terça-feira, 29 de julho de 2014

Xadrez - Mate em 3! (William Evans)

William Evans vs Alexander MacDonnell, London, 1826.
Código FEN: r3k2r/ppp2Npp/1b5n/4p2b/2B1P2q/BQP2P2/P5PP/RN5K w kq - 1 0.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 3 lances!

(White to play and give checkmate in 3 moves!)

PCFilho

Fotos da chuva de meteoros (28-29 de julho de 2014)

Durante a noite/madrugada de 28 para 29 de julho de 2014, ficou bastante visível nos céus da Terra a chuva de meteoros Delta Aquarídeas. Foram de 15 a 20 meteoros por hora, com velocidades estimadas em cerca de 41 quilômetros por segundo. Seguem abaixo algumas fotos do fenômeno, tiradas mundo afora.

Meteoro fotografado no céu de Madrid, Espanha. Foto: Andres Kudacki/AP.

Meteoro visto no céu do Brasil. Foto: reprodução do Twitter.

Foto: Jimmy Westlake/NASA.

As chuvas de meteoros ocorrem quando a Terra passa por trilhas de detritos deixados por objetos celestes, em geral cometas, que cruzam sua órbita em torno do Sol. No caso das chuvas Delta Aquarídeas, especificamente, os astrônomos ainda não conseguiram identificar com exatidão qual seria este objeto. Provavelmente, trata-se do cometa de curto período 96P Machholz, descoberto em 1986 pelo astrônomo amador norte-americano Donald Machholz. Sua órbita vai um pouco além de Júpiter no afélio (ponto de maior distância do Sol), e mais perto que Mercúrio no periélio (ponto de menor distância do Sol).

Chuva de meteoros Delta Aquarídeas anterior. Foto: Daily Science Fix.

Meteoro da chuva Delta Aquarídeas de 30 de julho de 2013, visto de Ohio.
Foto: John Chumack.

Meteoro da chuva Delta Aquarídeas de 30 de julho de 2013, no Deserto de Mojave.
Foto: Sean Parker.

A próxima chuva de meteoros terá seu pico na noite de 12 para 13 de agosto. Será do tipo Perseidas, conhecida popularmente como "lágrimas de San Lorenzo", com taxa média de 15 meteoros por hora, mas podendo chegar até a 100 meteoros por hora.

Meteoro da chuva Perseidas de 12 de agosto de 1997, em Palm Springs, California.
Foto: Wally Pacholka, AP.

Chuva de meteoros Perseidas sobre Denver, Colorado, em 2012.
Foto: Thomas O'Brien (tmo-photo).

PCFilho

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Palpites da Loteca - Concurso 615


   

   

Dados coletados por Loteca 14 Pontos

PCFilho

Xadrez - Mate em 2! (Ernst Baumgarten)

Ernst Baumgarten, Deutsche Schachzeitung, 1915.
Código FEN: 1Q6/4Np2/3P4/3Pk2N/R3n2P/4p3/1K2P3/8 w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 2 lances!

(White to play and give checkmate in 2 moves!)

PCFilho

Fluminense rasga compromisso com sua torcida e dobra preços dos ingressos



Há pouco mais de dois meses, o Fluminense publicou em seu site uma tabela com os preços dos ingressos para todos os jogos do Campeonato Brasileiro de 2014. Entretanto, os dirigentes parecem não dar muito valor à própria palavra.

Hoje, serão anunciados os novos preços dos ingressos, com um inacreditável reajuste de 100% em relação à tabela divulgada anteriormente. Isto é: o Fluminense simplesmente dobrará os preços dos ingressos de seus jogos, rasgando o compromisso assumido com sua torcida.

Justo no momento em que o Fluminense precisa de sua torcida, para continuar a perseguição ao líder Cruzeiro na tabela do Brasileirão, os dirigentes tricolores jogam contra, esvaziando as próximas partidas no Maracanã.

Apresentaram uma justificativa de que os preços baixos inviabilizam o crescimento da base de sócios, os quais não estão tendo vantagem financeira com relação aos torcedores comuns. Ora, então por que esta conta simples não foi feita antes do compromisso feito com a torcida, publicado no site oficial? Eis mais uma prova concreta de como o planejamento do Fluminense é feito em papel de embrulhar pão.

O discursinho "contrário à elitização do futebol brasileiro" cai por terra como mais uma mentira dos cartolas tricolores. Convenhamos, já desconfiávamos que era mesmo falso, vindo da diretoria que, quando assumiu em 2011, cobrou obscenos 80 reais por cada jogo da primeira fase da Copa Libertadores, no Engenhão.

Vale lembrar também que o presidente Peter Siemsen tinha como promessa de campanha o saneamento financeiro do clube, outra falácia, visto que a dívida do clube segue crescendo em ritmo galopante, já tendo ultrapassado a surreal marca de meio bilhão de reais.

PCFilho

Cartola FC - Dicas da 13ª rodada - 2014

Eusébio, craque português. Foto: ESPN Classic/Reprodução.

Amigos, seguem abaixo as minhas dicas e sugestões para o Cartola FC na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2014. O mercado permanece aberto até o sábado 2, às 16:30. Não deixe para escalar o seu time na última hora! (Na rodada anterior, o time sugerido aqui fez 70,72 pontos.)

Nesta rodada, mudarei o esquema do PCFC para o 3-5-2. No gol, vamos com Rogério Ceni (São Paulo, C$ 17,88). Afinal, ele sempre pode marcar aquele gol de falta, sabemos bem, e aí é pontuação alta na certa.

Para o trio de defesa, minhas sugestões são Durval (Sport Recife, C$ 8,59), Rafael Toloi (São Paulo, C$ 5,56) e Henrique (Fluminense, C$ 7,66).

No meio-campo, escalarei um quinteto de craques: Cícero (Fluminense, C$ 16,58), Darío Conca (Fluminense, C$ 20,37), D'Alessandro (Internacional, C$ 25,12), Ricardo Goulart (Cruzeiro, C$ 12,16) e Kaká (São Paulo, C$ 9,05). Já imaginaram o estrago que esses cinco fariam na vida real se jogassem juntos?

Para o ataque, sugiro Rafael Moura (Internacional, C$ 11,68) e Paolo Guerrero (Corinthians, C$ 12,29) Felipe Azevedo (Sport Recife, C$ 13,49). O treinador será Cristóvão Borges (Fluminense, C$ 13,55).

O time sugerido custa ao todo C$ 161,69, e tem a seguinte distribuição por clubes: Fluminense (4), São Paulo (3), Internacional (2), Sport Recife (2) e Cruzeiro (1).

E você, caro leitor? Qual time escalará nesta décima-terceira rodada? Aguardo suas sugestões nos comentários!

PCFilho

PS: que tal participar da Liga Jornalheiros no Cartola FC? Já são mais de 260 times na competição! Clique aqui!

domingo, 27 de julho de 2014

Resenha: Atlético Paranaense 0 x 3 Tricolor

Foto: Photocamera.

Começo falando da punição de jogar sem torcida, imposta ao Atlético Paranaense, pela pancadaria do ano passado. Ela é mesmo eficaz? Entendo que não. Um jogo de futebol sem torcida perde parte de sua graça - e forçar essa situação é uma punição não para os bandidos, mas para todos os amantes do esporte. Ademais, tal tipo de pena gera um desequilíbrio no Campeonato: o Fluminense enfrentou o Atlético Paranaense em campo neutro, vantagem que a maioria de seus adversários não terá. A punição ideal para o clube envolvido, a meu ver, seria técnica: perda de pontos na tabela do Campeonato, ou até mesmo rebaixamento sumário. Uma pena assim desproporcional, sim, faria com que os imbecis pensassem duas vezes antes de promover suas irracionais e sangrentas brigas.

O Fluminense, que não tem nada a ver com a punição alheia, se aproveitou da situação e engoliu o Atlético Paranaense em plena Arena da Baixada. Foi uma partidaça do onze tricolor, amigos. Com toque de bola muito envolvente, o time de Cristóvão Borges dominou completamente a peleja, e não deu nenhuma chance ao adversário. Sim, está dando gosto de ver o Fluminense jogar, com manutenção da posse de bola, com pressão sobre a saída adversária.

O primeiro gol do Fluminense foi de Jean: uma flecha disparada de fora da área, que o goleiro Weverton não alcançou. Após uma temporada irregular em 2013, Jean está voltando à sua melhor forma. Outro tricolor que atuou muito bem na Arena da Baixada foi Gum, bastante seguro na defesa, afastando o perigo sempre com a simplicidade que lhe é peculiar.

Já Darío Conca é o cérebro do time: o craque dá um show à parte, regendo seus companheiros em campo, tal qual um maestro. Nossa majestade é um autêntico artista: seus dribles, passes e chutes são tão naturais, tão belos, que parecem fáceis de executar. Mas é claro que não são. O argentino joga muito, e é o principal trunfo do Fluminense na briga pelo quinto Campeonato Brasileiro de sua história. O pênalti que ele cobrou hoje foi mal batido, mas estufou a rede, botando 2 a 0 no placar: o craque também tem sorte.

Cícero chegou esses dias e já está totalmente integrado ao Fluminense: foi outro com atuação esplêndida em Curitiba. Sua versatilidade é espantosa: não é qualquer jogador que atua em tantas posições diferentes, com tanta eficiência. No meio-campo, Cícero destrói e constrói. No ataque, faz gols de centroavante, como o terceiro do Fluminense neste domingo. Pasmem: até como goleiro Cícero consegue ser eficiente (vocês se lembram disso?).

De preocupante, o cansaço do onze tricolor nos minutos finais. O jogo solidário, esse jeito intenso de jogar futebol, me agrada e muito, mas não há milagre: é necessário muito preparo físico. Espero que esse aspecto fundamental esteja sendo trabalhado pela comissão técnica.

Estamos na terceira colocação. A seguir, teremos duas partidas seguidas no Maracanã: no domingo 3 contra o Goiás, e no sábado 9 contra o Coritiba. Espero que a diretoria do Fluminense cumpra a promessa dos preços dos ingressos, e que a torcida do Fluminense invada o Estádio Mario Filho nas duas datas, em busca dos seis preciosos pontos. Sim, vamos sair de nossas casas, e seremos 100 mil na soma dos dois jogos.

PCFilho

Notas do onze:
Diego Cavalieri - 7,0
Bruno - 6,5
Gum - 8,0
Henrique - 7,5
(Elivélton) - 7,0
Carlinhos - 6,5
Valencia - 7,0
Jean - 8,0
Wagner - 7,5
(Chiquinho) - 7,0
Darío Conca - 9,5
Cícero - 9,0
Rafael Sobis - 7,5
(Walter) - 7,5
T. Cristóvão Borges - 9,0

Árbitro Luiz Flávio de Oliveira - 7,0