/1990 - Arsenal 0 x 1 Chelsea - League Division One
15/09/1990 - Arsenal 4 x 1 Chelsea - League Division One
02/02/1991 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - League Division One
05/10/1991 - Arsenal 3 x 2 Chelsea - League Division One
25/04/1992 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - League Division One
03/10/1992 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Premier League
01/03/1993 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - Premier League
20/11/1993 - Chelsea 0 x 2 Arsenal - Premier League
16/04/1994 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - Premier League
15/10/1994 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - Premier League
14/05/1995 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Premier League
30/09/1995 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - Premier League
16/12/1995 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - Premier League
04/09/1996 - Arsenal 3 x 3 Chelsea - Premier League
05/04/1997 - Chelsea 0 x 3 Arsenal - Premier League
21/09/1997 - Chelsea 2 x 3 Arsenal - Premier League
28/01/1998 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - League Cup (Highbury)
08/02/1998 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - Premier League
18/02/1998 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - League Cup (Stamford Bridge)
09/09/1998 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - Premier League
11/11/1998 - Arsenal 0 x 5 Chelsea - League Cup (Highbury)
31/01/1999 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - Premier League
23/10/1999 - Chelsea 2 x 3 Arsenal - Premier League
06/05/2000 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Premier League
06/09/2000 - Chelsea 2 x 2 Arsenal - Premier League
13/01/2001 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - Premier League
18/02/2001 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - FA Cup (Highbury)
08/09/2001 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Premier League
26/12/2001 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Premier League
04/05/2002 - Arsenal 2 x 0 Chelsea - Final da FA Cup (Millennium Stadium, Cardiff)
01/09/2002 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Premier League
01/01/2003 - Arsenal 3 x 2 Chelsea - Premier League
08/03/2003 - Arsenal 2 x 2 Chelsea - FA Cup (Highbury)
25/03/2003 - Chelsea 1 x 3 Arsenal - FA Cup (Stamford Bridge)
18/10/2003 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Premier League
15/02/2004 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - FA Cup (Highbury)
21/02/2004 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - Premier League
24/03/2004 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Quartas-de-final da UEFA Champions' League (Stamford Bridge)
06/04/2004 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Quartas-de-final da UEFA Champions' League (Highbury)
12/12/2004 - Arsenal 2 x 2 Chelsea - Premier League
20/04/2005 - Chelsea 0 x 0 Arsenal - Premier League
07/08/2005 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - FA Community Shield (Millennium Stadium, Cardiff)
21/08/2005 - Chelsea 1 x 0 Arsenal - Premier League
18/12/2005 - Arsenal 0 x 2 Chelsea - Premier League
10/12/2006 - Chelsea 1 x 1 Arsenal - Premier League
25/02/2007 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Final da League Cup (Millennium Stadium, Cardiff)
06/05/2007 - Arsenal 1 x 1 Chelsea - Premier League
16/12/2007 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - Premier League
23/03/2008 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Premier League
30/11/2008 - Chelsea 1 x 2 Arsenal - Premier League
18/04/2009 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Semifinal da FA Cup (Wembley Stadium)
10/05/2009 - Arsenal 1 x 4 Chelsea - Premier League
29/11/2009 - Arsenal 0 x 3 Chelsea - Premier League
07/02/2010 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Premier League
03/10/2010 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Premier League
27/12/2010 - Arsenal 3 x 1 Chelsea - Premier League
29/10/2011 - Chelsea 3 x 5 Arsenal - Premier League
21/04/2012 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - Premier League
29/09/2012 - Arsenal 1 x 2 Chelsea - Premier League
20/01/2013 - Chelsea 2 x 1 Arsenal - Premier League
29/10/2013 - Arsenal 0 x 2 Chelsea - League Cup (Emirates Stadium)
23/12/2013 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - Premier League
22/03/2014 - Chelsea 6 x 0 Arsenal - Premier League (**)
05/10/2014 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Premier League
26/04/2015 - Arsenal 0 x 0 Chelsea - Premier League
02/08/2015 - Arsenal 1 x 0 Chelsea - FA Community Shield (Wembley Stadium)
19/09/2015 - Chelsea 2 x 0 Arsenal - Premier League
24/01/2016 - Arsenal 0 x 1 Chelsea - Premier League
24/09/2016 - Arsenal 3 x 0 Chelsea - Premier League
04/02/2017 - Chelsea 3 x 1 Arsenal - Premier League
27/05/2017 - Arsenal 2 x 1 Chelsea - Final da FA Cup (Wembley Stadium) (***)
22/07/2017 - Chelsea 3 x 0 Arsenal - Amistoso (Ninho do Pássaro, Pequim, China)
06/08/2017 - Arsenal 1 x 1 Chelsea [PK 4 x 1] - FA Community Shield (Wembley Stadium) (****)
17/09/2017 - Chelsea x Arsenal - Premier League
01/01/2018 - Arsenal x Chelsea - Premier League

(*) Na partida de 22 de março de 1950, segundo jogo da semifinal da FA Cup, houve empate em 0 a 0 no tempo normal, e o Arsenal venceu por 1 a 0 na prorrogação. Para a estatística do confronto, estou contando o placar somando tempo normal e prorrogação.

(**) Oficialmente, o jogo de 22 de março de 2014, Chelsea 6 x 0 Arsenal, é tido como a maior goleada da história do clássico. No entanto, na Liga de Guerra, disputada não-oficialmente durante a I Guerra Mundial, houve a partida Chelsea 9 x 0 Arsenal, em 21 de abril de 1916.

(***) A partida de 27 de maio de 2017, Arsenal 2 x 1 Chelsea, decisão da FA Cup, teve o maior público da história do clássico: 89.472 pessoas no lendário Wembley Stadium, em Londres. O jogo de 12 de outubro de 1935 é o maior público de toda a história do Chelsea como mandante (82.905 pessoas).

(****) No jogo de 6 de agosto de 2017, a disputa de pênaltis foi feita no novo sistema ABBA: o Chelsea fez a 1ª, a 4ª e a 5ª cobranças (convertendo somente a 1ª), e o Arsenal fez a 2ª, a 3ª, a 6ª e a 7ª (convertendo todas). O sistema ABBA é uma tentativa de minimizar a vantagem do time que cobra primeiro. O placar da disputa de pênaltis não está sendo contabilizado na estatística do confronto.

Vinte e sete jogadores já defenderam tanto Arsenal quanto Chelsea. São eles, em ordem cronológica: Sandy McFarlane, Joe Bradshaw, Jimmy Sharp, Bob Turnbull, Tommy Lawton, Bill Dickson, Tommy Docherty, John O'Rourke, Allan Young, Tommy Baldwin, George Graham, Alan Hudson, Graham Rix, John Hollins, Clive Allen, Peter Nicholas, David Rocastle, Colin Pates, Nicolas Anelka, Emmanuel Petit, Ashley Cole, Steve Sidwell, Cesc Fàbregas, William Gallas, Lassana Diarra, Yossi Benayoun e Petr Cech.

Cartaz da partida de 6 de novembro de 1974.

PCFilho