sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 23 de fevereiro


1983: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, diante de 24.388 pagantes no Estádio Rei Pelé, em Maceió, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do CSA, com dois gols do centroavante Jason.

1986: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, na rua Bariri, o Fluminense venceu o Olaria por 2 a 0, gols de Romerito e Washington.

1992: em uma grande exibição no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou o Santos por 4 a 0, gols de Ézio (dois, um de pênalti), Julinho e Renato Carioca, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.

2000: na segunda partida da Taça Amizade Tricolor, o Fluminense venceu o Grêmio por 1 a 0, no Estádio Olímpico de Porto Alegre, graças a um gol do centroavante Magno Alves. Com duas vitórias nos dois jogos, o Fluminense conquistou o bonito troféu.

2003: na despedida de Romário, que passaria três meses no futebol árabe, o Fluminense derrotou o Botafogo por 5 a 0, no Maracanã, com três gols dele (um de pênalti), um de Alex Oliveira e um de Fábio Bala. Ao fim do jogo, que valeu pelo Campeonato Carioca, o Baixinho se emocionou ao ouvir o pedido da arquibancada: "fica por favor, o Romário é a alegria tricolor!". Ainda assim, não desistiu dos petrodólares, e só voltaria atuar pelo Fluminense em junho.

2005: em sua estreia no segundo turno do Campeonato Carioca (Taça Rio), no Maracanã, o Fluminense ganhou por 4 a 0 do America, gols de Diego Souza, Juan, Antônio Carlos e Felipe (de pênalti). O Tricolor conquistaria a Taça Rio, e depois derrotaria o Volta Redonda na decisão do Campeonato Carioca, para conquistar seu trigésimo título na história da competição.

2011: em partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, no Engenhão, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Nacional de Montevideo. Com dois empates em casa, o campeão brasileiro começava mal sua campanha na competição continental. Ainda assim, conseguiria se classificar às oitavas-de-final.

2012: na semifinal do primeiro turno do Campeonato Carioca (Taça Guanabara), o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Botafogo, e se classificou para a decisão vencendo a disputa de pênaltis por 4 a 3. O gol tricolor com bola rolando foi de Leandro Euzébio. Na definição por pênaltis, o goleiro tricolor Diego Cavalieri brilhou, defendendo as cobranças de Lucas e Loco Abreu. Três dias depois, o Fluminense derrotaria o Vasco e conquistaria a Taça Guanabara (vide 26 de fevereiro). Posteriormente, na final da competição, o Fluminense venceria o Botafogo e se sagraria campeão (vide 6 e 13 de maio).

****

Aniversariantes do dia:

Raimundo Nonato da Silva, o Nonato (1967), lateral-esquerdo potiguar, com 52 atuações pelo Fluminense, entre as temporadas de 1998 e 1999.

Paulo Henrique Andrioli, o Paulinho Andreolli (1968), meio-campista gaúcho, natural de Novo Hamburgo, com 10 gols em 66 jogos pelo Fluminense, entre 1987 e 1990.
Paulinho Andreolli.

Luiz Gustavo Silva de Aviz, o Luiz Gustavo (1972), meio-campista mineiro, natural de Belo Horizonte, que  atuou no Fluminense no ano 2000, com 2 gols marcados em 5 partidas com a camisa tricolor.

Alexandre Luiz Reame, o Xandão (1988), zagueiro que integrou o elenco do Fluminense no primeiro semestre de 2009, mas não chegou a disputar partidas oficiais com a camisa tricolor.

PCFilho

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 22 de fevereiro


1948: em amistoso disputado em Muriaé, o Fluminense ganhou por 6 a 1 do Nacional de Muriaé. Os gols tricolores foram de Juvenal (dois), Rubinho (três) e Oswaldinho.

1956: em jogo válido pelo terceiro turno do Campeonato Carioca de 1955, no Maracanã, o Fluminense goleou por 5 a 0 o Bonsucesso, gols de Telê (dois), Waldo, Paulinho e Escurinho.

1959: em amistoso no Maracanã, a Seleção Carioca venceu a Seleção Paulista por 5 a 1, com a participação dos tricolores Castilho, Telê e Waldo.

1970: em amistoso no Estádio Raul Sertã, em Nova Friburgo, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Friburgo, com dois gols do centroavante Flávio.

1978: em amistoso, o Fluminense venceu por 3 a 0 o Itumbiara, no Estádio Juscelino Kubitschek, em Itumbiara, gols de Gildásio (dois) e Luís Carlos.

1984: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Machadão, em Natal, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do ABC, graças aos gols de Leomir e Washington. Com quatro vitórias e dois empates, o Fluminense iniciava a campanha que culminaria na conquista do segundo Campeonato Brasileiro de sua história.

1989: em partida do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Olaria, com três gols do atacante Zé Maria (que, curiosamente, fez seu último jogo com a camisa tricolor).

2006: em sua estreia na Copa do Brasil, o Fluminense ganhou por 3 a 2 do Operário de Várzea Grande, no Estádio José Fragelli, em Cuiabá. Os gols da vitória tricolor foram de Cláudio Pitbull, Lenny e Bruno.

****

Aniversariantes do dia:

José Pereira Guimarães, o Guimarães (1907), zagueiro com 154 atuações pelo Fluminense, entre 1935 e 1941. Fez parte do histórico time que dominou o futebol do Rio de Janeiro, participando das conquistas dos Campeonatos Cariocas de 1936, 1937, 1938 e 1940, e do Torneio Municipal de 1938.

José Carlos de Moraes, o Zé Carlos (1982), zagueiro que atuou no Fluminense entre as temporadas de 2000 e 2005, somando 110 partidas com a camisa tricolor, e participando das campanhas vitoriosas nos Campeonatos Cariocas de 2002 e 2005.

PCFilho

Xadrez - Mate em 4! (Lionel Kieseritzky)

Lionel Kieseritzky, Le Palamède, 15/10/1842.
Código FEN: 8/6p1/Rp6/pP6/B2pN3/5P2/4p1P1/4k1K1 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 4 lances!

(White to play and give checkmate in 4 moves!)

Ilustração retratando Lionel Kieseritzky.

PCFilho

Xadrez - Mate em 3! (Sam Loyd)

Samuel Loyd, Cleveland Voice, 15/06/1879.
Código FEN: Q7/5p2/5P1p/5PPN/6Pk/4N1Rp/7P/6K1 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 3 lances!

(White to play and give checkmate in 3 moves!)

PCFilho

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Palpites da Loteca - Concurso 788


Amigos e amigas, seguem abaixo os porcentuais estimados de apostas nas 14 partidas que compõem o concurso número 788 da Loteca. Nos parênteses ao lado de cada jogo, há três porcentuais: o primeiro refere-se às apostas na vitória do time mandante, o segundo refere-se às apostas no empate, e o terceiro refere-se às apostas na vitória do time visitante:
1) Fluminense x Flamengo (20% 35% 45%)
2) Criciúma x Figueirense (20% 35% 45%)
3) Corinthians x Palmeiras (20% 40% 40%)
4) Grêmio x Novo Hamburgo (80% 10% 10%)
5) Goiás x Itumbiara (85% 10% 5%)
6) Atlético Goianiense x Vila Nova (30% 40% 30%)
7) São Paulo x Ferroviária (85% 10% 5%)
8) Campinense x Serrano PB (85% 10% 5%)
9) Ferroviário x Fortaleza (20% 40% 40%)
10) Mirassol x Ponte Preta (20% 35% 45%)
11) Roma x Milan (55% 30% 15%)
12) Manchester United x Chelsea (50% 30% 20%)
13) Paris Saint-Germain x Olympique Marseille (80% 15% 5%)
14) Sevilla x Atlético Madrid (15% 25% 60%)

Os porcentuais são a base do método que explico no e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

As apostas neste concurso 788 da Loteca podem ser registradas até as 14:00 de Brasília do sábado 24, em qualquer casa lotérica do território brasileiro. A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos é de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa em seu site, na tarde da segunda-feira 26.

Vocês concordam com os porcentuais acima? Discordam deles? Qual será a grande zebra do concurso 788? Qual é a aposta ideal para abocanhar o prêmio deste concurso da Loteca? Será um prazer receber os seus comentários abaixo!

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos! Apostem com moderação!

PCFilho

Efemérides tricolores - 21 de fevereiro



1960: em amistoso disputado no Estádio El Campín, em Bogotá, capital da Colômbia, o Fluminense venceu o Independiente Santa Fé por 2 a 0, gols de Waldo e Paulinho Omena. O Tricolor excursionava pelas Américas, acumulando seis vitórias e três derrotas na viagem. No mesmo dia, a Seleção Carioca, com o tricolor Altair em campo, goleou a Seleção de Lima por 5 a 1, no Estádio Nacional do Peru.

1976: em jogo disputado no Estádio Sausalito, em Viña del Mar, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Everton, do Chile, resultado que lhe garantiu o título do Torneio de Viña del Mar. Em sua primeira partida na competição, a Máquina Tricolor derrotara o Unión Española (vide 19 de fevereiro). Este foi o primeiro troféu que o Fluminense conquistou em um torneio disputado no exterior.

1979: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense ganhou por 3 a 1 do Volta Redonda, graças aos gols de Luiz Fumanchu e Zezé (dois).

1990: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou a Cabofriense por 3 a 0, gols de Renato Carioca (dois) e Hélio.

2001: na partida de volta da semifinal do Torneio Rio-São Paulo, o Fluminense venceu o São Paulo por 2 a 1, no Maracanã, com dois gols do atacante Marco Brito. Como o Tricolor havia perdido por 1 a 0 no jogo de ida, a vaga foi decidida em disputa de pênaltis, com vitória do clube paulista por 7 a 6.

2002: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o time reserva do Fluminense venceu o Entrerriense por 2 a 1, com dois gols de Júlio César. O Tricolor somente cumpria tabela, já que tinha vaga assegurada na fase decisiva da competição (na qual conquistaria o título).

2018: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, em Moça Bonita, o Fluminense venceu o Bangu por 4 a 0, gols de Marcos Júnior (dois), Pedro e Marlon Freitas, todos no segundo tempo.

****

Aniversariantes do dia:

Henrique Maximiano Coelho Netto (1864), escritor maranhense, fundador da cadeira número dois da Academia Brasileira de Letras, torcedor e sócio ilustre do Fluminense. Em 1915, ele escreveu a letra do primeiro hino do Fluminense, sobre a melodia inglesa "It's a long, long way to Tipperary" (vide 23 de julho). Em 1916, invadiu o campo e conseguiu interromper um Fla-Flu, em que o Fluminense estava sendo prejudicado pela arbitragem (vide 22 de outubro). Alguns de seus filhos fizeram história no Fluminense: Mano foi titular do time tricampeão carioca em 1917, 1918 e 1919; Preguinho é tido com o atleta mais versátil da história do clube, tendo sido campeão em diversas modalidades; Paulo escreveu os livros História do Fluminense e O Fluminense na intimidade.
Coelho Netto.

Sérgio Rangel Coelho, o Rangel (1967), zagueiro revelado pelo Fluminense, campeão da Copa São Paulo de Juniores de 1986. Somou 12 gols marcados em 135 jogos pelo time principal do Fluminense, entre as temporadas de 1986 e 1991. No time profissional, conquistou o Torneio de Kiev, em 1989.
Rangel.

Donizete Francisco de Oliveira, o Donizete (1968), meio-campista paulista, natural de Bauru, com 5 gols em 112 jogos pelo Fluminense, entre as temporadas de 1987 e 1990. Com a camisa tricolor, conquistou o Torneio de Kiev, em 1989.
Donizete.

Rogério Ramos de Lima, o Rogerinho (1969), meio-campista com 22 gols em 130 jogos pelo Fluminense, entre as temporadas de 1994 e 1997. Participou da conquista do Campeonato Carioca de 1995.
Rogerinho.

Kléber Guerra Marques, o Kléber (1970), goleiro goiano, com 165 partidas pelo Fluminense, entre as temporadas de 2002 e 2005, ano em que participou da conquista do Campeonato Carioca.
Kléber.

Andrei Frascarelli, o Andrei (1973), zagueiro paulista, natural de Pederneiras, que atuou no Fluminense em 1993 e em 2002. Ele marcou 4 gols, todos de falta, em 30 jogos com a camisa tricolor.

PCFilho

Xadrez - Mate em 3! (Jan Dobruský)

Jan Dobruský, Svetozor, 1873.
(também no Jornal do Commercio do Rio de Janeiro, 16/05/1886.)
Código FEN: 8/3p4/1K6/4k1Pp/1NpR1p2/7P/8/3Q4 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 3 lances!

(White to play and give checkmate in 3 moves!)

PCFilho

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 20 de fevereiro


1957: na última partida do quadrangular final do Campeonato Brasileiro de Seleções de 1956, a Seleção Carioca perdeu por 2 a 0 para a Seleção Paulista, no Parque Antártica, em São Paulo, ficando com o vice-campeonato. Os cariocas atuaram assim: Pompéia [America]; Paulinho [Vasco] e Bellini [Vasco]; Benedito [São Cristóvão], Zózimo [Bangu] e Altair [Fluminense]; Joel [Flamengo], Índio [Flamengo], Waldo [Fluminense], Dequinha [Flamengo] e Pinga [Vasco]. Os paulistas sagraram-se campeões.

1995: em jogo válido pela primeira fase do Campeonato Carioca, em Ítalo del Cima, o Fluminense ganhou por 5 a 1 do Campo Grande. Os gols tricolores foram de Capitão (três), Lira (de falta) e Aílton. O Fluminense iniciava a campanha que culminaria na conquista do título estadual, na rodada derradeira do octogonal final (vide 25 de junho).

2002: na partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil, no Maracanã, o Fluminense venceu o Sampaio Corrêa por 5 a 1, classificando-se para a segunda fase da competição (na ida, o Tricolor perdera por 2 a 1). Magno Alves (dois), Fernando Diniz, Júlio César e Caio marcaram os gols do Fluminense no jogo.

2008: em sua estreia na Copa Libertadores, no Estádio Casa Blanca, em Quito, capital do Equador, o Fluminense empatou em 0 a 0 com a LDU Quito. O Tricolor só não venceu a partida devido a um erro do árbitro colombiano Albert Duarte, que não expulsou o goleiro Cevallos, quando ele evitou um gol com uma defesa fora da área. Começava ali a memorável campanha tricolor, que terminaria com o injusto vice-campeonato daquela Copa Libertadores, após dramática final contra a mesma LDU Quito.

2013: em jogo da segunda rodada da Copa Libertadores, no Engenhão, o Fluminense teve péssima atuação e perdeu por 3 a 0 para o Grêmio. O árbitro paulista Paulo César de Oliveira colaborou com o resultado, validando dois gols irregulares do clube gaúcho. Nas rodadas seguintes, o Tricolor se recuperaria, e se classificaria às oitavas-de-final da competição, como primeiro lugar do grupo.

****

Aniversariantes do dia:

Elba de Pádua Lima, o Tim (1915), meia-esquerda paulista, um dos maiores craques da história do Fluminense. Conhecido também como "El Peón", marcou 72 gols em 213 partidas vestindo a camisa tricolor, com a qual conquistou os Campeonatos Cariocas de 1937, 1938, 1940 e 1941, o Torneio Municipal de 1938, o Torneio Oscar Cox de 1941 e os Torneios Início de 1940, 1941 e 1943. Com a Seleção Carioca, conquistou os Campeonatos Brasileiros de 1939 e 1943. Na Seleção Brasileira, marcou 1 gol em 16 jogos oficiais, tendo feito parte da equipe semifinalista da Copa do Mundo de 1938.
Tim, mito tricolor.
Após pendurar as chuteiras, Tim tornou-se um treinador bem-sucedido. Assumiu o comando técnico do Fluminense em 1964, permanecendo no cargo até 1967. Neste período, acumulou 166 partidas, e conquistou o Campeonato Carioca de 1964, a Taça Guanabara de 1966 e o Torneio Pará-Guanabara de 1966. Considerado um estrategista, Tim também levantou troféus treinando outros clubes (Bangu, San Lorenzo, Vasco e Coritiba), e classificou a Seleção do Peru à Copa do Mundo de 1982 (em que chegou a empatar com a Itália, seleção que terminaria campeã).
Tim e suas paixões: o Fluminense e a bola
(foto: Revista do Esporte).

Jair Florêncio de Sant'Anna, o Jair Santana (1929), médio-direito que integrou o elenco profissional do Fluminense entre 1952 e 1961, tendo conquistado a Copa Rio (Mundial de Clubes) de 1952, os Torneios Rio-São Paulo de 1957 e 1960, o Campeonato Carioca de 1959, os Torneios Início de 1954 e 1956, o Torneio José de Paula Júnior em 1952 e a Copa das Municipalidades em 1953. Em uma década de dedicação às três cores que traduzem tradição, totalizou 331 partidas disputadas e 8 gols marcados como profissional do Fluminense. Sempre dizia que era uma imensa honra fazer parte da história tricolor.
Jair Santana, dedicado atleta tricolor.

Jair Santana e a Copa Rio, em foto recente no Salão Nobre do Fluminense.

José Moraes, o Moraes "Chicletes" (1942), ponta-direita paraibano, que integrou o elenco do Fluminense por alguns meses, entre 1963 e 1964. Marcou 3 gols em 15 jogos com a camisa tricolor.

Alvimar Eustáquio de Oliveira, o Mazinho (1948), ponta-esquerda mineiro, natural de Belo Horizonte, com 4 gols em 23 jogos pelo Fluminense, na temporada de 1974.

Paulo Luiz Campos (1957), treinador com uma passagem de apenas cinco jogos no comando técnico do time principal do Fluminense, no primeiro semestre da temporada de 2006.

Carlos Magno Coelho Ramos, o Carlinhos (1962), lateral-esquerdo com 18 atuações pelo Fluminense, na temporada de 1987.

Renato Groisman, o Renatinho (1971), atacante com 15 partidas pelo time principal do Fluminense, entre 1992 e 1993. Participou do elenco vice-campeão da Copa do Brasil de 1992.

Marco Aurélio Pereira Alves, o Marquinho Alves (1982), atacante mineiro que integrou o elenco do Fluminense em 2005, tendo jogado 10 partidas e participado da conquista do Campeonato Carioca de 2005.

Fabrício Silva Dornellas, o Fabrício (1990), zagueiro com 7 atuações pelo Fluminense, na temporada de 2014.

PCFilho

Xadrez - Mate em 3! (Frank Healey)

Frank Healey, Bristol-Turnier, 1861.
(publicado também no Jornal do Commercio do Rio de Janeiro, 09/05/1886).
Código FEN: 8/1n3Np1/1N4Q1/1bkP4/p1p2p2/P1P2R2/3P2PK/B2R4 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 3 lances!

(White to play and give checkmate in 3 moves!)

PCFilho

Xadrez - Mate em 3! (Lewis Carroll)

Lewis Carroll, Through The Looking Glass, 1871.
Código FEN: 6n1/8/2K5/5N2/4k3/8/3Pq3/2Q2R2 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 3 lances!
(White to play and give checkmate in 3 moves!)

Lewis Carroll.

Charles Lutwidge Dodgson (27/01/1832 - 14/01/1898), também conhecido como Lewis Carroll, foi um matemático e escritor, autor do clássico livro Alice no País das Maravilhas.
(Charles Lutwidge Dodgson (27/01/1832 - 14/01/1898), also known as Lewis Carroll, was a mathematician and writer, author of the classic book Alice's Adventures In Wonderland.)

PCFilho

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 19 de fevereiro


1946: em amistoso disputado no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande, o Fluminense ganhou por 4 a 2 do Treze. Os gols da vitória tricolor foram de Pinhegas, Geraldino (dois) e Simões. Este foi o primeiro duelo entre os clubes na história - pela vitória, o Fluminense recebeu a Taça Treze x Fluminense, oferecida pelo tradicional clube paraibano.

1975: em amistoso, diante de 33.948 pagantes na Fonte Nova, em Salvador, o Fluminense venceu o Vitória por 2 a 0, gols de Zé Roberto e Kléber. Foi o segundo jogo do craque Rivellino com a camisa da Máquina Tricolor, o timaço do Fluminense que arrastaria multidões aos estádios brasileiros nos meses seguintes.

1976: em seu primeiro jogo no Torneio de Viña del Mar, no Estádio Sausalito, no Chile, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Unión Española, gol do centroavante argentino Doval. O Tricolor conquistaria o troféu dois dias depois, na partida contra o Everton (vide 21 de fevereiro).

1978: em partida amistosa disputada no Serra Dourada, em Goiânia, o Fluminense derrotou o Internacional de Porto Alegre por 3 a 0, gols de Gildásio (dois) e Zezé.

1983: em jogo disputado no campo do Bangu, em Moça Bonita, válido pela primeira fase do Campeonato Brasileiro, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Tiradentes, do Piauí. Os gols tricolores foram assinalados por Alexandre (de falta), Deley e Branco.

1984: na quinta rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro, no Batistão, em Aracaju, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Confiança, gols de Washington e Assis. Com três vitórias e dois empates, o Fluminense iniciava a campanha que culminaria na conquista do segundo Campeonato Brasileiro de sua história.

1986: em amistoso no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu a Seleção dos Emirados Árabes Unidos por 7 a 1, graças aos gols de Renê (três), Gallo, Édson Souza (dois) e Paulinho (de falta).

1998: em jogo da segunda fase da Copa do Brasil, no Estádio do Maracanã, o Fluminense perdeu para o Paraná Clube por 2 a 0, sendo assim eliminado da competição nacional.

2014: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Estádio Moacyrzão, em Macaé, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Macaé, gol do centroavante Fred, de cabeça.

****

Aniversariantes do dia:

Ramiro Rodrigues Valente, o Ramiro (1934), meia-atacante natural de São Paulo, que atuou no Fluminense entre as temporadas de 1953 e 1955, nos times de juvenis e aspirantes. Disputou algumas partidas no time profissional tricolor, antes de se transferir para o Santos. Ele teria uma carreira bem-sucedida no futebol, jogando também no Atlético Madrid, da Espanha. 
Ramiro.

Rinaldo Luís Dias Amorim, o Rinaldo (1941), ponta-esquerda pernambucano, natural de Jurema, com 12 gols marcados em 23 partidas pelo Fluminense, na temporada de 1967. Em sua melhor atuação com a camisa tricolor, anotou os dois gols da vitória sobre o America (vide 15 de outubro). Pela Seleção Brasileira, Rinaldo disputou 11 jogos e marcou 5 gols.
Rinaldo, ponta-esquerda pernambucano.

Amauri Vital da Silva, o Amauri (1953), meio-campista que integrou o elenco do Fluminense na temporada de 1974. Marcou um gol com a camisa tricolor, em jogo contra o ABC (vide 30 de janeiro).
Amauri, com a camisa do León, do México.

João Baratella Cavanha, o Deda (1968), meio-campista sul-mato-grossense, natural de Caarapó, que jogou no Fluminense entre 1988 e 1989, totalizando 11 atuações com a camisa tricolor.
Deda.

André Luiz Ladaga (1975), lateral-direito que integrou o plantel do Fluminense na temporada de 1997, somando 17 partidas com a camisa tricolor.

Rafael Estevam Mostaço da Fonseca (1980), zagueiro que integrou o elenco do Fluminense em 2002, quando participou de uma partida da campanha do título do Campeonato Carioca.

PCFilho

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 18 de fevereiro


2009: em sua estreia na Copa do Brasil, no Almeidão, em João Pessoa, capital da Paraíba, o Fluminense venceu o Nacional de Patos por 1 a 0, gol de Éverton Santos. O jogo de volta do confronto ocorreria quinze dias depois, no Rio de Janeiro (vide 5 de março).

2012: em partida válida pela última rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, em São Januário, o Fluminense derrotou o Bangu por 3 a 0, gols de Fred (de pênalti), Araújo e Wellington Nem. Mesmo prejudicado por diversos erros de arbitragem nos jogos anteriores, o Tricolor classificou-se à fase semifinal da Taça Guanabara, na qual enfrentaria o Botafogo, no Engenhão (vide 23 de fevereiro). O Fluminense conquistaria tanto a Taça Guanabara quanto o Campeonato Carioca.

2017: em jogo válido pelo primeiro turno do Campeonato Carioca, em Moça Bonita, o time reserva do Fluminense ganhou por 3 a 0 do Volta Redonda, gols de Richarlison (dois) e Reginaldo. O jovem goleiro tricolor Marcos Felipe, em sua terceira partida como profissional, defendeu uma cobrança de pênalti. O Fluminense encerrou a fase de grupos da Taça Guanabara com uma campanha irretocável: 5 jogos, 5 vitórias, 14 gols-pró e nenhum gol-contra - na semifinal do turno, o Tricolor enfrentaria o Madureira, no Estádio de Los Larios, com a vantagem do empate (vide 25 de fevereiro).

****

Aniversariantes do dia:

Norberto Arruda Lemos (1962), meio-campista paranaense, natural de Umuarama, que atuou no Fluminense no segundo semestre de 1995, tendo vestido a camisa tricolor em 12 partidas.

Maicon Marques Bitencourt, o Maicon Bolt (1990), veloz atacante carioca, revelado pelo Fluminense, que integrou o elenco profissional tricolor entre 2008 e 2010, somando 8 gols em 68 jogos pelo time principal. Foi titular em 2009, sendo peça importante na Arrancada Histórica do Brasileirão e no vice-campeonato da Copa Sul-Americana.
Maicon, com o uniforme de treino do Fluminense.

Richard Cândido Coelho, o Richard (1994), meio-campista paulista, natural de Campinas, integrante do atual elenco do Fluminense. Defende a camisa tricolor desde a temporada de 2017, e tem até hoje 15 atuações pelo Fluminense.
Richard.

PCFilho